Topo

Viagem

Roteiros nacionais


Com feriadão distante, veja passeios bate e volta desde capitais do Brasil

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

05/09/2019 04h00

Até a chegada do Dia da Proclamação da República, em 15 de novembro, os feriados nacionais brasileiros cairão apenas nos fins de semana, impossibilitando que muita gente consiga realizar longas viagens nos próximos meses.

Mas isso não é motivo para desespero: perto (ou relativamente perto) de muitas cidades do país, existem destinos turísticos incríveis que podem ser explorados em viagens bate e volta, com início na sexta à noite (ou sábado de manhã) e término no domingo.

Abaixo, listamos lugares que têm tudo para render jornadas bem divertidas de fim semana a partir das 10 capitais mais populosas do Brasil:

Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (SP)

Divulgação/SIMA
Imagem: Divulgação/SIMA

Mais conhecido como Petar, o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira não está tão perto de São Paulo (fica a aproximadamente 330 km de distância).

Mas, mesmo assim, vale uma visita de fim de semana. Isso porque o local é um dos mais incríveis destinos de ecoturismo do Estado paulista.

O Petar abriga mais de 300 cavernas cadastradas (parte delas abertas a visitas turísticas), além de áreas de Mata Atlântica com alto grau de preservação (por onde é possível fazer trilhas) e árvores que chegam a ter 30 metros de altura.

Além disso, dentro do parque, vivem animais como a onça-pintada e o enorme primata mono-carvoeiro. Uma das melhores caminhadas na área é a da Trilha da Caverna Santana.

As incursões às cavernas são realizadas com monitores.

Há meios de hospedagem na cidade de Iporanga, que fica na região.

Petrópolis (RJ)

dabldy/Getty Images
Imagem: dabldy/Getty Images

Localizada a aproximadamente 70 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro, na região serrana do Estado fluminense, Petrópolis alia atrativos históricos com ótimas opções de hospedagem e gastronomia.

O município tem cartões-postais de primeira grandeza, como a Catedral de São Pedro de Alcântara (na foto, onde estão os restos mortais de D. Pedro 2º), a criativa casa que pertenceu a Santos Dumont e o Museu Imperial (que guarda preciosidades como a pena usada na assinatura da Lei Áurea).

O Palácio de Cristal, por sua vez, é uma bela construção inaugurada em 1884, sob incentivo do Conde D'Eu.

Depois de passar o dia visitando estas atrações, curta a noite na região de Itaipava, cheia de ótimos restaurantes.

Pirenópolis (GO)

VelhoJunior/Getty Images
Imagem: VelhoJunior/Getty Images

Pirenópolis, em Goiás, é uma ótima cidade para ser visitada a partir de Brasília (DF) em um fim de semana.

O município (que fica a aproximadamente 150 km da capital federal) foi fundado na primeira metade do século 18 e abriga um centro histórico com casarões de estilo colonial, ruas acolhedoras e ótimos restaurantes e pousadas.

Entre seus monumentos mais importantes está a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, também do século 18.

Além disso, na região existem lindas quedas d'água, como a cachoeira do Rosário e cachoeira do Abade.

E, para curtir a noite, vá a até a rua do Lazer, com animados barzinhos e restaurantes.

Mata de São João (BA)

vtupinamba/Getty Images/iStockphoto
Imagem: vtupinamba/Getty Images/iStockphoto

Facilmente acessível desde Salvador, o município de Mata de São João é um destino ideal para quem quiser curtir um fim de semana recheado de praias a partir da capital baiana.

Lá o viajante pode se deleitar tanto com a sofisticada infraestrutura hoteleira da Costa do Sauípe (onde é possível curtir hospedagem em sistema all-inclusive) quanto com as pousadas mais despojadas da Praia do Forte, a aproximadamente 80 km da capital baiana e que conta com uma orla paradisíaca.

Entre os destaques da Praia do Forte estão a estação do Projeto Tamar (onde é possível ver de perto tartarugas-marinhas) e lindas piscinas naturais.

Canoa Quebrada (CE)

Getty Images
Imagem: Getty Images

O famoso balneário cearense de Canoa Quebrada se situa a cerca de 160 km de Fortaleza e é um lindo lugar para curtir um fim de semana praiano.

A praia, em si, exibe suas características falésias avermelhadas e areia branquinha para os visitantes (além de ter ampla estrutura hoteleira).

