Topo

Viagem

Roteiros culturais


Destino lusitano: veja atrativos do arquipélago da Madeira, em Portugal

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

13/05/2019 04h00

Portugal não sai de moda entre muitos turistas brasileiros. E, fora da parte continental do território lusitano, existe um destino que não é conhecido por todos os viajantes, mas que merece uma visita de quem gosta de explorar lugares de beleza única.

Trata-se do arquipélago da Madeira, que fica no oceano Atlântico e que oferece inúmeros atrativos turísticos fascinantes. De museu do Cristiano Ronaldo a mergulhos, sem esquecer de comidinhas deliciosas, veja passeios incríveis para fazer por lá.

Funchal

Francisco Correia/Turismo da Madeira
Imagem: Francisco Correia/Turismo da Madeira

Os principais pedaços de terra deste arquipélago português são as ilhas da Madeira e de Porto Santo, que, juntas, somam cerca de 270 mil habitantes.

Na cidade de Funchal, capital e principal porta de entrada do arquipélago, o turista encontra uma extensa variedade de hotéis (muitos deles cinco estrelas) e ótimos restaurantes.

Para um drinque em Funchal, vale a pena ir até a Zona Velha, que concentra ótima oferta de bares, e, para curtir um visual panorâmico, pegue o teleférico rumo ao Monte, na parte alta da cidade. De lá, é possível ter lindas vistas do oceano Atlântico.

"A melhor maneira de voltar do Monte é com o típico e divertido carro de cesto [um simpático compartimento de vime e madeira], que proporciona muita adrenalina em uma descida de cerca de dez minutos até Livramento, metade do percurso para o centro da cidade", informa a Agência de Promoção da Madeira, órgão de promoção turística do arquipélago.

Em Funchal, também merecem visitas o Jardim Botânico da Madeira e o colorido Mercado dos Lavradores, que comercializa frutas e flores. Para quem gosta de futebol, a cidade abriga o Museu CR7, dedicado ao jogador Cristiano Ronaldo, que nasceu na Madeira.

Parque Natural da Madeira e levadas

Francisco Correia/Turismo da Madeira
Imagem: Francisco Correia/Turismo da Madeira

Aproximadamente dois terços da ilha da Madeira são protegidos pelo Parque Natural da Madeira, que abriga flora e fauna variadas.

Faz parte desta área a Floresta Laurissilva, classificada pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade e que abriga um ecossistema riquíssimo. Lá, em passeios no meio de muita natureza, os turistas encontram árvores endêmicas de grande porte e densa vegetação subtropical.

No Parque Natural da Madeira também vale a pena caminhar ao longo das levadas (na foto), extensos canais que foram construídos para trazer grandes quantidades de água do norte da ilha para o lado sul e que passam no meio de áreas de mata densa.

Praias e piscinas naturais

Francisco Correia/Turismo da Madeira
Imagem: Francisco Correia/Turismo da Madeira

Destino insular que é, o arquipélago da Madeira reserva lindas praias para o turista (e que podem ser curtidas durante grande parte do ano, já que é fácil encontrar temperaturas quentes por lá).

A praia do Porto Santo, localizada na ilha de mesmo nome, por exemplo, tem nove quilômetros de areia dourada, além de ser banhada por um mar frequentemente azul e cristalino.

Já a Prainha é cercada por paredões de origem vulcânica e tem um mar propício para o banho.

As piscinas de Porto Moniz, por sua vez, são formadas por rochas vulcânicas onde o mar entra naturalmente, com águas cristalinas para nadar. O local oferece boa infraestrutura, com lugar para comer e beber, guarda-volumes, vestiários, espreguiçadeiras e guarda-sóis para alugar.

E as piscinas naturais do Seixal (na foto) costumam ter menos gente do que Porto Moniz, são cercadas por lindas paisagens de origem vulcânica e também oferecem águas tranquilas e translúcidas para os banhistas.

