Topo

Viagem


Do Brasil à Indonésia, veja 10 lugares incríveis pelo mundo para mergulhar

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

01/04/2019 04h00

Mergulhar até as profundezas do mar é, sem dúvida, uma das atividades turísticas mais fascinantes do mundo.

Nestes tours subaquáticos, os viajantes têm a chance de ver de perto peixes coloridos, extensas redes de corais e bichões imponentes como tartarugas e até tubarões.

É preciso ter cursos e ser certificado para realizar mergulhos ao redor do planeta, mas o esforço vale a pena: para muita gente, a imersão no oceano vira um verdadeiro vício, que motiva viagens para os mais distantes cantos do globo.

Abaixo, conheça alguns dos melhores lugares para mergulhar no mundo.

Great Blue Hole (Belize)

Getty Images
Imagem: Getty Images

Por mais irreal que pareça, a fascinante imagem acima existe mesmo: trata-se do Great Blue Hole (Grande Buraco Azul), um buraco no meio do oceano que tem aproximadamente 300 metros de diâmetro e 125 metros de profundidade.

Esta atração fica em Belize (pequeno país ao sul do México), se encontra cercada por recifes e é muito buscada por turistas, que exploram seu interior em sessões de mergulho.

Nestes passeios submarinos, é possível admirar peixes coloridos e até estalactites.

Os mergulhadores costumam chegar até 40 metros de profundidade e, ao olhar para cima, há chances de ver o sol penetrando na água.

Grande Barreira de Corais (Austrália)

Coral_Brunner/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Coral_Brunner/Getty Images/iStockphoto

Cenário da famosa animação "Procurando Nemo", a Grande Barreira de Corais, na Austrália, é um verdadeiro paraíso para os amantes do mergulho.

Esta atração é composta por uma rede de aproximadamente 2.900 recifes e se estende por cerca de 2.300 quilômetros ao longo da costa nordeste australiana, no oceano Pacífico.

Na área da Grande Barreira, existem 30 espécies de mamíferos marinhos, seis espécies de tartarugas-marinhas e aproximadamente 1.500 espécies de peixes (incluindo, logicamente, o peixe-palhaço, igual ao Nemo, que fica aninhado em anêmonas-do-mar e é fácil de avistar). Ou seja: é um lugar extremamente rico para fazer um mergulho ou até snorkel.

A ilha Hamilton Island é uma das melhores bases para explorar a Grande Barreira de Corais.

Ilhas Perhentian (Malásia)

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

As Ilhas Perhentian, na Malásia, abrigam praias paradisíacas banhadas por um mar cristalino.

É um destino muito buscado por mochileiros do mundo inteiro, que, no local, se hospedam em bangalôs rústicos e passam o dia na mais deliciosa ociosidade.

As Perhentian também atraem muitos mergulhadores (é, inclusive, possível fazer cursos de mergulho por lá): o mar que banha as ilhas oferece excelente visibilidade e abriga corais coloridos, tartarugas-marinhas enormes e diversas espécies de peixes exóticos.

Dahab (Egito)

WhitcombeRD/Getty Images/iStockphoto
Imagem: WhitcombeRD/Getty Images/iStockphoto

Nem todos sabem, mas, além de monumentos faraônicos, o Egito tem, na Península do Sinai, um trecho litorâneo extremamente bonito.

Uma das grandes atrações desta região é o balneário de Dahab, frequentado por amantes do mergulho do mundo inteiro e que é banhado pelo lendário mar Vermelho.

Na área fica o célebre Blue Hole, um ponto de mergulho com dezenas de metros de profundidade onde é possível admirar corais, peixes coloridos e se ver envolto pelo azul intenso da água local.

Para explorar as profundidades do Blue Hole é preciso ter experiência em mergulho.

Não sabe mergulhar? Não se preocupe: em Dahab há diversos centros que ministram cursos para esta prática.

Fernando de Noronha (Brasil)

Global_Pics/Getty Images
Imagem: Global_Pics/Getty Images

O Brasil também abriga destinos turísticos que oferecem ótimas condições para mergulhadores.

