Topo

Comidas


Comidas

10 restaurantes de culinária afetiva em SP para se sentir em casa

Luiza Vieira

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

10/08/2019 07h00

Comida de vó é inigualável, a gente sabe. E em São Paulo cuja inspiração principal é, justamente, a culinária afetiva. Com segredos de família e pratos que prestam homenagem aos aprendizados ao pé do fogão, esses restaurantes servem sabor, tradição e lembranças em seus menus. Confira!

Benedita

Divulgação
Imagem: Divulgação

No miolo de Perdizes, o Benedita se define como um restaurante de comida brasileira de casa. O chef Rodrigo Isaias, que aprendeu a cozinhar com as avós e tias, leva para o cardápio essas referências, desde a carne de sol, curada no próprio Benedita, ao vatapá da Vó Zenaide, em homenagem à avó paterna. Já o croquete de carne é receita da vó Didinha, feito com as sobras da carne de panela.

Vai lá:
Rua Havaí, 258, Sumaré, São Paulo
Terça, das 12h às 15h.
Quarta e quinta, das 12h às 15h e das 19h às 22h30.
Sexta, das 12h às 15h e das 19h às 23h.
Sábado, das 12h às 16h e das 19h às 23h.
Domingo, das 12h30 às 16h30.
Mais informações pelo Instagram da Benedita.

Esther Rooftop

Divulgação
Imagem: Divulgação

Em plena Praça da República, o Esther Rooftop tem um clássico francês - e de família - no cardápio. "O terrine do meu avô é um bolo harmoniosamente temperado de carne suína, tradicional do interior da França. Meu avô a preparava admiravelmente e, hoje, o prato chega inteiro à mesa, acompanhada por pães da Mundo Pão do Olivier", conta o chef da casa, Benoit Mathurin.

Vai lá:
Rua Basílio da Gama, 29, Centro, São Paulo
Segunda a quinta, das 11h30 às 15h e das 18h às 23h.
Sexta, das 11h30 às 15h e das 18h às 00h.
Sábado, das 11h30 às 00h.
Domingo, das 11h30 às 17h.
Mais informações pelo Instagram do Esther Rooftop.

Fitó

Divulgação
Imagem: Divulgação

O Creme de Galinha é uma das receitas preferidas de Cafira Foz. Segundo a cozinheira, quando ela pensa em casa , é o primeiro sabor que vem à boca. "Essa é uma receita sempre presente nas festividades sertanejas do Piauí, qualquer que seja o motivo do encontro: familiar, aniversário, batizado...". O prato, um dos muitos da culinária afetiva do menu do Fitó, é um creme saborosíssimo feito com galinha marinada em especiarias cajun. Acompanha arroz branco, tapenade de azeitona e maxixe, e chips de mandioca.

Vai lá:
Rua Cardeal Arcoverde, 2773, Pinheiros, São Paulo
Segundas, das 12h às 15h.
Terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 23h30.
Sábados, das 12h30 às 16h30 e das 20h às 23h30.
Domingos, das 12h30 às 17h.
Mais informações pelo Instagram do Fitó.

Hospedaria

Divulgação
Imagem: Divulgação

Na Mooca, italianíssimo bairro paulistano na zona leste, o Hospedaria funciona em um antigo galpão fabril. Da cozinha do chef Fellipe Zanuto, neto de imigrantes, saem clássicos - é claro! - da culinária italiana. "Tenho dois pratos que são muito fiéis à receitas antigas da família. Um é o lagarto marinado que, por ser uma carne muito versátil, comíamos a semana inteira de várias formas diferentes. Outro é o Bolonhesa, e faço questão de que o da Hospedaria seja fiel ao original, com macarrão parafuso e molho com carne que fica horas e horas reduzindo na panela. Algo especial é que o macarrão da minha avó sempre foi feito em travessas, que ela sempre levava ao forno antes com queijo por cima".

Vai lá:
Rua Borges de Figueiredo, 82, Mooca, São Paulo
Segunda, das 12h às 15h.
Terça a quinta, das 12h às 15h e das 18h às 22h30.
Sexta, das 12h às 15h e 18h às 23h30.
Sábados, das 12h às 23h.
Domingos, das 12h às 17h.
Mais informações pelo Instagram do Hospedaria.

Jamile

Divulgação
Imagem: Divulgação

O Jamile carrega, já no nome, a homenagem à mãe de Alberto Hiar, um dos proprietários do restaurante ao lado de Henrique Fogaça e Anuar Tacach. No menu de sobremesas, a própria Dona Jamile fez questão de ensinar ao time de confeitaria a receita de Hricet Lauz, feita a moda da matriarca. A pedida, um bolo de semolina e coco fresco assado e regado com uma calda de açúcar e canela, servido com sorvete de pistache, faz sucesso com a clientela.

