Topo

Coluna

Adriana Miranda


Adriana Miranda

O que faço para ganhar músculos mesmo prestes a completar 63 anos

Musculação, boa alimentação e descanso são os pilares da Adriana Miranda para ganhar músculos - Arquivo pessoal
Musculação, boa alimentação e descanso são os pilares da Adriana Miranda para ganhar músculos Imagem: Arquivo pessoal
Adriana Miranda

Aos 62 anos, ela é palestrante e entusiasta da vida saudável e das atividades físicas. Procuradora aposentada do estado de São Paulo, está sempre em busca de segredos para ter mais disciplina, foco e determinação, para manter a saúde física e um estilo de vida leve e positivo.

Colunista do UOL VivaBem

08/05/2019 04h00

Uma das perguntas mais frequentes que recebo nas minhas redes sociais é como fazer para ganhar massa muscular, principalmente quando vamos ficando mais velhos.

Se engana quem acredita que é impossível ganhar massa magra depois de uma certa idade. É claro que quanto mais velhos ficamos, isso se torna mais difícil, principalmente para nós mulheres após a menopausa. Mas, não é impossível.

Eu falo aqui por experiência própria. Faço periodicamente o exame de bioimpedância e os resultados mostram que consegui ganhar massa muscular ao longo dos últimos anos. O mais importante: naturalmente, sem a ajuda de hormônios.

E, neste mês estou completando sessenta e três anos! Muita gente sonha com um corpo definido e músculos aparentes. E a boa notícia é que, dando tempo ao tempo, e com muito esforço, disciplina e dedicação qualquer um pode obter este resultado.

O que acontece com muita frequência é que as pessoas vão ficando mais velhas e se acomodam, achando que não adianta nem tentar, que não conseguem mais ganhar músculos. Mas, não é bem assim!

Alimentação é essencial

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal
Acredito que a dieta é 70% do sucesso. Lembra daquela famosa frase: "Você é o que você come"? Pois bem, quando se trata de ganho de massa muscular, nada faz mais sentido. A alimentação é importante tanto para o processo de ganho de massa magra, quanto para a perda de gordura. Por isso, evito cometer o erro de achar que para queimar gordura e definir músculos não é preciso comer.

A ajuda de um programa nutricional sempre foi fundamental para alcançar meus objetivos. É claro que a prática de exercício físico é fundamental para o ganho de massa magra, particularmente, a musculação. Como já falei inúmeras vezes, sou fã da musculação, pois quando feita regularmente, e com a orientação de um profissional, dá ótimos resultados.

Eu pratico musculação cinco vezes por semana, faça chuva ou faça sol. Sou muito disciplinada e não falto aos treinos de jeito nenhum. E uma tática que uso na academia é sempre tentar sair da minha zona de conforto

Além disso, não faço só treino de força e exercícios aeróbicos fazem parte do meu programa para definição muscular, pois auxiliam na perda de gordura --que encobre os músculos e impede que eles apareçam. Só não exagero nos exercícios aeróbicos. Eu costumava fazer muito esse tipo de atividade e percebi que estava perdendo massa muscular, mesmo praticando musculação regularmente. Então, resolvi diminuir a frequência do exercício aeróbico. Resultado: comecei a ganhar mais músculos!

Outro fator importante para o ganho de massa magra é uma boa qualidade de sono. Enquanto dormimos acontece a reparação das células que foram destruídas durante o treino. Por isso, quanto mais intenso o treino de musculação, mais importante se torna uma boa noite de sono. Além disso é durante o sono que o corpo produz o hormônio do crescimento (GH) e faz a síntese proteica, que são processos essenciais para hipertrofia.

Lembrando que o descanso também é o que vai permitir que tenhamos as condições ideais para o treino no dia seguinte. Seguindo essas dicas e com a orientação de um bom profissional de educação física e de um nutricionista, consigo ganhar massa magra.

Mas não podemos esquecer: ganhar músculos não é tarefa fácil , exige dedicação diária, disciplina, esforço e muita paciência. Porém, os resultados valem a pena!

*Adriana Miranda (@adrianammiranda) é palestrante e, aos 63 anos, entusiasta da vida saudável e das atividades físicas. Está sempre em busca de segredos para ter mais disciplina, foco e determinação, para manter a saúde física e um estilo de vida leve e positivo.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Mais Adriana Miranda