Topo

Viagem


No próximo verão, Rio já contará com roda-gigante nos moldes da London Eye

Detalhe das cabines da London Eye, roda-gigante turística localizada em Londres, na Inglaterra - Jonathan Brady/AP
Detalhe das cabines da London Eye, roda-gigante turística localizada em Londres, na Inglaterra Imagem: Jonathan Brady/AP

Roberta Jansen

Rio

10/06/2019 10h10

O verão deste ano no Rio de Janeiro terá uma grande novidade para visitantes e moradores: já está sendo montada na área portuária uma roda-gigante nos moldes da London Eye - que se tornou uma das maiores atrações turísticas de Londres desde que foi inaugurada, no ano 2000.

Do alto de 88 metros, o passageiro terá uma vista única da cidade, com direito a Corcovado, Pão de Açúcar, toda a Baía da Guanabara e até Niterói no mesmo enquadramento. A estrutura principal da roda-gigante começou a ser erguida na semana passada ao lado do AquaRio, outra importante atração da região do porto. A previsão é de que a nova atração seja inaugurada até o início de dezembro. A roda-gigante terá 54 cabines climatizadas, cada uma com capacidade para 8 passageiros.

A empresa Arc Big Eye, que venceu a licitação da prefeitura e vai explorar a atração, estima receber 20 mil visitantes por dia. Os representantes do empreendimento frisam, no entanto, que é uma média. A expectativa é de que o movimento seja ainda maior nos fins de semana, feriados e, sobretudo, nas férias. O preço do ingresso, garantem, não será superior a R$ 50.

Estrutura já começou a ser montada - Bruno Bartholini/Divulgação
Estrutura já começou a ser montada
Imagem: Bruno Bartholini/Divulgação

Ao longo dos próximos cinco anos, a empresa pagará à prefeitura R$ 200 mil por mês ou 5% da receita bruta, dependendo do que for maior. Além da roda-gigante propriamente dita, o local terá outras atrações, como bar, restaurante, loja de suvenir, um espaço de fotografia e um playground para crianças. A atração vai render, diretamente, 70 empregos, mas os empreendedores acreditam que seu impacto econômico será bem maior.

"Em nosso projeto do porto, a roda-gigante é mais uma âncora para atrair gente para a região", explica o presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp), Antonio Carlos Barbosa. "Já temos uma demanda grande na Praça Mauá por causa dos museus (Museu do Amanhã e Museu de Arte do Rio), mas ainda está muito concentrado ali. A expectativa agora é de que venham mais restaurantes, bares, food trucks para aquela área do AquaRio, expandindo a região."

Símbolo

O empreendimento está sendo chamado provisoriamente de Rio Star, mas não se trata ainda do nome definitivo, que poderá ser escolhido por pesquisa com participação da população. O Veículo Leve sobre Trilho (VLT) corta toda a região, garantindo a fácil locomoção no centro. "A roda-gigante será um novo símbolo do Rio", aposta o presidente da Cdurp.

Mais Viagem