O caminho até Canoa Quebrada também pode ser uma atração à parte: se houver disposição e tempo, vale a pena visitar outras lindas praias que ficam na região da rota que vem de Fortaleza, como Morro Branco (com falésias de coloração forte) e Canto Verde, com sua agradável atmosfera de vila de pescadores.

Ouro Preto (MG)

Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL

Para muita gente, Ouro Preto é a cidade histórica mais fantástica do Brasil.

E com razão: situada a cerca de 100 km de Belo Horizonte, o município mineiro exibe um centro recheado de ladeiras e românticas vielas, um conjunto riquíssimo de obras-primas da arquitetura e tem, como pano de fundo, o cenário montanhoso da Serra do Espinhaço.

Entre as visitas obrigatórias de Ouro Preto estão a igreja São Francisco de Assis (erguida por volta de 1770 e cuja fachada, altares laterais e capela principal foram projetados por Aleijadinho) e a Matriz de Nossa Senhora do Pilar, com o interior ornamentado com muito ouro e centenas de esculturas angelicais.

Também não deixe de tirar várias fotos da Praça Tiradentes (onde fica o edifício do Museu da Inconfidência) e da igreja Nossa Senhora do Carmo (projetada por Manuel Francisco Lisboa).

Não faltam românticas pousadas para um fim de semana perfeito em Ouro Preto.

Presidente Figueiredo (AM)

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Presidente Figueiredo é um destino que fica a aproximadamente 120 km da cidade de Manaus e constitui um verdadeiro recanto para amantes do ecoturismo.

O local tem mais de 100 cachoeiras (algumas com dezenas de metros de altura).

Lá, também é possível explorar corredeiras e cavernas, em uma região, logicamente, cercada por muita floresta.

Atividades como rafting, trilha na selva, tirolesa, arvorismo e rapel podem ser praticadas em Presidente Figueiredo, que conta com uma boa infraestrutura hoteleira.

Morretes e Estrada da Graciosa (PR)

Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL

De Curitiba, vale muito a pena fazer uma viagem de carro até a cidade paranaense de Morretes, a aproximadamente 70 km de distância.

Trata-se de um município histórico fundado na primeira metade do século 18, recheado de casarões coloridos e que tem sua paisagem cortada pelo rio Nhundiaquara.

A cidade tem aconchegantes pousadas e restaurantes servindo o tradicional barreado, um saboroso cozido de carne feito na panela de barro.

Na viagem, aproveite para atravessar a Estrada da Graciosa (na foto), uma das estradas mais lindas do Brasil: a via foi inaugurada no seculo 19 e serpenteia no meio de um lindo trecho da mata Atlântica.

Lá, há diversos mirantes de onde é possível admirar a baía de Paranaguá e outras paisagens naturais da região.

Cabo de Santo Agostinho (PE)

Débora Costa e Silva/UOL
Imagem: Débora Costa e Silva/UOL

Localizados a aproximadamente 50 km da cidade de Recife, Cabo de Santo Agostinho e seus arredores oferecem uma enorme variedade de passeios para os turistas.

No quesito paisagens litorâneas, o destino abriga cartões-postais como a praia de Calhetas (na foto, pequenina, aconchegante e com águas tranquilas para um banho de mar), a praia do Paiva (uma extensa faixa de areia protegida por imensos coqueirais) e a praia de Gaibu (com boa oferta de restaurantes e hotéis).

A área também é marcada por lugares históricos, como a fotogênica vila de Nazaré, com ruazinhas de areia e a igreja de Nossa Senhora de Nazaré, construída pelos portugueses no século 16 e que fica ao lado das ruínas de um convento carmelita.

E, para tirar grandes fotos, vá até o Mirante do Paraíso, de onde se admira a orla da praia do Paraíso.

Cidade de Goiás (GO)

Marcel Vincenti
Imagem: Marcel Vincenti

A Cidade de Goiás (também conhecida como Goiás Velho) se localiza a aproximadamente 150 km de Goiânia e é outra joia entre os municípios históricos do Brasil.

Ainda não descoberto pelo turismo de massa, o destino é cheio de pracinhas e vielas acolhedoras, onde surgem lindos casarões e igrejas com centenas de anos (e tudo embalado por uma atmosfera de vida pacata, perfeito para se desconectar do ritmo da cidade grande).

Trata-se de um centro histórico considerado Patrimônio Mundial pelo Unesco e que tem como um de seus grandes cartões-postais a antiga casa da poetisa Cora Coralina, hoje transformada em museu.

Mais Roteiros nacionais