Gastronomia

Greg Snell/Turismo da Madeira
Imagem: Greg Snell/Turismo da Madeira

Como acontece em quase todo o território português, o arquipélago da Madeira é um lugar onde turistas comem muito bem.

O lugar tem receitas saborosas como a espetada, churrasco de carne bovina que pode vir acompanhado de milho frito e de um pão chamado bolo do caco com manteiga de alho.

Carne de peixe-espada ao molho de maracujá e bife de atum temperado com sal e marinado no "molho de vilão" (feito com vinagre, azeite, alho, orégano e pimenta) também são destaques locais.

E ainda há as lapas à moda da Madeira (na foto), que agradam muita gente: "lapas são moluscos que se prendem aos rochedos na costa marítima e que se tornaram um dos pratos mais apreciados na Madeira", informa o Agência de Promoção da Madeira. "Utilizadas como entrada ou petiscos, são grelhadas em sua própria concha, temperadas com muito alho e servidas ainda quentes, salpicadas com manteiga e um toque de limão".

A poncha, por sua vez, é uma bebida típica feita com aguardente de cana, limão e açúcar. Os vinhos locais também são ótimos.

Cidades fascinantes

Francisco Correia/Turismo da Madeira
Imagem: Francisco Correia/Turismo da Madeira

O arquipélago da Madeira abriga cidades fascinantes além de Funchal. Ponta do Sol, por exemplo, fica na costa sul da ilha da Madeira e tem esse nome por ser considerado o local mais quente da região.

Neste centro urbano o turista encontra lindas edificações como o Palacete do Lugar de Baixo, a Ponte do Caminho Real e a Igreja de Nossa Senhora da Luz, a matriz da cidade.

Já na área do município de Câmara de Lobos (na foto) estão o Ilhéu de Câmara de Lobos (um rochedo em cujo topo há um lindo jardim e excelentes mirantes), a Igreja de São Sebastião e o Estreito de Câmara de Lobos, onde se fabrica o famoso o vinho Madeira.

E na pequena Machico foi onde desembarcaram os descobridores Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira, em 1419. Na área está o Pico do Facho, que oferece vista panorâmica incrível para a baía de Machico. E nesta localidade fica o Club de Golf Santo da Serra, considerado um dos mais bonitos campos de golfe da Europa, com vistas fantásticas para as montanhas e para o oceano.

Atividades ao ar livre e aquáticas

Francisco Correia/Turismo da Madeira
Imagem: Francisco Correia/Turismo da Madeira

O arquipélago da Madeira é um ótimo destino para a prática de atividades ao ar livre, incluindo esportes de aventura.

Nos diversos paredões rochosos que existem na área, turistas se divertem fazendo escaladas belíssimas. Outros curtem passeios de bicicleta no meio de áreas verdes.

O Pico da Cruz ou o Miradouro da Madalena, por sua vez, são usados como base para voos de asa-delta. E, no mar, é possível praticar windsurfe.

Em sessões de mergulho nas águas ao redor do arquipélago, viajantes observam corais, moreias e até lobos-marinhos.

Mirantes

Greg Snell/Turismo da Madeira
Imagem: Greg Snell/Turismo da Madeira

E há mais mirantes para curtir este montanhoso destino português do alto (e voltar para casa com grandes fotos).

Em Câmara de Lobos está o mirante de Cabo Girão (na foto), 580 metros acima do oceano e oferecendo uma plataforma com piso transparente para os visitantes.

Já o Miradouro do Pico Ruivo (a mais de 1.860 metros de altitude) está no ponto mais elevado da ilha da Madeira, oferecendo belas visões para o turista.

COMO CHEGAR

Não há voos diretos entre o Brasil e o arquipélago da Madeira.

Uma das maneiras mais práticas de chegar até este destino português é pegar um voo até Lisboa e, de lá, embarcar em uma aeronave rumo ao aeroporto que serve Funchal.

Funchal fica a cerca de duas de horas de avião da capital lusitana.

Mais Roteiros culturais