PUBLICIDADE

Topo

Adriana Miranda

Como manter equilíbrio entre mente e corpo nessa quarentena

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Adriana Miranda

Aos 62 anos, ela é palestrante e entusiasta da vida saudável e das atividades físicas. Procuradora aposentada do estado de São Paulo, está sempre em busca de segredos para ter mais disciplina, foco e determinação, para manter a saúde física e um estilo de vida leve e positivo.

Colunista do UOL

22/04/2020 04h00

Neste período de pandemia, isolamento social e covid-19 sendo os únicos assuntos presentes em todo lugar, fica difícil manter o equilíbrio e se adaptar a uma nova rotina, não é mesmo? Os dias já não são mais os mesmos e, consequentemente, nossos pensamentos, atividades diárias, rotinas e sonhos são constantemente dominados pelo medo, insegurança e muita ansiedade.

Acredito que todo mundo aqui já se sentiu assim pelo menos um dia em meio a todo esse caos. E está tudo bem se sentir assim! Este último mês está sendo de altos e baixos, dias bons e ruins, e é normal no meio disso tudo bater o desânimo e a tristeza.

Porém, o que não podemos é deixar que esses sentimentos tomem conta de nós o tempo todo. Precisamos criar barreiras para driblar essas emoções e, assim, nos esforçarmos para manter o equilíbrio nesse momento tão conturbado.

Por isso, hoje quero compartilhar pequenas dicas para tentar deixar a quarentena mais leve e ajudar todos a encontrarem um equilíbrio entre mente e corpo. Vamos tentar canalizar nosso tempo e energia em coisas boas e afastar de nós tudo aquilo que, infelizmente, não podemos controlar?

  • Dica número um: Exercite-se! Tente estabelecer um horário para você se dedicar exclusivamente a praticar alguma atividade física em casa. Há diversos treinos básicos sendo disponibilizados gratuitamente na internet e é possível treinar utilizando apenas o próprio peso do corpo ou com apoio de alguns objetos da casa. Coloque uma música bem animada e que você adora e se esforce para criar essa rotina, tenho certeza que após o primeiro treino concluído você se sentirá bem melhor.
  • Dica número dois: Meditação! Não se assuste caso você seja uma pessoa mega ansiosa e que sempre disse que jamais seria capaz de meditar. Você pode sim! Primeiro passo, acredite em você e se dedique para isso. A meditação é um processo de inúmeras tentativas. Sente-se ou deite-se confortavelmente, preste atenção em sua respiração, sinta o ar sair e entrar. Coloque um fone de ouvido e uma música tranquila para te ajudar a relaxar. Mas não adianta meditar e depois ficar vendo as notícias ruins na TV e na internet, combinado?
  • Dica número três: Mantenha o contato virtual com as pessoas que você ama! Com a distância social, acredito que é o momento de abraçarmos toda a tecnologia e nos conectarmos mais vezes com pessoas que amamos e com aquelas que, durante a rotina corrida, acabamos não tendo tempo de conversar. Já que não podemos nos encontrar pessoalmente, nada nos impede de marcarmos um happy hour, um treino funcional, uma aula de ioga ou até mesmo um jantar virtual com os amigos, né? Estar próximo de quem é importante para nós, mesmo que através de uma tela, trará conforto e força para seguirmos esse momento.

A preocupação e insegurança fazem parte da situação, mas com pequenas atitudes podemos preencher o nosso dia a dia com mais alegria e tentar criar uma nova rotina.

É o momento para fazermos tudo aquilo que tanto reclamávamos que não tínhamos tempo de fazer. É momento de reconexão com a família e amigos. É tempo de união e empatia! E também de se agarrar na esperança de que tudo vai ficar bem logo.

*Adriana Miranda (@adrianammiranda) é palestrante e, aos 63 anos, entusiasta da vida saudável e das atividades físicas. Está sempre em busca de segredos para ter mais disciplina, foco e determinação, para manter a saúde física e um estilo de vida leve e positivo.