Bloqueia gordura, reduz peso e sacia fome : os benefícios da abóbora à saúde

Por Samantha Cerquetani

A abóbora é um fruto nativo da América do Sul, conhecido como jerimum em algumas regiões do Brasil, e já fazia parte da alimentação indígena antes da colonização.

iStock

No Brasil, as variedades mais consumidas são a moranga e a abóbora japonesa ou cabotian.

iStock

Além de ser rica em vitaminas A e C, a abóbora possui fibras, potássio, magnésio, cálcio, vitamina E, ferro e vitaminas B1, B3, B5 e B6.

Genaro Braga

O betacaroteno na abóbora se converte em vitamina A, protegendo contra a degeneração visual relacionada à idade.

iStock

Carotenoides, vitamina C e antioxidantes presentes na abóbora contribuem para a saúde da pele, protegendo contra danos solares e retardando o envelhecimento.

iStock

A abóbora é um alimento de baixa caloria e rico em fibras, auxiliando na perda de peso e proporcionando sensação de saciedade.

iStock

A riqueza de potássio na abóbora contribui para a saúde cardiovascular, reduzindo a pressão arterial e combatendo o colesterol ruim (LDL).

iStock

O alto teor de potássio na abóbora ajuda a regular a pressão arterial, sendo associado a uma redução nos níveis de hipertensão.

iStock

O betacaroteno, vitamina C, E, ferro e ácido fólico na abóbora fortalecem o sistema imunológico, combatendo infecções e contribuindo para a produção de células de defesa.

Getty Images/iStockphoto

O betacaroteno na abóbora está associado à redução do risco de câncer, especialmente de pulmão e pâncreas.

iStock

Embora seja geralmente saudável, a abóbora pode causar alergias em algumas pessoas, conforme indicado por estudos.

Rodrigo Moreira/Getty Images/iStockphoto

A abóbora pode ser usada em pratos doces e salgados, como carne de panela, camarão na moranga e doces variados, além de suas sementes em receitas como pães e molhos.

Getty Images

Recomenda-se não consumir grandes quantidades de abóbora devido ao seu teor de carboidratos, e o betacaroteno é melhor absorvido após o cozimento, sendo ideal assá-la com gorduras saudáveis.

Rafael Wainberg

Para mais informações, acesse VivaBem.

Rodrigo Moreira/Getty Images/iStockphoto
Publicado em 17 de janeiro de 2024.