Fernando de Noronha é um deles: nos arredores do arquipélago, é possível se imergir em uma água com temperatura média de 26ºC e que oferece visibilidade de até 50 metros na horizontal.

E, por lá, há locais tanto para mergulhadores sem experiência (onde os turistas chegam a cerca de 12 metros de profundidade) como pontos ideais para quem tem rodagem na prática, chegando a mais de 40 metros de profundidade.

Peixes coloridos, tartarugas-marinhas e até golfinhos podem ser admirados nas incursões subaquáticas. Na região do arquipélago, os mais experientes têm a chance de, inclusive, chegar perto de um navio da Marinha naufragado em 1983, a mais de 50 metros de profundidade.

Há empresas que oferecem cursos de mergulho em Noronha.

Arraial do Cabo (Brasil)

FGamboni/Getty Images/iStockphoto
Imagem: FGamboni/Getty Images/iStockphoto

Arraial do Cabo, no litoral do Estado do Rio de Janeiro, é outro destino brasileiro muito frequentado por mergulhadores.

Nesta região fluminense, há locais ideais tanto para quem não tem experiência na prática (nos quais os viajantes chegam a menos de 10 metros de profundidade) como pontos de mergulho para quem já é mais "cascudo", como a Gruta Azul.

Em muitos das incursões se vê animais como cavalos-marinhos e tartarugas. E há também os navios naufragados, como o Thetis, que afundou nos arredores de Arraial do Cabo em 1830, e a embarcação Dona Paula, que também foi a pique no século 19.

Parte da estrutura de ambos pode ser vista em sessões de mergulho em Arraial.

Galápagos (Equador)

Lindsey Dougherty/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Lindsey Dougherty/Getty Images/iStockphoto

Famosa por abrigar uma riquíssima fauna, as ilhas Galápagos (que pertencem ao Equador) são um excelente lugar para o turista que pretende mergulhar entre diversas espécies de animais marinhos.

Ao submergir nas águas do oceano Pacífico que banham o arquipélago, os viajantes conseguem admirar enormes tartarugas, uma infinidade de espécies de peixes e até tubarões-baleia (na foto).

Nos arredores das ilhas de Wolf e Darwin estão alguns dos melhores pontos de mergulho da região.

Bahamas

Divepic/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Divepic/Getty Images/iStockphoto

O arquipélago das Bahamas oferece diversos pontos de mergulho de primeira linha para o turista (alguns propiciando visibilidade de dezenas de metros).

Nos arredores da ilha de New Providence, turistas mergulham entre tubarões (e chegam a alimentar os bichinhos).

Peixes coloridos, golfinhos e navios afundados (como a embarcação Willaurie) também podem ser avistados nas profundezas marinhas das Bahamas.

Polinésia Francesa

MaFelipe/Getty Images/iStockphoto
Imagem: MaFelipe/Getty Images/iStockphoto

Localizado no Oceano Pacífico, o arquipélago da Polinésia Francesa oferece verdadeiras visões do paraíso para o turista, com praias banhadas por um mar raso e cristalino.

A região também abriga locais que vão agradar o viajante que quiser explorar as profundezas do oceano.

Os arredores da ilha de Moorea, por exemplo, têm alguns dos melhores pontos de mergulho da Polinésia, com corais, peixes coloridos e até tubarões.

A água que banha a paradisíaca Bora Bora (talvez a ilha mais linda do arquipélago) é também uma atração fascinante, com tartarugas, moreias e cações.

Huahine e Rangiroa são outros destinos polinésios cercados por bons pontos de mergulho.

Raja Ampat (Indonésia)

Martin Heyn/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Martin Heyn/Getty Images/iStockphoto

A Indonésia é uma nação composta por milhares de ilhas. E, logicamente, não faltam ótimos lugares para mergulhar nas águas que banham o país asiático.

Na região de Raja Ampat estão alguns dos melhores locais para esta prática, com uma infinidade de corais e centenas de espécies de peixes.

Na Indonésia, também vale a pena mergulhar no entorno da ilha de Alor, onde os turistas observam tubarões-martelo, e no mar que banha o Parque Nacional de Komodo.

Viagem