Topo

Viagem

Roteiros em família


Primeira vez em Orlando? Veja como curtir o paraíso dos parques de diversão

Além dos parques de diversão, Orlando exibe um lindo cenário urbano - Divulgação/Visit Orlando
Além dos parques de diversão, Orlando exibe um lindo cenário urbano Imagem: Divulgação/Visit Orlando

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

27/05/2019 04h00

Em 2018, a cidade norte-americana de Orlando recebeu aproximadamente 893 mil turistas brasileiros, número 8% maior do que o verificado em 2017.

Há muitos viajantes do Brasil, entretanto, que ainda não tiveram a oportunidade de visitar a terra do Mickey.

Se este for o seu caso, saiba que existe uma série de macetes que podem facilitar a jornada e fazer com que a experiência no paraíso dos parques de diversão seja a melhor possível.

Para ajudar sua estreia em Orlando a ser um sucesso, o UOL pegou dicas com Leo Salazar, gerente de relações públicas do Visit Orlando, o órgão que promove a cidade da Flórida no Brasil.

Veja o que ele falou.

Quando ir

abalcazar/Getty Images
Imagem: abalcazar/Getty Images

"Em Orlando, as estações do ano acontecem em períodos diferentes do que no Brasil e isso pode interferir no planejamento da viagem", diz Salazar. "A alta temporada em Orlando é de meados de junho até agosto [verão e férias escolares nos Estados Unidos] e no final do ano [época de Natal e Ano Novo]. Então, vale a pena olhar o calendário e analisar as datas e feriados na cidade, antes de comprar a passagem aérea e reservar a hospedagem".

Em julho, por exemplo, os parques de diversão da cidade e arredores tendem a ficar bem mais lotados, e os hotéis, mais caros.

Dar prioridades

zhuzhu/Getty Images
Imagem: zhuzhu/Getty Images

Orlando e arredores abrigam uma infinidade de atrações turísticas: além de vários parques de diversão, esta região da Flórida possui extensos centros de compras (os famosos outlets) e uma enorme oferta de restaurantes.

Para Leo Salazar, o turista de primeira viagem deve ficar focado nos locais que mais o atraem (para não se sobrecarregar tentando conhecer tudo de uma só vez).

"Não há necessidade de o viajante se sentir pressionado para ver e fazer tudo em uma única viagem", avisa ele.

"Priorize as suas atrações preferidas e poupe o resto para uma próxima viagem. Em Orlando, os parques temáticos abrem cedo, então o ideal é acordar cedo se quiser aproveitar o máximo. Há muitas atividades nos parques, e o mais indicado é visitar um parque a cada dia. Os parques mais desejados pertencem aos complexos da Disney, Universal e SeaWorld (na foto)".

Além dos parques

Divulgação/Visit Orlando
Imagem: Divulgação/Visit Orlando

Com já foi dito, Orlando oferece muitas atrações além de seus parques de diversão.

"A cidade possui inúmeras atividades espalhadas pelos bairros e regiões próximas, com ótimos restaurantes, atividades ao ar livre, parques para uma trilha ou caminhada, museus, casas de shows, estádios, zoológico e resorts com ótima infraestrutura", conta Salazar. "Só na região da International Drive, o principal distrito turístico de Orlando, existem mais de 100 atividades, com opções para toda a família. O mais indicado é intercalar os dias de parques com outras atrações na cidade".

E Salazar ainda conta que "uma das atrações icônicas de Orlando é o ICON Park, que abriga uma roda-gigante de 120 metros de altura, de onde é possível curtir uma linda vista da cidade. O complexo também inclui o SEA LIFE Orlando Aquarium e o [museu de estátuas de cera] Madame Tussauds. Outro destaque é o Orlando Starflyer [na foto acima, ao lado da roda-gigante], uma atração giratória de 137 metros de altura, a maior do mundo".

O que ver na viagem de estreia

Getty Images
Imagem: Getty Images

"Para um itinerário de estreia em Orlando, os principais parques temáticos não podem faltar, além dos centros de entretenimento dos parques [como Disney Springs e Universal City Walk], os outlets e outras atrações icônicas da cidade", diz Salazar.

"No Walt Disney World Resort, o Magic Kingdom oferece algumas das atrações mais famosas da Disney [como o Castelo da Cinderela, na foto]", conta ele. "A natureza, por sua vez, é o tema central do Disney's Animal Kingdom, que transporta o visitante para alguns dos locais mais remotos do planeta sem sair da Flórida. E para conhecer todos os bastidores do cinema, o Disney's Hollywood Studios vale a visita".

Salazar fala que, para encontrar os maiores personagens do cinema, da TV e da cultura pop, o Universal Studios Florida e o Universal's Islands of Adventure são os indicados.

"E a peça central das ofertas do SeaWorld Orlando é seu principal parque temático, que oferece diversas aventuras, com suas famosas montanhas-russas, além de atrações mais suaves voltadas especialmente para as crianças. O SeaWorld é também um lugar incrível para se aproximar de um oceano de criaturas aquáticas, incluindo golfinhos, raias manta, tubarões".

