PUBLICIDADE

Topo

Dr. Kalil

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

RCP: o ritmo da reanimação cardíaca com a banda Bee Gees

Roberto Kalil

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ?Encontro?, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Colunista do UOL

12/07/2021 04h00

A massagem cardíaca ou ressuscitação (reanimação) cardiopulmonar (RCP) é uma manobra muito importante, que tem por objetivo garantir a oxigenação dos órgãos e tecidos quando ocorre uma parada cardiorrespiratória. Nesta situação não há bombeamento de sangue para os órgãos vitais do corpo — o que pode levar a pessoa a óbito.

Nesta situação de emergência, o primeiro passo é chamar ajuda, ligando para o 192 (SAMU). Depois, é preciso reconhecer a ocorrência de parada cardíaca, verificando se a vítima não respira e não reage. Em seguida, é a hora de realizar a massagem cardíaca até o socorro chegar.

A massagem cardíaca deve ser feita em ritmo de 100 a 120 batidas por minuto. E para ajudar a memorizar o ritmo correto, descobriu-se que algumas músicas, a exemplo de 'Staying Alive", dos Bee Gees, possuem a batida ideal para a realização da manobra cardiorrespiratória (100 a 120 repetições por minuto)! Coincidentemente o título desta música traduzido para português significa 'continue vivo'.

É este o tema que trago hoje, no vídeo acima. Vem entender e memorizar. Compartilhem!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL