Topo

Viagem


Com túmulos coloridos e alegres, "cemitério feliz" é atração na Romênia

Lápides do cemitério de Sapanta, no norte do território romeno - Andrei Stroe/Creative Commons
Lápides do cemitério de Sapanta, no norte do território romeno Imagem: Andrei Stroe/Creative Commons

Do UOL, em São Paulo

29/06/2016 06h08

Cemitérios são geralmente locais dominados por clima de tristeza e ambiente solene.

Um lugar situado no interior da Romênia, porém, contraria esta regra.

No vilarejo de Sapanta, no norte do país europeu, existe o que nativos e turistas chamam de "o cemitério feliz".

As lápides retratam cenas do antigo cotidiano dos falecidos - Adam Jones/Creative Commons
As lápides retratam cenas do antigo cotidiano dos falecidos
Imagem: Adam Jones/Creative Commons

Trata-se de uma área de sepultamentos com centenas de túmulos decorados com pinturas delicadas e coloridas que retratam as pessoas que estão ali enterradas ainda em vida.

Nas lápides, os falecidos são mostrados em alguma cena de seu antigo cotidiano, quase sempre em imagens alegres: há homens pilotando tratores, amigos bebendo na mesa de um bar, camponeses junto com seus cavalos e mulheres cuidando de seus jardins, tudo coroado por lindas cruzes pintadas com flores.

Poemas em homenagem aos mortos também se fazem presentes. Em alguns casos, os versos são extremamente bem-humorados, falando, por exemplo, do gosto da pessoa pelo álcool ou pela gandaia.

Outras tumbas, por sua vez, mostram simplesmente o rosto de seus ocupantes, também retratados de maneira artística.

Porém, caso a pessoa tenha tido uma morte uma morte trágica, seu túmulo pode não ser tão feliz assim.

Um dos jazigos do cemitério romeno, por exemplo, exibe uma mulher sendo atropelada. Há também soldados atirando no campo de batalha e um homem sendo decapitado.

O cemitério de Sapanta virou atração turística na Romênia - Griselda Ramirez/Creative Commons
O cemitério de Sapanta virou atração turística na Romênia
Imagem: Griselda Ramirez/Creative Commons

As primeiras lápides do local foram esculpidas e pintadas nos anos 1930 pelo artista Stan Ioan Patras, nascido em Sapanta.

Após sua morte, em 1977, seus discípulos mantiveram a tradição e, atualmente, o cemitério é uma atração turistica tanto para romenos como para estrangeiros. 

Sapanta fica a cerca de 600 quilômetros da cidade de Bucareste, capital da Romênia.

Além das imagens coloridas, as lápides trazem poemas para os mortos - Adam Jones/Creative Commons
Além das imagens coloridas, as lápides trazem poemas para os mortos
Imagem: Adam Jones/Creative Commons

Detalhes das cruzes do artístico cemitério romeno - Gabriel Mariam/Creative Commons
Detalhes das cruzes do artístico cemitério romeno
Imagem: Gabriel Mariam/Creative Commons

A cidade de Sapanta fica a cerca de 600 km de Bucareste - Vorei Petou/Creative Commons
A cidade de Sapanta fica a cerca de 600 km de Bucareste
Imagem: Vorei Petou/Creative Commons

Viagem