Vai lá:
Rua Treze de Maio, 647, Bela Vista, São Paulo
Segunda a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h30.
Sexta, das 12h às 15h e das 19h à 1h.
Sábado, das 12h às 16h e das 20h à 1h.
Domingo, das 12h às 17h.
Mais informações pelo Instagram do Jamile Restaurante.

Le Manjue

Divulgação
Imagem: Divulgação

"O bolinho de polvilho da minha avó me remete a um sentimento muito forte, uma memória da infância. Eu sempre fui o caçula e minha avó Elisa fazia os bolinhos apenas quando eu pedia. Além disso, ela sempre foi uma grande inspiração, e me motivava a cozinhar", conta o chef Renato Caleffi, do restaurante Le Manjue, que oferece os bolinhos em seu buffet.

Vai lá:
Rua Domingos Fernandes, 608, Vila Nova Conceição, São Paulo
Segunda a quinta, das 11h30 às 23h00.
Sábado, das 12h à 0h.
Domingo, das 12h às 17h.
Mais informações pelo Instagram do Le Manjue.

Micaela

Divulgação
Imagem: Divulgação

Em uma charmosa esquina dos Jardins, o Micaela conta com pratos brasileiros recheados de elementos hispânicos. Herança do chef Fábio Viera, que faz do próprio nome do restaurante uma homenagem à bisavó espanhola. "Eu aprendi a cozinhar em casa, principalmente com minhas avós. Muito dos ingredientes que uso vieram das lembranças da infância" conta. De acordo com o chef, a presença das abuelas (avós) é constante no menu. "Um prato que é igual ao dela é o picadinho de carne, que uso cravo no molho, exatamente como ela. Do meu avô, eu faço a pururuca como ele fazia e uso a carne moída para finalizar o pastel de gema".

Vai lá:
Rua José Maria Lisboa, 228, Jardins, São Paulo
Terça a sexta, das 12h às 15h30 e das 19h às 23h.
Sábado, das 12h às 16h30 e das 19h às 23h.
Domingo, das 12h às 16h30.
Mais informações pelo Instagram do Micaela Restaurante.

Mocotó

Divulgação
Imagem: Divulgação

Na zona norte, na Vila Medeiros, o Mocotó é um dos endereços mais disputados da cidade. Restaurante de comida sertaneja, foi fundado em 1973 por José de Almeida, pai do chef Rodrigo Oliveira. Hoje no comando da casa, ele mantém em seu cardápio pratos como o baião de dois, escondidinho de carne-seca e torresmo. "O Mocofava é um clássico da nossa família, rico, untuoso, revigorante! Combinação de dois preparos distintos, o caldo de mocotó e a favada, foi criado e batizado pelo grande Tio Tinô, do bar O Mocofava."

Vai lá:
Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1100, Vila Medeiros, São Paulo
Segunda a sexta, das 12h às 23h.
Sábados, das 11h30 às 23h
Domingo, das 11h30 às 17h
Mais informações pelo Instagram do Mocotó Bar e Restaurante.

Muquifo

Divulgação
Imagem: Divulgação

O Muquifo de Renata Vanzetto tem o menu inteiro inspirado em receitas de família - o próprio logo do restaurante é escrito pela avó, Cida, de 96 anos. "A batata da minha avó Cida não podia ficar de fora. É um prato famoso em Ilhabela, pois todos os meus amigos, praticamente, já provaram. Ela fazia para minhas tias e mãe quando eram crianças, e me recorda de quando eu era pequena e vivia na casa dela. A batata, no menu, é servida junto com um bife à milanesa", explica Renata.

Vai lá:
Rua da Consolação, 2910, Jardins, São Paulo
Terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 23h.
Sábados, das 13h às 16h e das 19h30 às 23h30.
Domingos, das 13h às 17h.
Mais informações pelo Instagram do Muquifo Restaurante.

Quincho

Divulgação
Imagem: Divulgação

No Quincho, vegetariano plant based da chef Mari Sciotti, a receita da vovó está em um quitute de presença garantida em qualquer almoço de domingo: o pudim de leite condensado. "A gente sabia que toda data especial teria o pudim da vovó Mercedes, e não tinha um que não esperasse ansiosamente. O mais louco é que mesmo que eu me esforce, essa receita tem tanto sabor afetivo para mim que acho que nunca fica igual ao dela, mesmo seguindo passo a passo como ela me ensinou. Colocar no Quincho foi uma forma de homenageá-la e trazer esse gostinho da minha infância."

Vai lá:
Rua Mourato Coelho, 1140, Vila Madalena, São Paulo
Terça à sexta-feira, das 12h às 15h30 e das 19h à 0h
Sábados, das 12h à 0h.
Domingos, das 12h às 16h
Mais informações pelo Instagram do Quincho.

Comidas