PUBLICIDADE

Topo

Dr. Kalil

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Covid-19 e sequelas pulmonares após seis meses dos primeiros sintomas da doença

Roberto Kalil

Roberto Kalil Filho é médico cardiologista, professor titular da disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), presidente do Instituto do Coração (inCor/HCFMUSP) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês. É responsável pelo portal de saúde Dr Kalil Coração & Vida, consultor do quadro Bem Estar, do programa ?Encontro?, da Rede Globo, e estreou o programa Minuto do Coração, na Jovem Pan.

Colunista do UOL

22/02/2021 04h00

Pacientes que tiveram covid-19 de forma moderada ou grave estão sendo acompanhados em um grande estudo inédito liderado pelo Hospital das Clínicas (HC-FMUSP), concentrando no Instituto do Coração (InCor) estudos sobre alterações pulmonares e cardíacas.

Até o momento, foram 300 avaliações, de um grupo que deverá chegar a 1200 pacientes brasileiros. Destas pesquisas iniciais, cerca de 1/3 dos pacientes avaliados ainda apresentam alterações no sistema respiratório, sobretudo comprometimento pulmonar, seis meses após alta hospitalar. "Isso mostra a importância do acompanhamento médico pós doença", enfatiza o professor e diretor da Divisão de Pneumologia do InCor, Carlos Carvalho.

O estudo do HCFMUSP será amplo. Áreas como nefrologia, psiquiatria, fisioterapia entre várias outras, também estão envolvidas.

É por meio de trabalhos como este que será possível avaliar e eleger as melhores terapias para prevenção e tratamento pós doença.

Com estas descobertas, como ficará o serviço de saúde num futuro próximo?

Convido a todos para assistir ao vídeo acima.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL