PUBLICIDADE

Topo

Viagem

Roteiros internacionais


Conheça Park City, um dos melhores destinos de esportes de neve dos EUA

Park city tem estações de esqui com opções desde atividades para crianças e iniciantes a pista para profissionais - Divulgação
Park city tem estações de esqui com opções desde atividades para crianças e iniciantes a pista para profissionais Imagem: Divulgação

Marcel Vicenti

Colaboração para o UOL

03/02/2020 04h00

Diferentemente de lugares como Califórnia, Flórida e Arizona, o Estado norte-americano de Utah ainda não é muito famoso entre turistas brasileiros.

Nem todos sabem, portanto, que lá se localiza um dos melhores destinos de esportes de neve dos Estados Unidos: a cidade de Park City, cercada por montanhas que, no inverno, ficam cobertas por uma fartura de neve ideal para a prática de esqui e snowboard.

Park City abriga dois grandes resorts que, juntos, oferecem mais de 3.700 hectares de área esquiável. Além disso, possui mais de 100 estabelecimentos hoteleiros, cerca de 150 bares e restaurantes, ampla oferta de centros de compras e uma vida cultural animada que, no começo do ano, é coroada pelo Sundance Film Festival, o maior festival de cinema independente dos Estados Unidos.

ESQUI EM PARK CITY MOUNTAIN

Paisagem na estação de esqui de Deer Valley - Marcel Vicenti/UOL
Paisagem na estação de esqui de Deer Valley
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Em Park City estão os resorts de esqui Park City Mountain e Deer Valley.

O primeiro constitui uma das maiores estações de esportes de neve da América do Norte, com quase 3 mil hectares de área esquiável, mais de 340 pistas e cerca de 40 meios de elevação, que transportam os turistas montanha acima.

Trata-se de um lugar que fica bem lotado durante o inverno e que possui pistas para todos os níveis de experiência, com terrenos para iniciantes (classificação verde), intermediários (classificação azul) e experts (classificação preta).

Um dos destaques de Park City Mountain são seus teleféricos, que passam por cima de lindas paisagens montanhosas enquanto transportam o público entre uma pista e outra da estação.

Atração extra: os teleféricos de Park City passam por cima de lindas paisagens montanhosas - Divulgação
Atração extra: os teleféricos de Park City passam por cima de lindas paisagens montanhosas
Imagem: Divulgação

O resort também impressiona com a variedade de paisagens que cercam suas pistas: há trajetos montanha abaixo que propiciam vista panorâmica para a cidade de Park City e, também, rotas de esqui e snowboard que passam no meio de bosques cheios de árvores cobertas de neve.

Para quem não sabe esquiar, Park City Mountain oferece instrutores (alguns fluentes em português) que podem ensinar os passos básicos do esporte, inclusive para crianças pequenas.

Estação de esqui de Park City - Marcel Vicenti/UOL
Estação de esqui de Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

As aulas iniciais são realizadas em áreas nevadas de pouco declive: com algumas horas de prática, os turistas têm a chance de aprender a se equilibrar sobre os esquis, a freá-los e a fazer curvas durante as descidas.

Com estas três técnicas relativamente dominadas, já é possível subir com os teleféricos (e na companhia dos instrutores) até o topo de pistas de classificação verde e deslizar sobre elas com segurança, em percursos que cobrem centenas de metros de extensão.

Park City Mountain também é famosa por abrigar pistas de esqui e snowboard desafiadoras: muitas delas ficam ao redor do pico montanhoso chamado Jupiter Peak (que fica a mais de 3 mil metros de altitude), com trechos extremamente íngremes e que exigem muita habilidade.

ESQUI EM DEER VALLEY

Estação de esqui de Deer Valley - Marcel Vicenti/UOL
Estação de esqui de Deer Valley
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Deer Valley, por sua vez, é um resort bem mais exclusivo: aqui, só se pratica esqui (snowboard não é permitido) e há um rígido controle no número de pessoas que podem frequentar a estação diariamente, o que deixa as pistas bem mais tranquilas do que em Park City Mountain.

Sua área esquiável é de 820 hectares, por onde se espalham mais de 100 pistas: 27% delas são para iniciantes, 41% para intermediários e 32% para esquiadores experientes.

Assim como Park City Moutain, Deer Valley possui uma ampla área para aprender a esquiar.

