PUBLICIDADE

Topo

Quer dieta para perder gordura e ganhar massa por menos de R$ 18 por dia?

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Adriana Miranda

Aos 62 anos, ela é palestrante e entusiasta da vida saudável e das atividades físicas. Procuradora aposentada do estado de São Paulo, está sempre em busca de segredos para ter mais disciplina, foco e determinação, para manter a saúde física e um estilo de vida leve e positivo.

Colunista do UOL

29/01/2020 04h00

Uma dos comentários que eu mais vejo nas minhas redes sociais hoje em dia é que é muito caro fazer uma dieta alimentar, e que é preciso ter dinheiro para fazer uma alimentação saudável. Será que isso é mesmo verdade?

Vou compartilhar alguns exemplos de cardápios que sigo nas minhas refeições, com valores aproximados dos alimentos, para você perceber que há boas opções de alimentos, com um custo baixo e fácil de gerenciar no dia a dia.

Dieta calculada para perda de gordura e ganho de massa muscular - 2 mil calorias diárias

Café da manhã: ovos e banana com aveia

Custos:
Ovos grandes - 4 unidades - R$ 2,18
Banana nanica - 1 unidade - R$ 0,95
Aveia em flocos - 40 gramas - R$ 0,49
Total: R$ 3,62

Almoço: arroz integral, feijão, filé de frango, salada de alface e tomate

Custos:
Arroz integral - 100 gramas - R$ 0,74
Feijão - 120 gramas - R$ 0,51
Frango - 120 gramas (cozido) - R$ 1,84
Salada - 60 gramas - R$ 0,73
Total: R$ 3,82

Lanche da tarde: vitamina de banana com whey

Custos:
Leite desnatado - 200 ml - R$ 0,70
Banana nanica - 1 unidade - R$ 0,95
Aveia - 30 gramas - R$ 0,42
Whey 100% - 30 gramas - R$ 1,92
Total: R$ 3,99

Jantar: panqueca de carne moída com salada de alface e tomate

Custos:
Ovos grandes - 1 unidade - R$ 0,54
Aveia - 30 gramas - R$ 0,42
Carne moída (patinho) - 200 gramas - R$ 4,65
Salada - 60 gramas - R$ 0,73
Total: R$ 6,34

Importante: os valores são estimados, considerando uma média dos preços na data atual, podendo variar de local para local e cidade para cidade.

Ou seja, em um dia de alimentação balanceada, com quatro refeições gostosas, o seu gasto total seria de R$ 17,77. Não adicionei bebidas, pois sou fã da água natural e não gosto de beber junto com as refeições.

Eu sempre falo que é muito mais simples e econômico do que parece. Reforço que é sempre importante procurar nutricionistas e médicos especializados, pois cada corpo é diferente do outro, e as recomendações alimentares são individualizadas.

Convém ressaltar que uma dieta alimentar mal feita pode custar muito caro para o nosso corpo e para a nossa saúde. Quando investimos na nossa alimentação, estamos investindo em nós mesmos, na nossa saúde e bem-estar. Acredito que vale muito a pena e só temos a ganhar!

Então, reforço: é possível e barato ter uma alimentação rica e balanceada, sem passar fome, visando nosso bem-estar e nossa saúde.

*Adriana Miranda (@adrianammiranda) é palestrante e, aos 63 anos, entusiasta da vida saudável e das atividades físicas. Está sempre em busca de segredos para ter mais disciplina, foco e determinação, para manter a saúde física e um estilo de vida leve e positivo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL