PUBLICIDADE

Topo

Larissa Cassiano

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Em dúvida entre cesárea e parto vaginal? Veja algumas perguntas e respostas

iStock
Imagem: iStock
só para assinantes
Larissa Cassiano

Larissa Cassiano é médica ginecologista e obstetra, especializada em gestação de alto risco pela USP (Universidade de São Paulo). Fez residência médica na Maternidade de Vila Nova Cachoeirinha (SP), uma das maiores do Brasil, referência em parto humanizado no SUS e em gestação de alto risco.

Colunista do UOL

06/07/2022 04h00

A cesariana é um procedimento cirúrgico realizado para o nascimento, podendo ser realizado por indicação médica ou desejo da paciente. Algumas indicações podem ser vistas neste outro texto que fiz sobre indicações de cesárea.

Dentre as causas, alterações com o feto durante o trabalho de parto é uma das principais, mas o desejo materno também é possível, desde que a gestante receba todas as informações sobre o parto.

Para auxiliar quem está neste momento de escolha, seguem algumas perguntas e respostas sobre o parto.

A partir de qual idade gestacional a cesárea pode ser realizada por desejo materno?
Caso não exista indicação médica para a cesárea, a pessoa gestante pode optar por ela a partir de 39 semanas completas de gestação, conforme resolução Conselho Federal de Medicina nº 2.284, de 22 de outubro de 2020.

É necessário estar em jejum?
No caso de procedimento agendado, o ideal é um jejum de 8 horas.

Posso manter a extensão para os cílios?
Não, o ideal é que seja retirado até o momento do parto, pelo risco de queimadura elétrica durante o uso do bisturi elétrico.

Pode utilizar maquiagem?
Sim, mas de preferência que a maquiagem na área dos olhos seja com tons mais claros.

Esmalte pode ser utilizado?
Sim, mas também de preferência tons mais claros para que o sensor que mede a oxigenação consiga avaliar corretamente.

A hora de ouro e contato pele a pele podem ocorrer?
Sim, independente da via de parto, tanto o contato pele a pele quanto a primeira hora do bebê com a mãe podem ocorrer sem impedimentos.

O acompanhante pode ficar o tempo todo na sala?
Sim, o acompanhante da gestante pode permanecer durante todo momento do parto ao lado dela, isso está garantido pela Lei Federal nº 11.108/2005: "Os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde - SUS, da rede própria ou conveniada, ficam obrigados a permitir a presença, junto à parturiente, de 1 (um) acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto imediato".

É possível fazer a laqueadura junto com a cesárea?
Sim, desde que o desejo pelo procedimento tenha mais de 60 dias e que os critérios de cesáreas consecutivas anteriores a condição de alto risco materno sejam respeitados.

E o DIU pode ser inserido durante a cesárea?
Sim, logo após o nascimento o DIU pode ser inserido imediatamente ou 4 semanas depois.

Após uma cesárea, qual tempo ideal para uma nova gestação?
O ideal é aguardar um intervalo de 18 a 24 meses após a cesárea e uma nova gestação.

Em caso de trabalho de parto, é possível optar por cesárea?
Sim, tanto por um desejo materno ou por alguma alteração é possível mudar a via de parto.

Independente da via de parto escolhida, a informação na gestação pode fazer toda a diferença, tanto parto vaginal quanto a cesárea possuem particularidades, conversar com profissionais pode ajudar.

Referências:

Trapani Júnior A, Faust LW, Trapani TF. Cesárea: indicações. São Paulo: Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO); 2018. (Protocolo FEBRASGO - Obstetrícia, no. 106/ Comissão Nacional Especializada em Assistência ao Abortamento, Parto e Puerpério)