Topo

Viagem


Domínio felino: conheça a ilha japonesa onde há mais gatos do que gente

Gatos se aglomeram ao redor de moradora da ilha de Aoshima, no Japão - Thomas Peter/Reuters
Gatos se aglomeram ao redor de moradora da ilha de Aoshima, no Japão Imagem: Thomas Peter/Reuters

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

15/05/2019 04h00

O Japão é um país famoso por abrigar megalópoles superpovoadas, como Tóquio, Yokohama e Osaka, onde se aglomeram milhões de habitantes.

Mas, no território nipônico, há um lugar onde é possível trocar as multidões de gente apressada por uma paisagem pacata recheada de bichinhos graciosos e peludos.

Trata-se da ilha de Aoshima, onde, acredite se quiser, existem mais gatos do que seres humanos.

Gatos dominam várias das paisagens da ilha de Aoshima, no Japão - Thomas Peter/Reuters
Gatos dominam várias das paisagens da ilha de Aoshima, no Japão
Imagem: Thomas Peter/Reuters

Neste pedaço de terra cercado pelo oceano Pacífico, situado no sul do arquipélago japonês, vivem menos de 15 pessoas e, calcula-se, quase 200 bichanos.

E esta estatística é suficiente para dar status de destino turístico a Aoshima (que não fica muito perto dos principais cartões-postais da nação asiática).

Ao sair da embarcação que chega até a ilha, os visitantes costumam se ver cercados, ainda no píer, por dezenas de gatos que habitam no local.

Gato salta para pegar comida oferecida por turista na ilha de Aoshima - Thomas Peter/Reuters
Gato salta para pegar comida oferecida por turista na ilha de Aoshima
Imagem: Thomas Peter/Reuters

Muitos dos animais se movem em bando, criando uma massa de pelos e rabos que gera interessantes fotos.

Outros aparecem largados sobre o chão, em estado de pura preguiça.

Os forasteiros os alimentam, os agradam com carinho e se divertem com a sinfonia de miados que toma conta do lugar.

Matadores de ratos

Aoshima chegou a ter, nos anos 1940, uma população de quase 900 habitantes.

Aoshima virou atração turística por causa da grande presença de felinos em seu território - Thomas Peter/Reuters
Aoshima virou atração turística por causa da grande presença de felinos em seu território
Imagem: Thomas Peter/Reuters

Os gatos foram trazidos para este território insular para caçar roedores que infestavam os barcos pesqueiros dos nativos.

Com os passar das décadas, porém, a economia de Aoshima não floresceu, e muita gente abandonou o lugar para tentar uma vida melhor em outras paragens do Japão.

Há cerca de 200 gatos vivendo na ilha de Aoshima, no sul Japão - ES3N/Getty Images/iStockphoto
Há cerca de 200 gatos vivendo na ilha de Aoshima, no sul Japão
Imagem: ES3N/Getty Images/iStockphoto

Os bichanos, entretanto, ficaram, se reproduziram e, pela ausência de predadores com capacidade para ameaçar sua existência, cresceram exponencialmente.

Quase todos os moradores da ilha, atualmente, são idosos, a maioria deles ajudando a alimentar os felinos (que, por sua vez, tomaram conta de muitas das casas abandonadas que existem por lá).

Bichanos relaxam na ilha de Aoshima, no Japão - paulwongkwan/Getty Images/iStockphoto
Bichanos relaxam na ilha de Aoshima, no Japão
Imagem: paulwongkwan/Getty Images/iStockphoto

Os turistas, por sua vez, não têm muito o que fazer em Aoshima além de observar (e se entreter com) os cerca de 200 gatos deste canto remoto da nação nipônica.

Este destino, entretanto, provavelmente irá perder seu atrativo turístico no futuro: a imprensa japonesa relata que, em 2018, foi realizada uma campanha de esterilização dos gatos da ilha. O motivo: a população local, cada vez mais idosa e menos numerosa, não está conseguindo cuidar dos animais.

Como chegar

Para chegar a Aoshima, turistas pegam embarcações no porto de Nagahama, que fica a aproximadamente 350 km de Osaka e 840 km de Tóquio.

O porto pode ser acessado a partir da estação de trem Iyo-Nagahama. A jornada marítima até a ilha dura cerca de 40 minutos.

Quando esta matéria foi feita, não havia a a notícia da existência de hotéis e até restaurantes em Aoshima: por isso, traga sua própria comida e se programe para voltar ao porto de Nagahama no mesmo dia.

E, no Japão, existe outra ilha dos gatos que é famosa entre turistas. O local se chama Tashirojima, onde há também mais bichanos do que humanos.

Tashirojima é acessada com embarcação a partir do porto de Ishinomaki, a aproximadamente 400 km de Tóquio.

Mais Viagem