O local conta com a presença de instrutores fluentes em português que, em poucas horas, ensinam os movimentos básicos do esqui para público (inclusive para crianças pequenas), focados no equilíbrio, na técnica de frear os esquis e fazer as curvas.

Estação de esqui de Deer Valley - Marcel Vicenti/UOL
Estação de esqui de Deer Valley
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Depois, é só começar as subir alguns dos mais de 20 meios de elevação que existem em Deer Valley para encarar pistas mais desafiadores da estação.

Uma das mais famosas vai do topo do teleférico Northside Express até a base do teleférico Sultan Express: sua extensão tem mais de 4 quilômetros, em um lindo trajeto indicado para esquiadores mais experientes.

Deer Valley, aliás, abriga ótimas pistas para esquiadores de nível intermediário: a rota conhecida como Star Gazer, por exemplo, tem classificação azul, desce pela encosta de uma linda montanha e é famosa pelo seu terreno nevado perfeito para a prática do esqui.

Em 2018, Deer Valley foi eleito o melhor resort de esqui da América do Norte pelos leitores da revista SKI Magazine.

ATIVIDADES ALÉM DO ESQUI E DO SNOWBOARD

Park City também oferece uma série de outras atividades. No complexo de entretenimento Woodward, por exemplo, turistas têm a chance fazer "tubing".

Trata-se de uma brincadeira na qual as pessoas sentam em boias para deslizar sobre uma encosta nevada, como se estivessem em um tobogã. É uma prazerosa atividade de baixas doses de adrenalina que agrada tanto crianças quanto adultos que têm medo de esquiar.

"Tubing", o esqui com boia, em Park City - Marcel Vicenti/UOL
"Tubing", o esqui com boia, em Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Outra possibilidade é a "fat biking". A atividade é, basicamente, um passeio de bicicleta por paisagens de tirar o fôlego, com a diferença de que o equipamento tem design especial para o terreno coberto de neve, com pneus mais grossos, estáveis e resistentes.

Bicicleta na neve? No "fat biking", as bikes têm design especial para terrenos nevados - Divulgação
Bicicleta na neve? No "fat biking", as bikes têm design especial para terrenos nevados
Imagem: Divulgação

Já na área que rodeia o resort The Lodge at Blue Sky, é possível fazer "snowshoeing": os participantes colocam pequenas pranchas nos pés (que são projetadas para locomoção na neve) e caminham entre bosques congelados, junto a riachos e sobre colinas que propiciam vista panorâmica para a região selvagem que cerca Park City.

Caminhada na neve em Park City - Marcel Vicenti/UOL
Caminhada na neve em Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

E Park City, vale lembrar, foi palco para competições das Olimpíadas de Inverno de 2002. Na área, ainda existe (e muito bem mantido) um parque olímpico onde turistas podem realizar, equipados com capacete, um percurso de bobsled que chega a mais de 100 km/h. É uma brincadeira para quem tem estômago forte e busca altas emoções.

Além disso, passeios de snowmobile (veículos de neve com um formato que lembra o do jet-ski) e de trenó puxado por cavalos são oferecidos dentro de Park City Mountain.

Atividades indoor no Woodward Park City - Marcel Vicenti/UOL
Atividades indoor no Woodward Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Se a vontade for fugir do frio, saiba que, dentro do Woodward Park City, existe uma área indoor com pistas de skate, percursos de patinação e camas elásticas que divertem as crianças.

E, no inverno, Park City sedia o Sundance Film Festival, o maior festival de cinema independente dos Estados Unidos.

Durante o evento, a cidade é tomada por exibições de excelente produções cinematográficas e diversas festas motivadas pelo festival.

GASTRONOMIA E BOEMIA

Main Street, em Park City - Marcel Vicenti/UOL
Main Street, em Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Há mais de 150 bares e restaurantes em Park City, nos quais os turistas podem saborear desde os tradicionais hambúrgueres americanos até pratos de altíssima gastronomia, ou beber de cervejas artesanais a uísque feito na própria cidade.

A maioria deles fica na região da Main Street, a rua que corta o centro da cidade e abriga edificações pitorescas, típicas de destinos de neve.

