PUBLICIDADE

Topo

Fernando Guerreiro

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

9 lições do treino que podem ajudar você a crescer em qualquer área da vida

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Fernando Guerreiro

Fernando Guerreiro é formado em educação física e especializado em treinamento funcional. Atleta amador, já completou ultramaratonas e triatlos, e é também head coach da We Move Brasil, equipe de treino especializada em desenvolver um estilo de vida saudável e transformador.

Colunista do VivaBem

22/05/2021 04h00

Em quase três décadas que me dedico ao esporte e em mais de 10 anos como atleta, percebi que alguns princípios usados nos meus treinos fazem todo o sentido para a vida como um todo. Hoje, vou compartilhar com vocês nove lições que aprendi com a atividade física e podem ajudar no seu crescimento em qualquer área:

1. Comece o dia concluindo uma tarefa

Treinar pela manhã é uma ótima forma de já garantir que nenhum outro compromisso (ou a preguiça) impeça você de fazer atividade física naquele dia. Além disso, gera uma satisfação pelo dever cumprido. Mas, como falei, as lições de hoje não valem só para o exercício.

Se você não gosta de treinar pela manhã, procure realizar qualquer outra tarefa logo ao acordar. Pode ser ler um livro, varrer o quintal ou simplesmente arrumar a cama. Ter uma tarefa para realizar vai estimular a produção de dopamina, que chamamos também de "molécula da motivação." A substância melhora nosso direcionamento, aumenta o foco e a concentração.

Quanto mais dopamina é produzida melhor é o nosso planejamento e resistência aos impulsos, temos mais facilidade nas conquistas. Aquela sensação maravilhosa de "Yeah, eu fiz isso!". Nos tornamos mais competitivos e realizadores.

2. Sozinho é mais difícil conquistar algo

Ter alguém engajado na missão com você —ou alguém a quem você deva "prestar contas"— tende a gerar um senso de comprometimento diferente do que quando você faz tudo sozinho (seja o treino, seja uma tarefa do dia a dia). Quando você estiver sem motivação para fazer algo, vai lembrar que existe alguém a mais envolvido nos seus resultados. Isso servirá de incentivo para fazer o que deve ser feito.

3. O tamanho do coração importa

Não existem resultados grandes demais ao ponto de se tornarem impossível, assim como não existem resultados pequenos demais para não serem valorizados. Se quer alcançar algo, faça isso de coração e sempre observe se a paixão e dedicação que está colocando no que faz são suficientes para chegar lá.

4. A vida não é justa, siga em frente

No esporte, muitas vezes treinamos, treinamos, nos esforçamos e o resultado não vem. Prepara-se para decepções. Elas acontecem em qualquer área da vida, mas não podem fazer você parar. Decepções não definem aonde você chegará, pois muitas vezes os resultados não depende só do seu esforço. O mais importante é que mesmo o resultado sendo negativo ou positivo os teus olhos devem estar focados no que está por vir.

5. O fracasso pode tornar você mais forte

Depois de bons resultados na corrida —especialmente de montanha—, entrei para o triatlo. E nas primeiras competições que participei eu era sempre um dos últimos a sair da água na natação. Isso me deixava muito cansado emocionalmente e fisicamente, pois começava a pedalar e depois a correr em desvantagem, tendo que fazer muito esforço para recuperar as posições perdidas.

Em todos os treinos eu olhava para a água como minha inimiga, algo que fazia eu me sentir fraco e ruim. Até o dia em que decidi usar minha maior dificuldade para me tornar mais forte. Em vez de reclamar, eu me apaixonei pela dificuldade, porque sabia que ao vencê-la eu me tornaria não só um nadador melhor, mas também uma pessoa mais forte em outras áreas da minha vida.

6. Você precisa ousar mais

Não se contente apenas em fazer o que está ao seu alcance e na sua zona de conforto. Coloque metas que são verdadeiros desafios. São essas metas que vão fazer vocês se sentir vivo. Pense que, enquanto controla tudo o que vive, você está limitado a viver apenas o que sabe e conhece. Ouse sair da caixinha.

7. Mostre-se à altura da ocasião

Dê o seu melhor nos momentos mais difíceis; sabemos que mar calmo não faz bons marinheiros. Todos nós atravessaremos momentos difíceis na vida, por escolha ou por algum fator externo, quando esse momento chegar encare-o de frente, coloque-se a altura das dificuldades, mergulhe na solução e no crescimento.

8. Dê esperança às pessoas

Já percebeu o quanto é positivo quando você recebe uma palavra de incentivo quando está em um momento difícil do treino ou de uma competição? Em momentos duros, não seja a pessoa que deixa as coisas mais difíceis. Pense nas suas palavras com otimismo, sem negar a realidade. Na dor de alguém (ou na sua), não deixe que suas atitudes criem mais um ferimento, procure ser o remédio a pessoa precisa. Seja um fator de encorajamento. Atitudes simples ajudam, como estar ali do lado para um abraço, uma ligação ou mensagem de incentivo. Não importa como, mas trate as pessoas com compaixão.

9. Jamais desista

Talvez, olhar e sentir a dor do momento leve você a pensar em outras coisas muito mais fáceis que poderia estar buscando. Nesse momento, lembre-se que as dificuldades são passageiras, e são elas que farão de você alguém melhor e mais forte. Desistir é um prazer momentâneo que vai tirar sua paz todas as vezes que você se lembrar de onde é o seu lugar verdadeiro.

Eu acredito que existe um lugar especial para todos os que se dedicam diariamente.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL