PUBLICIDADE

Topo

Paola Machado

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

6 fatos sobre o pilates e como ele contribui para envelhecimento saudável

iStock
Imagem: iStock
só para assinantes
Paola Machado

Paola Machado é formada em educação física, mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutora em ciências da saúde (foco em fisiopatologia da obesidade e fisiologia da nutrição) pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre exercícios, nutrição e saúde. CREF: 080213-G | SP

Colunista do UOL

02/06/2022 04h00

Envelhecer é um processo natural e inerente na vida de todo e qualquer ser! Apesar de ainda hoje muitas pessoas acreditarem que envelhecer seja sinônimo de perdas e adoecimento, cada vez mais se vê um novo paradigma de idosos se reinventando.

Se você é jovem, saiba que as suas escolhas de hoje farão toda diferença para um envelhecimento saudável, e se você é idoso e nunca havia pensado em se cuidar, saiba que nunca é tarde para começar e colher os benefícios de bons hábitos.

Nos últimos anos, a pandemia e o isolamento social contribuíram para o aumento da inatividade física e isolaram idosos, muitos perderam o convívio social e familiar. Estudos mostram que idosos que têm comportamento sedentário se associam a um quadro importante de declínio agravado tanto na saúde física quanto mental, com a diminuição de massa e força muscular, aumento de doenças crônicas e, ainda, um maior risco de quedas.

A grande preocupação da queda em idosos é que essas lesões podem levar a danos irreversíveis, incapacidade ou até a mortalidade. Muitos dos idosos que já sofreram ao menos um episódio, desenvolvem medo e insegurança de cair novamente, criando um ciclo vicioso de limitação e dependência.

Para se ter ideia, as estatísticas mostram que idosos sofrem uma queda a cada ano, sendo ainda que as faixas etárias parecem influenciar:

  • 25% caem entre 65 a 74 anos

  • 29% caem entre os de 75 a 84 anos

  • 39% caem entre os idosos com mais de 85 anos

Manter o idoso ativo e independente é a chave para um envelhecimento saudável, não só no aspecto físico mas também mental. O exercício físico é reconhecido como uma estratégia preventiva para as complicações do processo de envelhecimento, reduzindo o risco de quedas, lesões e até o desenvolvimento de doenças crônicas.

Muitos tipos de exercícios são recomendados, e entre eles, o pilates tem cada vez mais adeptos entre os idosos, pois trabalha todos os aspectos que influenciam na saúde dessa população, desde melhora de equilíbrio, força, estabilidade, alongamento, mobilidade, até a melhora do controle motor e aspectos cognitivos, demonstrando efeitos positivos na realização de atividades do dia a dia com segurança e autonomia, e longevidade.

Independente da sua idade, vale lembrar que o envelhecimento ocorre a cada dia, a cada minuto. Para te convencer a sair do sedentarismo, deixei 6 fatos de como essa modalidade pode contribuir para um envelhecimento saudável:

  1. Melhora cognitiva e menor risco de depressão

Muitos idosos desenvolvem quadros de depressão devido às limitações da capacidade física e mental que ocorrem. Os exercícios do pilates trabalham movimentos mais precisos e de concentração, que exercem um efeito na melhora cognitiva e de memória, além disso, fisiologicamente aumentam o transporte de oxigênio para o cérebro

Além de liberar hormônios como a serotonina, gerando efeitos na diminuição da ansiedade, melhora a autoestima e estabiliza o humor. Os exercícios dessa modalidade ainda se associam ao fortalecimento, mobilidade e alongamento causando melhora nos níveis de dor e aumento de mobilidade e independência.

  1. Melhora do sono

Aproximadamente 50% dos idosos relatam problemas de sono, o que gera fadiga e sonolência, levando a um processo vicioso de cansaço associado a inúmeras condições de doenças crônicas e inatividade.

Estudos com o pilates mostram melhora significativa na percepção da saúde, motivação e energia para executar tarefas simples do dia a dia que antes as pessoas relataram serem incapazes de realizar.

  1. Diminui o risco de queda

Esse método contempla exercícios que fortalecem os músculos centrais, chamados de "core", responsáveis pelo alinhamento postural e propriocepção (percepção corporal no espaço).

Além disso, quando bem orientado e focado em exercícios de equilíbrio e estabilidade, podem ser trabalhados exercícios de controle antecipatório, de fortalecimento de pernas e condicionamento físico. Estudos mostram alterações a nível cerebral, com alterações na ativação muscular quando os movimentos são realizados de forma correta.

  1. Saúde social

Um estudo mostrou que idosos que não possuem vida social geralmente têm comportamento sedentário e menos tempo engajados em atividade física.

Ter profissionais de saúde que o apoiam e orientam para atividade física diminui os riscos de desenvolver doenças crônicas. Todo processo de mudança se torna mais fácil quando há o incentivo e apoio social, seja da família, dos amigos, ou do profissional.

  1. Melhora a força e resistência muscular

Por trabalhar toda musculatura de forma coordenada, aumenta força, resistência muscular, além da mobilidade e alongamento. Todas habilidades que são essenciais para quem apresenta doenças relacionadas à articulação como artrite ou artrose. Além disso, vale lembrar que mesmo quem não apresenta ainda um processo degenerativo, será beneficiado combatendo o quadro.

