Elimina colesterol ruim, reduz pressão alta e reforça imunidade: os benefícios do caqui à saúde

Por Samantha Cerquetani

Originário da China e do Japão, o caqui rapidamente se adaptou ao clima tropical brasileiro, apresentando diversas variedades.

iStock

Com formato semelhante ao tomate, o caqui é composto por grande quantidade de água, tendo sabor adocicado e textura que varia de macia a firme.

Getty Images

Rico em nutrientes, o caqui oferece cerca de 70 kcal em 100 g, sendo uma excelente fonte de vitamina A, C, fibras, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, manganês, zinco, licopeno, betacaroteno e frutose.

Divulgação

Saúde Cardíaca com Antioxidantes: O consumo regular de caqui, rico em antioxidantes, reduz o risco de doenças cardíacas, prevenindo a aterosclerose, diminuindo a pressão arterial e reduzindo o colesterol ruim.

iStock

Benefícios para o Intestino com Fibras: As fibras presentes no caqui, cerca de 6,5 g em 100 g, promovem um funcionamento saudável do intestino, facilitando a eliminação das fezes.

iStock

Controle da Pressão Arterial com Betacaroteno e Potássio: O betacaroteno no caqui auxilia na manutenção da pressão arterial, enquanto o potássio expande os vasos sanguíneos, controlando a pressão.

iStock

Saúde Ocular e Prevenção de Doenças: Com luteína, zeaxantina e vitamina A, o caqui reduz o risco de doenças oculares, incluindo a degeneração macular, contribuindo para o funcionamento da córnea.

iStock

Estímulo à Imunidade com Vitamina C e Licopeno: A presença de vitamina C e licopeno no caqui estimula a produção de glóbulos brancos, fortalecendo o sistema imunológico.

Getty Images/iStockphoto

Indicado para Gestantes e Saúde Intestinal: Gestantes se beneficiam da vitamina A e fibra do caqui para o crescimento fetal e regularidade intestinal.

iStock

Energia para Praticantes de Atividade Física: Rico em açúcar, o caqui oferece energia, enquanto o potássio repõe minerais perdidos no suor, contribuindo para a saciedade.

iStock

Combate ao Estresse Oxidativo com Antioxidantes: O betacaroteno, vitamina C, E, flavonoides e licopeno no caqui combatem radicais livres, retardando danos celulares e estresse oxidativo.

iStock

Estudo sobre Benefício na Artrite: Pesquisas em ratos indicam que o caqui pode combater a inflamação da artrite, mas estudos humanos são necessários para comprovar esse benefício.

iStock

Cautelas para Diabéticos e Evitar Consumo Excessivo: Devido à alta concentração de glicose e frutose, o caqui deve ser consumido com moderação por diabéticos.

iStock

Para mais informações e dicas de saúde como essa, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 18 de dezembro de 2023.