Onde ficar

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Com mais de 400 hotéis, Orlando oferece todos os tipos de acomodação", diz Salazar". "Há desde luxuosos resorts com campo de golfe e hotéis temáticos a pousadas aconchegantes. No site do Visit Orlando, há uma extensa lista com opções de hospedagem".

Ele ainda avisa que "hospedar-se em um dos hotéis que ficam dentro dos parques temáticos tem grandes vantagens, como entrada antecipada e horário estendido, transporte de cortesia e serviços de cuidados infantis [com custo adicional]".

Como não perder tempo

dk_photos/Getty Images/iStockphoto
Imagem: dk_photos/Getty Images/iStockphoto

"Comprar ingressos dos parques na internet antes de chegar a Orlando é uma grande economia de dinheiro e tempo", avisa Salazar. "Outra dica é gastar menos tempo na fila das atrações adquirindo produtos como o Walt Disney World Resort FastPass+, o Universal Express Pass, o SeaWorld Orlando Quick Queue Unlimited e o Volcano Bay TapuTapu. Estes ingressos permitem que os visitantes pulem as filas ou retornem em um horário específico para o passeio".

Os tíquetes Universal Express e Quick Queue Unlimited estão disponíveis por uma taxa adicional, enquanto o FastPass+ e o TapuTapu já estão incluídos no ingresso de seus respectivos parques temáticos.

Segundo o representante do Visit Orlando, "é recomendável alugar carro para visitar locais nos arredores de Orlando. Mas, muitos hotéis, resorts, parques temáticos e operadores turísticos oferecem transporte gratuito de ida e volta para os principais destinos de Orlando, incluindo parques e o Aeroporto Internacional de Orlando. Táxis, vans de transporte, carros particulares e serviços de motorista como Uber e Lyft também estão disponíveis no Orlando International Airport (MCO) e no Orlando Sanford International Airport (SFB)".

"Outra dica importante é o aplicativo gratuito do Visit Orlando, que ajuda o turista a planejar a viagem e economizar em ingressos para atrações", diz ele. "O app inclui uma navegação interativa, com recursos de realidade aumentada pela aba 'Ao Meu Redor'". O aplicativo pode ser baixado nas lojas da Apple e Google Play.

Fazendo comprinhas

Marina113/Getty Images
Imagem: Marina113/Getty Images

Não faltam lugares em Orlando e arredores que ajudam o turista a voltar para casa com a mala cheia de compras.

"A apenas alguns minutos do Universal Orlando Resort e do SeaWorld Orlando, o The Mall at Millenia conta com lojas de marcas de luxo, estacionamento com manobrista e acesso gratuito à internet, além de serviços de câmbio e muito mais", indica Salazar. "O The Florida Mall, por sua vez, que é o maior shopping center da área central da Flórida, se situa a apenas 25 minutos do Walt Disney World Resort e do Aeroporto Internacional de Orlando. Nele é possível encontrar lojas exclusivas, como Crayola Experience e M&M's World, além de lojas de famosos varejistas".

"E há ainda três grandes outlets que combinam as principais marcas com preços incríveis: Lake Buena Vista Factory Stores, Orlando International Premium Outlets e Orlando Vineland Premium Outlets".

Salazar completa dizendo que, na região central de Orlando, fica o Pointe Orlando, "um local aberto que oferece muitas opções de lojas, restaurantes e entretenimento. Além disso, há boutiques ecléticas em Winter Park e em Downtown Orlando com diversas marcas, lojas de antiguidades e de roupas vintage".

Onde comer

Marina113/Getty Images
Imagem: Marina113/Getty Images

"No Disney Springs, que é parte do Walt Disney World Resort, o visitante encontra pratos do mundo todo, misturas inovadoras e deliciosas opções de atendimento no balcão, isso sem falar na maior concentração de chefs de renome em Orlando", conta Salazar. "E o Universal CityWalk [na foto] também oferece algumas das refeições mais saborosas de Orlando. Outras duas opções são o Toothsome Chocolate Emporium & Savory Feast Kitchen e o The Cowfish Sushi Burger Bar".

O representante do Visit Orlando avisa que "a International Drive é o local onde o turista encontra todas as opções de culinária e, geralmente, com preços atraentes. Por exemplo, as opções de restaurantes do ICON Park incluem o Tapa Toro Tapas Bar & Paella Pit, Tin Roof e o Yard House. Próximo dali, no Pointe Orlando, é onde ficam os excelentes B.B. King's Blues Club, o Lafayette's e o Taverna Opa".

E, próximo à International Drive, está localizado o Restaurant Row, o distrito gastronômico de Orlando. "Lá ficam os restaurantes mais aclamados de Orlando, incluindo o Dragonfly Robata Grill & Sushi, o Rocco's Tacos and Tequila Bar e o Eddie V's Prime Seafood".

Centro de informações

Chegou em Orlando e precisa de mais informações? Pois saiba que, na International Drive, está o Centro Oficial de Visitantes do Visit Orlando.

O local oferece bilhetes para atrações com desconto, dicas, mapas da área e serviços de câmbio. O centro fica aberto das 8h às 21h, 365 dias por ano.

Mais informações: www.visitorlando.com

Mais Roteiros em família