  1. Melhora a capacidade respiratória

Durante os exercícios do pilates, o controle da respiração é exigido na maior parte dos movimentos, alinhando-se o padrão respiratório aos movimentos de contração e relaxamento.

Além disso, os exercícios do pilates trabalham o alongamento, mobilidade e fortalecimento dos músculos peitoral, abdominais e paravertebrais, auxiliando no melhor funcionamento respiratório com a melhora da força muscular inspiratória e expiratória.

Há ainda inúmeros benefícios que o pilates pode proporcionar. A imersão nos exercícios pode ser realizada em solo, aparelhos ou um mix das duas modalidades. A escolha do profissional que irá guiar e conduzir seus exercícios depende dos objetivos e do seu perfil, bem como se você se beneficiará mais com uma abordagem individual e personalizada, ou em grupo mais num estilo academia.

O importante é procurar sempre por locais e profissionais de saúde capacitados antes de iniciar qualquer atividade física, assim ter sempre um respaldo médico para avaliar o seu estado de saúde atual.

*Colaboração de Renata Luri, fisioterapeuta mestre e doutora pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e Juliana Satake, fisioterapeuta sócia da Clínica La Posture

Referências:

- Alvarenga, Guilherme Medeiros de et. al. The influence of inspiratory muscle training combined with the Pilates method on lung function in elderly women: A randomized controlled trial. Clinics (Sao Paulo) ; 73: e356, 2018.

- Donatoni da Silva, Larissa; Shiel, Agnes; Sheahan, Jerome; McIntosh, Caroline. Six weeks of Pilates improved functional mobility, postural balance and spatiotemporal parameters of gait to decrease the risk of falls in healthy older adults.J Bodyw Mov Ther ; 29: 1-9, 2022

- Dlugosz-Bos, Malgorzata; Filar-Mierzwa, Katarzyna; Stawarz, Robert; Scislowska-Czarnecka, Anna; Jankowicz-Szymanska, Agnieszka; Bac, Aneta. Effect of Three Months Pilates Training on Balance and Fall Risk in Older Women. Int J Environ Res Public Health ; 18(7)2021.

- Dogra, Shilpa; Dunstan, David W; Sugiyama, Takemi; Stathi, Afroditi; Gardiner, Paul A; Owen, Neville. Active Aging and Public Health: Evidence, Implications, and Opportunities. Annu Rev Public Health ; 43: 439-459, 2022.

- Denham-Jones, Laura; Gaskell, Lynne; Spence, Nicola; Pigott, Tim. A systematic review of the effectiveness of Pilates on pain, disability, physical function, and quality of life in older adults with chronic musculoskeletal conditions. Musculoskeletal Care ; 20(1): 10-30, 2022.

- Fernández-Rodríguez, Rubén et.al. Pilates improves physical performance and decreases risk of falls in older adults: a systematic review and meta-analysis. Physiotherapy ; 112: 163-177, 2021

- Hernandez, José Augusto Evangelho; Voser, Rogério da Cunha. Exercício físico regular e depressão em idosos / Regular physical exercise and depression in the elderly / Ejercicio Físico Regular y Depresión en Ancianos. Estud. pesqui. psicol. (Impr.) ; 19(3): 718-734, dez. 2019.

- Mattle, Michèle; et al. Prevalence of Physical Activity and Sedentary Behavior Patterns in Generally Healthy European Adults Aged 70 Years and Older-Baseline Results From the DO-HEALTH Clinical Trial. Front Public Health ; 10: 810725, 2022.

- Nascimento, Marcelo de Maio; Deus, Deborah Lays Silva de; Rios, Pâmala Morais Bagano; Silva, Paloma Sthefane Teles. Influence of Drugs of Continuous Use on the Sensory Regulation of the Static Balance of Elderly Regular Practitioners of the Pilates Method / Influência de Fármacos de Uso Contínuo Sobre a Regulação Sensorial do Equilíbrio Estático de Idosas Praticantes Regulares do Método Pilates. J. health sci. (Londrina) ; 23(3): 248-255, 2021

- Oliveira, Daniel Vicentini de; et. al. Sintomas de ansiedade e indicativos de depressão em idosas praticantes do método pilates no solo / Symptoms of anxiety and indicative of depression in elderly women practicing the mat pilates method / Los sintomas de ansiedad e indicativo de depresión en las mujeres de más edad practicantes del método pilates en el suelo. Rev. Psicol. Saúde ; 12(4): 3-12, out.-dez. 2020.

- Patti, Antonino; Zangla, Daniele; Sahin, Fatma Nese; Cataldi, Stefania; Lavanco, Gioacchino; Palma, Antonio; Fischietti, Francesco. Physical exercise and prevention of falls. Effects of a Pilates training method compared with a general physical activity program: A randomized controlled trial. Medicine (Baltimore) ; 100(13): e25289, 2021

- Sun, Mingyu; Min, Leizi; Xu, Na; Huang, Lei; Li, Xuemei. The Effect of Exercise Intervention on Reducing the Fall Risk in Older Adults: A Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials. Int J Environ Res Public Health ; 18(23)2021.

- Tozim, Beatriz Mendes; Navega, Marcelo Tavella. Effect of pilates method on inspiratory and expiratory muscle strength in the elderly / Efeito do método pilates na força dos músculos inspiratórios e expiratórios em idosos. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum ; 20(1): 1-9, Jan.-Feb. 2018.