A seguir, conheça alguns dos melhores destes estabelecimentos gastronômicos e boêmios:

Couve-de-bruxelas frita com mel e amoras no restaurante Twisted Fern - Marcel Vicenti/UOL
Couve-de-bruxelas frita com mel e amoras no restaurante Twisted Fern
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Twisted Fern
Restaurante que trabalha com produtos frescos e orgânicos, produzindo receitas deliciosas como couve-de-bruxelas frita com mel, amoras, sementes de girassol e um toque de sal grosso (na foto).

710 Bodega
Restaurante e bar especialista em tapas espanholas, mas que também pode servir carnes suculentas no estilo argentino. Não deixe de provar a sobremesa chamada Broken Pavlova (na foto), preparada com merengue, frutas silvestres e chantilly.

Prato do restaurante Harvest - Marcel Vicente/UOL
Prato do restaurante Harvest
Imagem: Marcel Vicente/UOL

Harvest
Lugar perfeito para tomar um café da manhã saudável antes de se jogar nas pistas de esqui: serve sucos frescos, tigelas de cereais e até açaí. Até também pratos com saladas e sanduíches reforçados com frango e abacate.

Yuta
Localizado na área do resort The Lodge at Blue Sky, com linda vista para montanhas nevadas, este restaurante é comandado pelo renomado chef Galen Zamarra. Serve deliciosas receitas de peixes como salmão e truta, além de ser um ótimo lugar para provar coquetéis refinados.

Prato de salmão no restaurante Yuta - Marcel Vicenti/UOL
Prato de salmão no restaurante Yuta
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Snow Park Restaurant
Restaurante situado dentro da estação Deer Valley e que constitui uma opção prática e ideal de almoço entre uma sessão de esqui e outra. Também dá para tomar café da manhã no local.

Snowed Inn Sleigh Company
A Snowed Inn Sleigh Company é uma empresa que realiza passeios com trenós puxados por cavalos até a encosta de uma das montanhas do resort Park City Mountain, onde existe um restaurante que serve suculentas receitas que combinam com o inverno, como costelas e chilli com carne - e tudo animado por apresentações de música ao vivo.

Legends Bar & Grill
Este é um excelente restaurante para um almoço dentro da estação de esqui Park City Mountain. As estrelas da casa são os hambúrgueres, suculentos e deliciosos.

Hambúrguer do Legends Bar & Grill - Marcel Vicenti/UOL
Hambúrguer do Legends Bar & Grill
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Tupelo
Um dos mais chiques restaurantes de Park City, o Tupelo serve receitas italianas muito bem preparadas, que combinam perfeitamente com uma garrafa de vinho. De ambiente intimista, é um lugar perfeito para um programa a dois. E as sobremesas são de dar água na boca (na foto).

Old Town Cellars
Localizado em um subsolo da Main Street e de aspecto cavernoso, oferece um menu com ótimas opções de vinhos norte-americanos. Um dos melhores lugares para degustar a bebida em Park City.

High West Destillery
Este é um dos mais tradicionais redutos boêmios de Park City. Trata-se de uma destilaria que produz seu próprio uísque e serve coquetéis saborosos feitos com a bebida - tudo em uma atmosfera de salão de Velho Oeste.

No Name Saloon
Provavelmente, o mais animado bar de Park City. Costuma ficar lotado de pessoas bebendo cervejas artesanais e saboreando petiscos como quesadillas e asinhas de frango apimentadas. O terraço propicia uma bela vista para a Main Street.

HOSPEDAGEM

Acomodação do The Lodge at Blue Sky - Marcel Vicenti/UOL
Acomodação do The Lodge at Blue Sky
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Existem mais de 100 estabelecimentos de hospedagem (entre hotéis, pousadas e outros tipos de propriedades turísticas) na região de Park City - e isso sem contar imóveis disponíveis em plataformas como o Airbnb.

No local, operam desde os hotéis classificados como "ski in/ski out" (que ficam praticamente na cara nas pistas de esqui) até opções de hospedagem localizadas no centro da cidade, que estão um pouco distantes das estações de esqui, mas mais perto dos restaurantes, bares e lojas da Main Street.

Conheça algumas das ofertas de hospedagem disponíveis no destino:

Grand Summit Hotel
Hotel de luxo que abriga o conceituado RockResorts Spa e fica a poucos passos da área de esqui da estação Park City Mountain.

