Fortalece cabelos, aumenta produção de glóbulos vermelhos e reconstrói tecidos: os benefícios do coração de frango à saúde

Por Gabriele Maciel

O coração de galinha é comum em churrascos, mas também pode ser usado em risotos e baião de dois.

iStock

É uma proteína de baixa densidade energética, adequada para dietas equilibradas.

Thais Ceneviva/Getty Images/iStockphoto

A textura macia e tamanho pequeno podem levar ao consumo exagerado, o que é problemático devido às gorduras saturadas.

MariyaPhoto/Getty Images/iStockphoto

Boa Fonte de Proteína: Contém todos os aminoácidos essenciais, auxiliando na saúde do cabelo, pele e músculos.

iStock

Recomendado para Recuperação: Indicado para pessoas que sofreram queimaduras, devido ao seu papel na reconstrução de tecidos.

iStock

Alto Teor de Ferro: 100 g de coração de galinha contêm 16,7 mg de ferro, essencial para transporte de oxigênio e produção de glóbulos vermelhos.

iStock

Vitamínas do Complexo B: Rica em vitaminas do complexo B, como niacina (B3), que ajudam na sinalização celular e prevenção do envelhecimento precoce.

iStock

Conteúdo de Zinco: O zinco no coração de galinha auxilia no combate a infecções e na cicatrização de feridas.

iStock

Gorduras Insaturadas: Contém gorduras insaturadas que ajudam a reduzir o colesterol "ruim" (LDL) e aumentar o "bom" (HDL).

iStock

Preparação Saudável: Grelhar ou assar reduz a quantidade de gordura no coração de galinha, tornando-o uma opção mais saudável.

Alleko/Getty Images/iStockphoto

Utilizar temperos naturais e marinar no vinho melhora o sabor do coração de galinha.

Thais Ceneviva/Getty Images/iStockphoto

Para mais informações, acesse VivaBem.

Vladimir Mironov/Getty Images/iStockphoto
Publicado em 10 de julho de 2024.