Topo

Viagem


Pequim inaugura novo aeroporto ultramoderno

Novo aeroporto de Pequim, na China - AFP
Novo aeroporto de Pequim, na China Imagem: AFP

25/09/2019 10h01

O presidente chinês, Xi Jinping, inaugurou nesta quarta (25) o novo aeroporto de Pequim, uma enorme infraestrutura em forma de estrela-do-mar, coincidindo com as comemorações na próxima semana do 70º aniversário da criação do regime comunista.

O novo aeroporto internacional de Daxing, localizado 46 km ao sul da capital, operará em plena capacidade em 2040, com 100 milhões de passageiros anuais previstos, o que seria um recorde mundial para um único terminal, segundo seus criadores.

As novas instalações servirão para evitar a saturação do atual aeroporto, cujos três terminais estão localizados no nordeste da capital, de 21 milhões de habitantes.

O atual aeroporto, o segundo do mundo atrás do de Atlanta (Estados Unidos), está quase saturado, com mais de 100 milhões de passageiros anuais.

O transporte aéreo está crescendo na China e, de acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata), em meados da década de 2020 o gigante asiático ultrapassará os Estados Unidos como o primeiro mercado aéreo do mundo.

Em 2025, Pequim poderia receber um total de 170 milhões de passageiros espalhados entre os dois aeroportos.

O novo edifício de 700.000 m² é, segundo seus criadores, o maior terminal aéreo do mundo. Foi projetado pela arquiteta anglo-iraniana Zaha Hadid, que morreu em 2016, e pela subsidiária de engenharia da empresa francesa Aéroports de Paris (ADP).

O terminal cobre uma área equivalente a 25 campos de futebol e inclui uma estação de metrô e uma estação de trem de alta velocidade.

O projeto custou 120 bilhões de yuans (cerca de 17,5 bilhões de dólares) ou 400 bilhões de yuans, se forem incluídas as conexões ferroviárias e rodoviárias.

Mais Viagem