Sundial Lodge
Oferece uma piscina aquecida ao ar livre e lindas visões para as montanhas da região. Está localizado a poucos metros da área de esqui da estação Park City Mountain.

Shadow Ridge Resort Hotel
Fica a menos de 100 metros de distância de um dos teleféricos da estação Park City Mountain. Oferece piscina aquecida ao ar livre, loja para aluguel de equipamentos de esqui e academia.

Black Diamond Lodge
Opção de hospedagem luxuosa na cara da área de esqui de Deer Valley. Possui acomodações com lareira, academia e área de lazer para crianças.

The Chateaux Deer Valley
Outro estabelecimento luxuoso que oferece acesso extremamente prático às pistas de esqui de Deer Valley. O local também providencia transporte para o centro de Park City.

Park City Peaks Hotel
Com mais de 120 acomodações e piscina outdoor, este elegante hotel fica na Park Avenue, a menos de 10 minutos de carro da Main Street e da estação Park City Mountain.

DoubleTree Hilton by Hilton Hotel Park City
Hotel da marca Hilton que opera em Park City e que fica na rota da rede de ônibius gratuita que leva turistas até Park City Mountain e Deer Valley. Possui piscina aquecida e restaurante.

Flagstaff Lodge
Localizado em uma posição alta de Park City, oferece lindas vistas panorâmicas para a região. Oferece fácil acesso a pistas da estação Deer Valley.

Piscina aquecida do The Lodge at Blue Sky - Marcel Vicenti/UOL
Piscina aquecida do The Lodge at Blue Sky
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

The Lodge at Blue Sky

Localizado em uma região isolada da região de Park City, o The Lodge at Blue Sky é ideal para quem busca férias com muito sossego e conforto. O estabelecimento oferece acomodações luxuosas e espaçosas, um spa, atividades de neve (como "snowshoeing"), o renomado restaurante Yuta e uma fumegante piscina aquecida ao ar livre com vista fantástica para as montanhas nevadas.

Park City Lodging
A empresa Park City Lodging reúne diversas opções de hospedagem em Park City, seja na região da Main Street ou em áreas ao lado das áreas de esportes de neve de Park City Mountain e Deer Valley. Eles alugam, por exemplo, apartamentos enormes no centro da cidade que são equipados com cozinha, sala com lareira, diversas suítes e que podem acomodar famílias inteiras. Ótima opção para quem busca acomodações de perfil mais caseiro em suas viagens.

Airbnb
Há diversas opções de hospedagem em Park City disponíveis do Airbnb. Na plataforma, é possível encontrar desde pequenos estúdios no centro da cidade até casas totalmente equipadas.

Para encontrar mais opções de hospedagem em Park City, acesse o site:

COMO CHEGAR

Park City fica a apenas 60 quilômetros do aeroporto da cidade Salt Lake City, no Estado norte-americano de Utah.

Para os brasileiros, a maneira mais prática de chegar até lá é fazendo conexões aéreas em aeroportos norte-americanos que recebem voos diretos do Brasil, como os que atendem as cidades de Chicago, Nova York, Los Angeles e Miami.

Paisagem de Park City - Marcel Vicenti/UOL
Paisagem de Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Contratar um serviço de transfer ainda no Brasil é o modo mais fácil de ir do aeroporto de Salt Lake City até Park City. Uma das empresas que fazem o serviço é a The Drive Provider, que possui veículos dos mais diversos tamanhos para transportar os turistas e suas bagagens.

QUANDO IR

A temporada de esportes de neve em Park City costuma de ir novembro a abril, mas seu começo ou término pode variar de ano a ano.

Entretanto, Park City é também um destino que oferece diversos tipos de atividades durante épocas mais quentes dos Estados Unidos, como os meses de junho, julho e agosto. Na seção "Atividades de verão", abaixo, veja o que fazer por lá neste período.

COMO FREQUENTAR AS ESTAÇÕES DE ESQUI

Estação de esqui de Deer Valley - Marcel Vicenti/UOL
Estação de esqui de Deer Valley
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Para os brasileiros, a maneira mais prática de organizar uma viagem à Park City é contratando uma empresa turística especializada em planejar este tipo de viagem - e que possa reunir, em um só pacote, a reserva da hospedagem, a aquisição dos ingressos para as estações de esqui, o aluguel do equipamento de esqui, o transfer desde o aeroporto de Salt Lake City e até as aulas de esqui para iniciantes.

