Suga açúcar do sangue, extrai colesterol e rejuvenesce: os benefícios do espinafre à saúde

Por Samantha Cerquetani

O espinafre, originado na Pérsia, é um vegetal de folhas verde-escuras, rico em ferro, vitaminas A, K, B2, cálcio, fósforo, potássio, magnésio, fibras, proteínas e carboidratos.

iStock

Papel na prevenção da prisão de ventre: As fibras presentes no espinafre ajudam a evitar a prisão de ventre, promovendo o trânsito intestinal e aumentando a massa fecal.

iStock

Benefícios para a visão: Fonte de vitamina A, zeaxantina e luteína, o espinafre contribui para a saúde ocular, prevenindo degeneração macular e catarata.

iStock

Controle da pressão arterial: O alto teor de potássio e baixo teor de sódio no espinafre auxiliam no controle da pressão arterial, contribuindo para a saúde dos hipertensos.

iStock

Proteção cardiovascular: Vitaminas C, E, K, betacaroteno e folato presentes no espinafre protegem contra a formação de colesterol oxidado, relacionado a doenças cardiovasculares.

iStock

Ação anti-envelhecimento: O ácido alfa-lipóico no espinafre atua como antioxidante, combatendo o envelhecimento precoce e reduzindo inflamações.

iStock

Benefícios para os ossos: Rico em cálcio, vitamina K, fósforo e sulforafano, o espinafre contribui para a saúde óssea e previne doenças como a osteoporose.

iStock

Indicado para anemia: O ferro e ácido fólico no espinafre são essenciais para quem sofre de anemia, sendo importante combiná-lo com fontes de vitamina C para melhor absorção.

iStock

Ação positiva para diabéticos: O espinafre, por conter fibras, retarda o esvaziamento gástrico, reduzindo a absorção de açúcar e contribuindo para o controle glicêmico em pessoas com diabetes.

iStock

Estudos promissores: Indicações de que o espinafre pode prevenir câncer, devido à clorofila, e fortalecer músculos, devido à presença de nitrato, embora esses benefícios ainda necessitem de estudos em humanos.

iStock

Riscos e contraindicações: Consumo moderado é recomendado devido ao alto teor de vitamina K, e pessoas em uso de anticoagulantes devem preferir o espinafre cozido. O alimento também contém oxalato, associado a pedras nos rins, e purinas em excesso, podendo causar gota.

iStock

Formas de consumo saudáveis: Preparo com pequena quantidade de gordura, cozimento para redução de ácido oxálico, e combinação com alimentos ricos em vitamina C para melhor absorção de minerais.

Getty Images/iStockphoto

Recomenda-se consumir pelo menos uma porção de espinafre, cerca de meio prato de sobremesa, três vezes por semana para aproveitar seus benefícios.

iStock

Pode ser incluído em saladas, smoothies, cozido, em molhos, sopas, omeletes, cremes, panquecas, tortas, massas e suflês, além de ser refogado com cebola e alho.

Tomas Rangel/Divulgação

Para mais informações e dicas de saúde como essa, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 21 de dezembro de 2023.