PUBLICIDADE

Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Taise Spolti

Entre o Natal e Ano-Novo: não faça restrições, aprenda com seu metabolismo

Getty Images
Imagem: Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Taise Spolti

Formada em educação e em nutrição, Taise Spolti é ex-fisiculturista e participou do programa Masterchef, da Band. Em sua coluna, traz receitas que aliam ingredientes saudáveis à gastronomia, além de mostrar como a alimentação equilibrada, a prática de exercícios e outros bons hábitos são essenciais para trilhar o caminho da saúde e do bem-estar físico e mental.

Colunista do UOL

26/12/2021 10h16

Nesta época, é muito comum vermos matérias e dicas na internet falando em como fazer detox do dia seguinte, restringir alimentos da ceia, fazer substituições, contar calorias dos alimentos, tudo para reforçar que devemos nos comportar durante as festas e na companhia de quem amamos.

Esta época pode, inclusive, trazer sentimentos tristes e melancólicos em muitas pessoas, e sabemos que tanto felicidade quanto tristeza, sendo antagônicos, podem ser gatilhos para comportamentos negativos na alimentação. Exemplos vão de excesso de restrição até excesso de consumo, reclusão social, ou apenas "comer e beber como se não houvesse amanhã".

Nos últimos meses do ano é muito comum, também, que vejamos na internet aquele velho reforço de que devemos fazer dieta e exercícios durante o ano para, justamente, poder extrapolar no final do ano, como uma espécie de merecimento ou meta alcançada, e o presente é poder jogar o balde fora.

Nem um extremo nem outro, o que desejo a você com as minhas matérias aqui é justamente mostrar que podemos viver em desprendimento com esse comportamento de que devemos comer e beber de tudo sem pensar no bem-estar e na saúde, ou então de viver no extremismo de que só é saudável ou tem um "corpo bonito" quem vive em restrição, não bebe com amigos, troca tudo pelo integral, pelo funcional, ou então vai a eventos e conta todas as calorias para saber quanto exercício deve fazer durante a semana para compensar.

Já trabalhei muitos anos com pessoas que vivem em um extremo ou outro, aqueles 8 ou 80, e isso de forma geral é o que vemos na internet, e não, não é o que desejo a você.

Desejo que você aprenda com seu metabolismo a recompensar quando deve, pois é seu mérito, mas que também saiba respeitar os sinais de seu corpo e entender que excessos não fazem bem, em nenhum ponto.

Comer demais, ultrapassar os limites, empurrar um pedaço a mais além do limite de satisfeito, comer pensando que "ano que vem será diferente", restringir os encontros com familiares, pois não quer sair da dieta. Esses excessos e excessos, seja de calorias que sabemos que farão mal, seja de restrições calóricas, é que nos afastam da realidade.

Nem tudo é corpo, nem tudo é estética, nem tudo é por beleza ou por encaixe. Você não precisa imaginar sua alimentação ou comportamento alimentar como base para ter um corpo dos sonhos, ou então esquecer que tem uma saúde para manter, já que ela o levará a todas as comemorações que você desejar ter pela frente em sua vida.

Entenda que o mais saudável de tudo é não ser refém da comida ou da comemoração em data marcada para ser feliz.

Para quem já está na fase de alimentação mais restrita, exercícios intensos e uma rotina mais saudável, entenda que seu corpo não vai sair da linha por uma noite de comemoração. Você não estará saindo da dieta, você não estará colocando tudo a perder, não ganhará cinco quilos em uma noite comendo peru, salpicão e farofa.

Pense no equilíbrio calórico, pense no seu metabolismo como sendo otimizado a estabelecer a rotina necessária para colocar tudo em ordem no seu organismo já no dia seguinte, sem precisar de jejum pós-festa, sucos detox ou alimentação diferenciada. É apenas voltar ao normal e seguir com sua rotina. O seu corpo sabe como eliminar os excessos que você consumiu na noite passada, mas se cabe uma dica é: tome bastante água. Como o metabolismo de quem já tem uma rotina saudável já está treinado a fazer seu detox natural da melhor maneira possível, ele conseguirá eliminar, sem problema algum, aquelas calorias a mais, metabolizará a gordura excedente sem fazer depósito e também excretará o restante de comida que ingeriu.

Não entre no ciclo vicioso de não comer durante o dia para compensar o que comeu a noite. Não reforce comportamento alimentar restrito que pode levar a um distúrbio alimentar no futuro. Tome água, escute seu organismo, coma o que desejar e não exceda, siga seu ritmo saudável de sempre sendo feliz com aqueles que você ama. A vida é muito para ser reduzida a uma busca incessante de um corpo saudável e magro.

Para aqueles que apenas não seguem rotina fixa, que tal diminuir um pouco o ritmo e prestar mais atenção aos sinais que o seu corpo está lhe dando? Sua saúde é preciosa, seu corpo pode estar mostrando que você deve frear e reduzir o seu ritmo de consumo. Não precisa restringir, não precisa parar, apenas reduza. Preste atenção no seu cansaço, na sua disposição, na frequência com que fica doente, com inflamações e infecções frequentes, na qualidade do seu sono, nos inchaços de mãos, pernas e pés, no seu trânsito intestinal, na cor da sua urina. Preste atenção no que o seu corpo precisa.

Você não precisa esperar até depois do Carnaval para iniciar seu projeto de vida saudável. Não precisa fazer valer com muitas despedidas de refeições calóricas e enormes nesta época de final de ano, imaginando que ano que vem não poderá comer nada que gosta. Inicie agora, aos poucos, consuma o prato que o sacia, e assim que conseguir chegar no seu estado satisfeito, pare, vá brincar com as crianças da família, vá conversar com seus primos e parentes próximos, ligue para quem está com saudade, mas não desconte na comida e na sua alimentação um estado emocional.

Sinais como os que eu mencionei, como urina, intestino, sono, podem estar lhe mostrando que algo da sua saúde não está bem, e que você não precisa fazer restrições alimentares para alcançar um estado saudável, mas que se manter em excessos, consumo excessivo de calorias, frituras, cerveja e bebidas alcoólicas, doces e açúcares também não será o ideal. O velho e bom amigo equilíbrio deve permanecer na nossa vida, principalmente no que diz respeito a atitudes e comportamentos alimentares. Nem um extremo de restrição nem o extremo de consumo são benéficos a nossa saúde física e mental.

Nestas festas, coma consciente, preste atenção no seu corpo, metabolismo, beba bastante água, priorize o sono, a risada, a alegria e o bom humor junto daqueles que você ama.