No Brasil, empresas como Ski Brasil, Landscape, Point da Neve e Bentour vendem pacotes com todos (ou quase todos) este serviços.

As estações de esqui Park City Mountain e Deer Valley também têm seus próprios pacotes, oferecendo uma infinidade de combinações de serviços para os turistas.

Mas, se você for aquela pessoa que gosta de organizar tudo de maneira independente, tenha em mente que é preciso fazer quatro coisas essenciais para qualquer viagem de esqui: reservar a hospedagem, reservar o transfer entre o aeroporto e o hotel, comprar os ingressos para as pistas de esqui e alugar os equipamentos para esquiar ou praticar snowboard - há diversas lojas em Park City que oferecem este último serviço, como a Ski Butlers, que leva os equipamentos diretamente ao hotel do cliente.

Estação de esqui de Deer Valley - Marcel Vicenti/UOL
Estação de esqui de Deer Valley
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Se a intenção for aprender a esquiar, reserve também as aulas com antecedência no site do resort que você deseja visitar (as aulas costumam ser pagas à parte). E não deixe de levar roupas apropriadas e contratar um seguro viagem com cobertura para esportes de neve.

O aplicativo Epic Mix, por sua vez, ajuda (e muito) o visitante a tirar o máximo de proveito de Park City: disponível para iPhone e Android, ele traz mapas do destino, previsões do tempo nas áreas das pistas de esqui, status de funcionamento dos teleféricos e muito mais.

CIRCULANDO

Park City é atendida por uma rede de ônibus urbanos gratuitos que circulam entre os principais pontos turísticos da cidade, como as entradas de Park City Mountain e Deer Valley, a região central de Park City (onde fica a Main Street) e o centro comercial onde se localizam o Walmart e o Outlets Park City.

São veículos confortáveis, que têm wi-fi e que transportam muitos esquiadores e snowboarders entre seus hotéis e os resorts de esportes de neve.

Além disso, o turista pode optar por alugar um carro com empresas como Hertz e Enterprise Rent-A-Car, que operam na cidade.

O serviço do Uber também está disponível.

Hospedar-se na Main Street tem como vantagem o fácil acesso a alguns dos melhores restaurantes, bares e lojas.

Ficar ao lado das áreas de esqui de Deer Valley ou Park City Mountain, por sua vez, deixará o visitante um pouco longe da Main Street, mas as áreas de esqui estarão bem ali ao lado (algo prático na hora de carregar todo o equipamento necessário para a prática de esqui ou snowboard).

COMPRAS

Paisagem do centro de Park City - Marcel Vicenti/UOL
Paisagem do centro de Park City
Imagem: Marcel Vicenti/UOL

Apesar de pequena (tem menos de 10 mil habitantes), a cidade de Park City possui uma enorme oferta de atrativos para quem gosta de fazer comprinhas durante as férias.

Na região da Main Street, há dezenas de lojas vendendo elegantes roupas de inverno, acessórios de esportes de neve, joias, antiguidades e obras de arte.

Porém, para encontrar produtos mais em conta, vale a pena ir até a área do Outlets Park City (a aproximadamente 15 quilômetros da Main Street). No local, há lojas de marca como Adidas, GAP, Nike e Calvin Klein, muitas com preços atrativos.

Nesta região, também existe um gigantesco Walmart, que vende itens como luvas, gorros e jaquetas de inverno por preços módicos.

Se você não tiver todas as vestimentas necessárias para esquiar, como jaqueta e calças impermeáveis, vale a pena procurá-las na loja da Columbia (que faz parte do outlet) ou no próprio Walmart.

ATIVIDADES DE VERÃO

Park City é também um destino muito atrativo durante o verão norte-americano. Quando o tempo esquenta e a neve derrete, a região da cidade começa a oferecer mais de 600 quilômetros de trilhas perfeitas para caminhadas e passeios de bicicleta no meio de muita natureza e entre paisagens montanhosas.

Nesta época, Park City é também palco para animados festivais musicais, festivais gastronômicos, passeios de balão e práticas de atividades como rafting e cavalgadas.

Para mais informações sobre passeios de verão em Park City, acesse o site.

Roteiros internacionais