Equilibra açúcar no sangue, desinflama e absorve gordura: os benefícios do gengibre à saúde

Por Samantha Cerquetani

O gengibre tem uma longa história de uso medicinal e é conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

the_burtons/Getty Images

O gengibre é baixo em calorias (80 kcal a cada 100 gramas) e rico em minerais como magnésio e potássio.

iStock

O gengibre pode ser encontrado em várias formas, incluindo fresco, em conserva, cristalizado, seco e em pó, cada uma com benefícios nutricionais.

iStock

Controle de Diabetes: Gingerois no gengibre ajudam no controle de diabetes tipo 2, melhorando a secreção de insulina e reduzindo os níveis de glicose no sangue.

iStock

Alívio de Cólicas Menstruais: As propriedades anti-inflamatórias do gengibre reduzem as dores menstruais de forma eficaz, similar a medicamentos.

Getty Images/iStockphoto

Auxílio na Perda de Peso: O efeito termogênico do gengibre aumenta a queima de calorias e reduz a absorção de gorduras, auxiliando no emagrecimento.

iStock

Prevenção de Câncer: O gingerol no gengibre tem propriedades antioxidantes que podem ajudar a combater vários tipos de câncer, incluindo mama, colón e pâncreas.

iStock

Melhoria da Memória: Consumo de gengibre pode melhorar a função cerebral e memória, especialmente em pessoas de meia-idade.

iStock

Combate a Infecções: O gengibre reduz o crescimento de várias bactérias e combate infecções respiratórias, gengivite e periodontite.

iStock

Melhora a Digestão: Ajuda na produção de enzimas digestivas, previne úlceras gástricas e acelera o esvaziamento do estômago, aliviando indigestão crônica.

iStock

Alívio de Problemas Respiratórios: Possui propriedades descongestionantes e expectorantes, ajudando a limpar as vias respiratórias e aliviar a tosse.

Getty Images/iStockphoto

Combate Náuseas: O gengibre é eficaz na prevenção e alívio de náuseas de várias origens, incluindo viagens, pós-operatórias, quimioterapia e gravidez.

iStock

Redução de Dores Musculares: Consumir gengibre regularmente ajuda a controlar a dor muscular pós-exercício e reduz a progressão diária das dores.

iStock

Riscos do Consumo Excessivo: Consumir gengibre em excesso pode causar refluxo, irritação na boca e diarreia. Deve ser evitado por gestantes em grandes quantidades e por pessoas com hipertireoidismo, hipertensão, ou em uso de anticoagulantes.

iStock

Para mais informações, acesse VivaBem.

Adobe Stock
Publicado em 14 de junho de 2024.