Suga açúcar do sangue, absorve colesterol e reduz risco de câncer: os benefícios do blueberry à saúde

Por Samantha Cerquetani

Conhecido como blueberry, o mirtilo é uma fruta azul que ganhou destaque no Brasil na década de 1980, originando-se do cultivo na região sul do país.

Reinaldo Canato/UOL

Os benefícios do mirtilo decorrem dos antioxidantes como tanino, ácidos fenólicos e antocianina, responsáveis pela coloração azul da casca e pela prevenção de doenças.

Reprodução Instagram @naturally.jo

Além de ser uma potente fonte de antioxidantes, o mirtilo é rico em vitaminas e minerais, contribuindo para a prevenção de diversas doenças.

iStock

Com apenas 57 calorias e 14g de carboidratos por 100g, o consumo de mirtilo favorece a manutenção da saúde sem contribuir para o ganho de peso.

iStock

Benefícios Cardiovasculares: Estudos indicam que os antioxidantes presentes no mirtilo reduzem o colesterol ruim, diminuindo os riscos de doenças cardíacas e problemas relacionados à síndrome metabólica.

iStock

Saúde Ocular Aprimorada: O mirtilo é eficaz na prevenção de doenças oculares, como catarata e glaucoma, melhorando a visão noturna e combatendo a fadiga ocular.

iStock

Controle do Diabetes: Pesquisas mostram que o mirtilo melhora a sensibilidade à insulina, reduzindo os níveis de açúcar no sangue e contribuindo para o controle do diabetes.

iStock

Proteção contra Infecções Urinárias: Substâncias presentes no mirtilo ajudam a prevenir infecções urinárias, impedindo que bactérias se fixem à parede da bexiga.

iStock

Recuperação Muscular: O consumo de mirtilo demonstrou reduzir danos musculares pós-exercício, acelerando a recuperação funcional muscular, especialmente após atividades intensas.

iStock

Controle da Hipertensão: Estudos sugerem que o mirtilo, rico em flavonoides, pode ser benéfico para quem sofre de pressão alta, proporcionando uma redução significativa da pressão arterial.

iStock

Potencial Anticâncer: Antioxidantes presentes no mirtilo estão associados à prevenção do câncer, inibindo o crescimento e a disseminação de células cancerosas.

iStock

Melhoria da Função Cerebral: Estudos em animais indicam que os antioxidantes do mirtilo podem beneficiar a função cerebral, com potencial impacto na prevenção de doenças como o Alzheimer.

bynek Pospisil/iStock

Recomenda-se o consumo diário de aproximadamente 25g de mirtilo para usufruir de seus benefícios, podendo ser ingerido in natura ou em diversas formas processadas.

Getty Images/iStockphoto

A coloração, firmeza e ausência de sinais de umidade são indicativos de frescor na hora da compra, enquanto frutas avermelhadas podem não estar maduras.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

Reprodução Instagram @naturally.jo
Publicado em 16 de janeiro de 2024.