PUBLICIDADE

Topo

Nuno Cobra Jr

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

O bumbum perfeito ou a morte!

Celebridades estão injetando produtos no bumbum para adequá-lo aos modelos de beleza, mesmo que isso possa ser extremamente perigoso  - iStock:
Celebridades estão injetando produtos no bumbum para adequá-lo aos modelos de beleza, mesmo que isso possa ser extremamente perigoso Imagem: iStock:
Conteúdo exclusivo para assinantes
Nuno Cobra Jr

Nuno Cobra Júnior é um generalista do conhecimento corporal e acompanhou o treinamento físico e mental de alguns dos maiores esportistas brasileiros nos últimos 35 anos, entre medalhistas olímpicos e diversos campeões mundiais, como Ayrton Senna e o surfista Ítalo Ferreira. Preparador físico e mental, palestrante, consultor em qualidade de vida e treinamento integral, tem ajudado a conceitualizar e fomentar uma nova visão do treinamento físico, longe dos modismos e dos modelos hegemônicos de treinamento. O autor do livro O Músculo da Alma – a Chave para a Sabedoria Corporal, Nuno defende a inovação e a renovação do treinamento físico. É fundador de uma nova abordagem metodológica que une a filosofia, a psicologia e diversas áreas do conhecimento corporal, aplicados ao treinamento físico. Veja mais em www.treinamentoconsciente.com.br

Colunista do VivaBem

18/11/2021 04h00

Provavelmente, você já tem o corpo perfeito e não sabia, mesmo que você esteja acima do peso e o seu corpo não esteja de acordo com os modelos de beleza vigentes.

Para a maioria das pessoas, é bastante difícil acreditar nessa verdade tão crua, científica e evidente.

Por que isso acontece?

A indústria do consumo tem como hábito criar dificuldades para em seguida vender facilidades.

Qual a crença fixada estrategicamente no inconsciente coletivo? Mesmo gozando de perfeita saúde, o seu corpo não é perfeito e deve ser corrigido, sempre seguindo os conselhos veiculados na mídia e nas redes sociais.

Até a década de 1950, sentir-se satisfeita e confortável com o seu corpo era uma meta mais simples de ser atingida. Invertendo os valores atuais, nessa época, estar acima do peso era algo belo e desejável, e a magreza era vista como sinônimo de fragilidade, doença e falta de atributos atrativos ao sexo oposto.

No entanto, a partir do fenômeno em massa da indústria fitness, moldar o próprio corpo, buscando a magreza extrema e o ganho muscular excessivo, tornou-se uma meta inatingível, uma vez que a perfeição não existe, e nunca estamos satisfeitos com aquilo que já temos.

É como se o mercado de consumo tivesse instalado a insatisfação corporal na pauta do dia e, ao fazer isso, como um efeito colateral, instaurou o caos na saúde pública.

O grito de independência em relação a modelos de beleza exigentes e autoritários nunca foi tão urgente. No entanto, muita gente está indo na direção contrária, dando um grito radical e extremo: "O bumbum perfeito ou a morte!"

O que você escolhe?

Cada dia a dinâmica está mais insana e fora do controle na área da estética corporal

Famosas como Bruna Marquezine, Cláudia Raia e muitas outras estão injetando produtos no bumbum para adequá-lo aos modelos de beleza, mesmo que isso possa ser extremamente perigoso.

Assistir aos famosos dando maus exemplos e estimulando procedimentos radicais, como exercícios da moda, dietas extremas, suplementações desnecessárias ou cirurgias apelativas já se tornou uma rotina.

Como o modelo de beleza corporal é irreal e insano, o vale tudo das soluções milagrosas oferecido pelo mercado não para de aumentar.

Veja um trecho de uma matéria publicada recentemente em Universa, que explica o procedimento criado por uma farmacêutica que atende as atrizes famosas citadas acima:

A esteticista acredita que "o bumbum faz toda a diferença na vida da mulher. (...) Mudei a vida de várias mulheres. Tenho paciente que o marido ameaçava se separar por causa da bunda e, depois de realizar o procedimento estético, reconquistou o relacionamento", comenta.

(...) A farmacêutica, no entanto, não revela quais bioestimuladores usa no tratamento

(...) Alexandre Kataoka, médico responsável pelo DEPRO (Departamento de Ética e Defesa Profissional) da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, alerta sobre os riscos do tratamento. Ele explica que qualquer tipo de protocolo com bioativo é perigoso, pois é semelhante a um preenchimento.

É obrigação do profissional informar qual produto está sendo aplicado no paciente [o que a farmacêutica faz]. Hoje em dia, usam a palavra 'bioativo' como eufemismo para produtos que, na verdade, oferecem os mesmos riscos que um silicone líquido, um PMMA, ou hidrogel.

Ele ainda ressalta que todo procedimento com produto invasivo é perigoso. "As complicações são desastrosas, deixam sequelas para o resto da vida. (...) O produto pode causar infecção se ele for introduzido em uma veia ou artéria, por exemplo. No pior dos casos, o quadro pode evoluir para embolia, trombose e até para a morte do paciente."

Conclusão final ao ler o texto:

Caso o seu marido ameace se separar por causa do seu bumbum, peça o divórcio imediatamente.

Diálogo possível, na triste realidade atual dos procedimentos estéticos radicais e apelativos:

- Aonde você vai querida?
- Vou ali na farmácia empinar o bumbum e já volto!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL