Topo

Viagem


Após foto perigosa em cruzeiro, passageira é expulsa e banida por companhia

Passageira faz selfie do lado de fora de varanda em cruzeiro da Royal Caribbean - Reprodução
Passageira faz selfie do lado de fora de varanda em cruzeiro da Royal Caribbean Imagem: Reprodução

Do UOL

21/10/2019 09h44

Uma passageira foi banida de qualquer viagem realizada pela companhia Royal Caribbean depois de ter feito uma selfie perigosa (e proibida) no parapeito da cabine, do lado de fora do cruzeiro Allure Of The Seas. O fato aconteceu no início da semana passada quando o transatlântico ia para Labadee, no Haiti.

Em uma imagem feita por outro passageiro do navio - identificado como Peter Blosic - é possível ver a mulher do lado de fora da varanda, de maiô, com as mãos para cima.

Com este registro, ele relatou o incidente e alertou os funcionários do navio, que encontraram rapidamente a cabine exata onde estava a passageira.

Allure Of The Seas, navio da Royal Caribbean - Divulgação
Allure Of The Seas, navio da Royal Caribbean
Imagem: Divulgação

"No início desta semana, no Allure of the Seas, um hóspede foi visto de forma imprudente e perigosa posando para uma foto, de pé na grade da varanda da cabine com a ajuda de seu companheiro", disse Jonathon Fishman, porta-voz da Royal Caribbean Cruises ao USA TODAY.

A Royal Caribbean atesta em sua política de conduta que "os passageiros são proibidos de sentar, ficar em pé, deitar ou escalar trilhos externos ou internos ou outras barreiras de proteção ou adulterar o equipamento, instalações ou sistemas do navio".

Como medida de segurança, a passageira e o companheiro foram expulsos quando o navio atracou em Falmouth, na Jamaica.

"Agora eles estão proibidos de navegar com a Royal Caribbean", acrescentou Fishman.

A política também prevê que, nesses casos, o passageiro é responsável por todos os gastos necessários de volta para casa, incluindo os requisitos de documentação para a reentrada no país de origem.

Viagem