BENEFÍCIOS DO ALHO PARA SAÚDE: Antioxidante, suga açúcar do sangue e reduz colesterol

Por Chloé Pinheiro

O alho contém compostos fitoquímicos sulfurados e não sulfurados que desempenham papel no controle do colesterol, pressão arterial e na resistência contra vírus, bactérias e fungos.

iStock

A alicina, responsável pelo odor característico, é uma substância chave nos benefícios do alho.

iStock

Benefícios do alho foram comprovados em estudos científicos, confirmando seu lugar na medicina popular.

Lucy Lambriex/Getty Images

Redução do Colesterol: Consumo diário mostrou redução de 10 a 15% do colesterol total e/ou LDL em adultos com níveis elevados, segundo revisão sistemática.

iStock

Controle do Diabetes: Estudos indicam impacto positivo no controle da glicose em pacientes diabéticos com suplementação diária de alho.

iStock

Pressão Arterial: Efeitos vasodilatadores estudados sugerem redução na pressão arterial, embora mais pesquisas sejam necessárias para confirmar completamente.

iStock

Saúde do Coração: Ação antioxidante do alho contribui para a saúde do endotélio, prevenindo a formação de placas de gordura nas artérias.

iStock

Potencial Anticancerígeno: Compostos sulfurados do alho mostram potencial em reduzir o risco de diversos tipos de câncer, embora pesquisas adicionais sejam necessárias.

iStock

Tosse e Gripe: Ação antimicrobiana conhecida, mas estudos não confirmam eficácia na prevenção ou cura de gripes e resfriados.

iStock

Dosagem Recomendada: Consumir um dente de alho por dia, cerca de 5g, é considerado suficiente para obter benefícios. O alho deve ser consumido cru.

iStock

Excesso pode causar desconforto digestivo; limite seguro é cerca de 10g de alho in natura ou 4-6g de alho em pó.

iStock

Suplementos de alho podem ser considerados, mas a orientação de um profissional de saúde é recomendada.

iStock

Além do alho, compostos semelhantes são encontrados em cebola, alho-poró e cebolinha, assim como em crucíferos como brócolis e couve-flor.

Getty Images/iStockphoto

A alicina permanece no organismo por 72 horas, explicando a sensação prolongada após o consumo de alho.

Ferñando Prado/Unsplash

Para mais informações, acesse VivaBem.

iStock
Publicado em 03 de janeiro de 2024.