Topo

Viagem

Roteiros culturais


Busto de Lênin marca cidade-fantasma soviética na Noruega; conheça o local

Abandonada em 1998, Pyramiden fica no remoto arquipélago norueguês de Svalbard  - Dmitry_Chulov/Getty Images
Abandonada em 1998, Pyramiden fica no remoto arquipélago norueguês de Svalbard Imagem: Dmitry_Chulov/Getty Images

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

06/08/2019 04h00

No longínquo arquipélago norueguês de Svalbard existe um destino turístico tão inusitado quanto desconhecido.

O lugar se chama Pyramiden e é uma cidade-fantasma soviética que poderia muito bem ser cenário de um filme de terror.

Busto de Lênin marca a paisagem da cidade-fantasma de Pyramiden - Dmitry_Chulov/Getty Images
Busto de Lênin marca a paisagem da cidade-fantasma de Pyramiden
Imagem: Dmitry_Chulov/Getty Images

Localizado em um território montanhoso (e bem perto de um fiorde), este assentamento surgiu em 1910 para explorar minas de carvão que existiam na área.

Em 1927, a vila passou para o domínio da União Soviética, que, além de extrair os recursos naturais das redondezas, imprimiu sua típica arquitetura na paisagem.

Pyramiden está localizada no meio de um belo cenário montanhoso - Dmitry_Chulov/Getty Images/iStockphoto
Pyramiden está localizada no meio de um belo cenário montanhoso
Imagem: Dmitry_Chulov/Getty Images/iStockphoto

Em Pyramiden (que tem este nome por causa de uma montanha em formato piramidal que existe em seu horizonte), foram levantados edifícios de estilo monolítico e colocado um busto de Lênin que está lá até hoje (e que, dizem, é o monumento mais ao norte do planeta dedicado ao revolucionário comunista).

Os soviéticos também ergueram um complexo esportivo, habitações para os trabalhadores das minas, uma escola e um restaurante.

Ursos polares às vezes visitam a cidade-fantasma de Pyramiden - hopsalka/Getty Images
Ursos polares às vezes visitam a cidade-fantasma de Pyramiden
Imagem: hopsalka/Getty Images

Atualmente, muitas das edificações se encontram vazias.

Pyramiden foi abandonada em 1998, quando a União Soviética já havia desmoronado e a mineração de carvão na área cessou de existir.

Peculiaridades de Pyramiden

Turistas, por sua vez, visitam Pyramiden nos dias de hoje para sentir seu clima isolado, histórico e um tanto sinistro.

Ao redor da imagem de Lênin, com sua feição severa talhada em pedra, surgem os edifícios de madeira e cimento do antigo assentamento, através dos quais correm os fortes ventos que, frequentemente, varrem esta região do Ártico.

Aqui e ali, placas exibem palavras escritas em cirílico (o alfabeto usado pelos russos) e, em uma parte do terreno, há a imagem de um urso polar, animal existente no arquipélago de Svalbard e que, às vezes, dá as caras na cidade-fantasma.

O antigo assentamento soviético exibe paisagens um tanto sinistras - Dmitry_Chulov/Getty Images
O antigo assentamento soviético exibe paisagens um tanto sinistras
Imagem: Dmitry_Chulov/Getty Images

Em Pyramiden chegaram a viver mais de 1.000 pessoas. Atualmente, porém, mesmo com o movimento dos turistas, há uma certa atmosfera de desolação no local.

As janelas escuras e silenciosas dos prédios podem dar um frio na barriga dos visitantes.

Em contraste, as imponentes montanhas nevadas que cercam Pyramiden são um aspecto extremamente lindo da paisagem. E, ao fundo, no campo de visão, também surge a impressionante geleira Nordenkiöld.

Interior de antigo complexo esportivo da cidade-fantasma de Pyramiden - hopsalka/Getty Images
Interior de antigo complexo esportivo da cidade-fantasma de Pyramiden
Imagem: hopsalka/Getty Images

Uma das edificações abriga uma enorme piscina vazia. Outra, que funcionava como um centro cultural, exibe uma belíssima arquitetura.

Mas não é exato dizer que Pyramiden é um local completamente fantasma.

Atualmente, há um hotel de 28 quartos funcionando na área, que opera de março a outubro. E a Visit Svalbard (entidade oficial de promoção turística do arquipélado de Svalbard) informa que, durante boa parte do ano, oito pessoas vivem em Pyramiden, trabalhando no hotel e como guias turísticas.

Pyramiden é hoje atração turística do arquipélago de Svalbard - SindreEspejord/Getty Images/iStockphoto
Pyramiden é hoje atração turística do arquipélago de Svalbard
Imagem: SindreEspejord/Getty Images/iStockphoto

Esta "população", entretanto, cai para quatro almas durante o inverno, quando o frio intenso e escuridão tomam conta da cidade-fantasma. Sua missão é fazer a manutenção das construções e dos geradores de energia do lugar.

Turistas costumam chegar a Pyramiden a partir da cidade de Longyearbyen, que é servida pelo aeroporto de Svalbard.

Uma das empresas que realiza o passeio é a Grumant Arctic Travel Company.

Mais Roteiros culturais