PUBLICIDADE

Topo

Ageless

Pele firme: nove alimentos que você deve consumir para estimular o colágeno

iStock
Imagem: iStock
Silvia Ruiz

Silvia Ruiz é jornalista e trabalha com comunicação digital e PR. Durante mais de 15 anos atuou na cobertura de saúde, bem-estar e estilo de vida. É apaixonada por alimentação natural, meditação e práticas holísticas. Mãe do Tom, do Gabriel e da Myra, tem bem mais de 40 anos e está tentando aprender a viver bem na própria pele em qualquer idade.

Colunista do UOL

09/10/2020 04h00

Colágeno. A palavra que parece que não sai mais do nosso vocabulário depois dos 40. A gente associa diretamente essa proteína produzida pelo nosso próprio corpo à firmeza da pele porque é o que a gente vê, mas ela também é responsável por manter nossos tendões, cartilagem e tecido conjuntivo em ordem. Podemos dizer que é a "cola" que mantém o corpo firme.

Sempre que eu mostro minha rotina de alimentação e suplementação no Instagram (me siga lá também @silviaruizmanga) chovem questões se isso seria mesmo necessário. Comer ou suplementar? Eis a questão! Quando a gente fala em colágeno, essa é uma dúvida frequente.

O fato é: a partir dos 30 anos nossa capacidade de produzir o colágeno diminui (a gente não come ou toma colágeno, mas, sim, os aminoácidos e nutrientes necessários para o corpo fabricá-lo). Além disso, outros elementos ambientais também colaboram para a degradação da proteína, como radiação ultravioleta do sol, poluição, estresse oxidativo e cigarro. E, após os 45, 50 anos, essa queda se acentua ainda mais, portanto, a gente tem que redobrar os cuidados.

O corpo usa uma série de "ingredientes" em sua "receita" para produzir o colágeno. E, mesmo que a gente faça ingestão de suplementos com aminoácidos (que são parte importante dessa receita), a fonte prioritária de matéria-prima deve vir dos alimentos. Todos os ingredientes são fundamentais, senão a produção não vai acontecer. Precisamos oferecer nutrientes como como vitamina C, silício orgânico, vitaminas e minerais em geral.

Portanto, reforçar a dieta com os alimentos certos é chave, senão, ainda que você faça suplementação ou até tratamentos dermatológicos em busca de mais firmeza da pele, como laser ou os famosos bioestimuladores de colágeno, se o corpo não tiver os elementos via nutrição, você vai jogar dinheiro fora.

Não subestime o poder da dieta na qualidade da sua pele! Tudo que a gente come pode ajudar ou prejudicar o nosso amado colágeno. Inclua na sua dieta regular estes nove alimentos abaixo que, segundo o nutricionista clínico Lázaro Medeiros, especialista em genômica nutricional, vão dar ao o que o corpo o que ele precisa para fabricar o colágeno:

1. Frango
Muitos suplementos de colágeno têm o frango como fonte de aminoácidos. Então nada melhor do que comer essa fonte de proteína no dia a dia com frequência (além do mais ela tem o benefício de ser baixa em gorduras).

2. Clara de ovo
A clara é uma fonte rica de prolina, um dos ingredientes importantes na produção do colágeno.

3. Frutas cítricas e tropicais
Outro ingrediente importante na produção do colágeno é a vitamina C, abundante em frutas como limão e laranja. Outras fontes boas são frutas tropicais como manga, kiwi, abacaxi, goiaba e acerola. A vitamina C tem um papel importante também na qualidade do colágeno: deixa ele mais firme e saudável. A laranja e a tangerina são também boas fontes de silício, outro nutriente importante para o colágeno.

4. Feijão e lentilha + arroz
O nosso adorado feijão contém aminoácidos necessários para a síntese do colágeno, além de ser rico em cobre, outro nutriente importante na equação. A lentilha também é rica em proteínas. A combinação do arroz com o feijão oferece todos os aminoácidos que o corpo necessita, fica super completo.

5. Semente de linhaça
Fonte poderosa de ômega 3, que ajuda na elasticidade da pele. Também é fonte de tiamina, manganês e magnésio.

6. Folhas verde escuras
Fonte de vitaminas A, C e K, ferro, cálcio e magnésio. Além de serem incríveis fontes de fibra para a dieta também.

7. Castanha de caju, castanhas e nozes
A castanha de caju contém zinco e cobre, ambos nutrientes que são necessários para a produção. Não precisa abusar da quantidade, já que também é calórica, mas um pouco por dia já é suficiente. Já as castanhas e nozes são fonte de silício, outro nutriente usado na síntese do colágeno.

8. Quinoa
É um alimento de alto valor biólogo, contém todos os aminoácidos essenciais que o nosso corpo precisa. Ela também é fonte de cálcio, ferro, ácidos graxos, ômega 3 e 6 e zinco. Dica: substitua o trigo por quinoa na receita de tabule ou de quibe de forno.

9. Alho
O enxofre é crucial para a produção do colágeno, e o alho é uma ótima fonte dele, além de conter taurina e ácido lipólico, que ajudam a reparar fibras colágenas danificadas.