12 horas

Um roteiro pela Cidade do Cabo, destino mais buscado da África

Por Marcello Binda

9 HORAS

O V&A Food Market oferece diversas opções para um café da manhã bem gostoso em um dos pontos mais charmosos de Waterfront. Local ideal para ver lojas, lembrancinhas e restaurantes.
Reprodução/Instagram

Alugar um carro é importante porque as atrações ficam em localizações bem diferentes umas das outras.

Marcello Binda
Quintin Uys/Unsplash

10:30 HORAS

Bo-Kaap é um bairro de familiares de ex-escravos e as casas são todas coloridas. Realmente um charme. O centro é superinteressante e merece uma visita.
Arno Smit/Unsplash

Recomendo fazer o walking tour guiado por Bo-Kaap que sai diariamente da Greenmarket Square.

Marcello Binda
Getty Images

12 HORAS

Kirstenboch é um jardim botânico gigante (praticamente um parque). Uma ideia é fazer um piquenique para poder dar continuidade aos passeios sem perder tempo. No verão, há uma série de shows e cinema a céu aberto.
Marcello Binda/Arquivo pessoal

13:30 HORAS

A imperdível Boulders Beach é uma praia cheia de pinguins. Vale muito a visita, porque você os vê bem de pertinho.
Marcello Binda/Arquivo pessoal

15 HORAS

O Cabo da Boa Esperança na verdade é só uma placa, mas a paisagem é linda! Diferentemente do que se achava na época das navegações, não é o ponto onde o Oceano Indico encontra o Atlântico - esse fica em Cape Agulhas.
Gustavo Yoneya/Unsplash

16:30 HORAS

Voltando do Cabo da Boa Esperança, o trajeto tem que ser feito pela Chapman's Peak Drive com uma vista deslumbrante do Oceano Atlântico e da costa montanhosa do sudoeste da África do Sul. É de perder o fôlego, mas ao mesmo tempo exige muita atenção.
Marcello Binda/Arquivo pessoal

18 HORAS

Para fechar as andanças, o pôr-do-sol em Table Mountain, o principal cartão postal da cidade e uma das sete maravilhas naturais do planeta. Para subir, você pode ir de bondinho ou fazer uma trilha de cinco horas que sai de Kirstenboch e foi batizada de Skeleton Gorge.
Marcello Binda/Arquivo pessoal

19:30 HORAS

Para jantar, o restaurante típico Biesmiellah, que oferece o Bobotie (tipo um escondidinho de carne, o prato preferido do Mandela).
Getty Images

21 HORAS

Para fechar o dia, não perca o The Gin Bar, dentro da Honest Chocolate, no centro. Serve só drinques a base de gin muito bons.
Reprodução/Instagram

Nosso viajante

Marcello Binda (@mbinda)
Idade: 40 anos
Profissão: publicitário, começou a guardar dinheiro desde o primeiro emprego e, após 20 anos, realiza seu sonho de viajar o mundo sem pressa.
Marcello Binda/Arquivo pessoal
Publicado em 24 de janeiro de 2020.

Edição
Juliana Simon

Continue navegando por UOL Viagem