Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.


Cultura e lazer

Bares para experimentar cervejas sour nacionais em São Paulo

Cervejas Sour - Cervejaria Central\Divulgação
Cervejas Sour Imagem: Cervejaria Central\Divulgação

Bruno Dias

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

30/05/2019 17h45

Depois das IPAs caírem no gosto do brasileiro, chegou a vez das sour "azedarem", no bom sentido o paladar dos amantes de cerveja artesanal.

Como o nome já diz (sour significa "azedo" em inglês), são cervejas azedinhas, caracterizadas por uma acidez intencional, utilizando leveduras selvagens e métodos que azedam o mosto, trazendo na maioria das vezes adição de frutas, algo que se encaixou perfeitamente na produção nacional devido a enorme variedade que temos no Brasil.

As sours são encontradas em diferentes estilos, sendo os mais tradicionais de origem belga e alemã, casos das Lambics (considerada o tipo de cerveja mais antigo do mundo), Berliners Weisse, Goses e Flanders.

Mais recentemente surgiram as American Wild Ale e a Catharina Sour, este último considerado o primeiro estilo de cerveja do Brasil, certificado ano passado pelo Beer Judge Certification Program (BJCP), organização que julga e certifica cervejas de todo o mundo.

Veja onde beber sour brasileiras na capital paulista:

Empório Alto dos Pinheiros

O Empório Alto dos Pinheiros é um dos principais bares de São Paulo para se encontrar cervejas artesanais, especialmente se você busca rótulos da prolífica cena brasileira. Atualmente, duas das 43 torneiras de chopes (nacionais e internacionais) são dedicadas a sours feitas no Brasil: as American Wild Ale Sem Olhos Em Gaza (R$ 12, 150ml), da Koala San Brew, e Atomic Gold (R$ 14, 150ml), da Cerveja Oceânica. Por ser um empório, a oferta de latas e garrafas do estilo também é abundante, como a A Noiva Volume 2 (R$ 31, lata de 473ml), da Mafiosa, uma Gose com maracujá; Palessauro 2 (R$ 31, lata de 473ml), uma Dry Hopped Sour Ale, e a Black Star Wood Aged Dark Sour (R$ 36, lata de 473ml), com mirtilo e carvalho, ambas da Cerveja Suricato; e a 2x Pink Lemonade Milk Shake (R$ 34, lata de 473ml), da Dádiva, American Sour Ale com framboesa, amora, limão e adição de lactose. O assunto aqui são sours nacionais, mas não dá para ignorar o fato de que o EAP mantém sempre uma torneira fixa da belga Brasserie Cantillon, casa tradicionalíssima de Lambics. No momento é possível tomar uma safra 2017 da Rosé de Gambrinus (R$ 58, 150ml), que tem adição de framboesas.

Vai lá:

Rua Vupabussu, 305 - Pinheiros
Segunda a quarta das 12h às 0h, quinta e sexta das 12h às 1h, sábado das 11h às 1h, domingo das 11h às 0h
Mais informações pelo site.

Âmbar

O Âmbar fica ali no bairro de Pinheiros, pertinho do Largo da Batata e da Estação Faria Lima do metrô. O local oferece 15 torneiras de chopes, que mudam toda semana. Lá também é possível encontrar algumas garrafas e latas de sours nacionais como a Ybyrá Airumã (R$ 49, garrafa de 375ml), da cervejaria Zalaz, que traz um blend de dois barris que maturaram a cerveja por um ano e adição de pitayas brancas; e três rótulos da Dádiva: Push The Boundaries (R$ 31, lata de 473ml), uma Catharina Sour com adição de acerola e manga, feita em parceria com a cervejaria alemã BRLO; a Brewer's Cut #3 (R$ 65, garrafa de 375ml), envelhecida por 10 meses em barris e com bastante uva branca Moscato Bianco, e a Yellow Tart (R$ 34, lata de 473ml), parceria com a cervejaria 2 Cabeças, uma Berliner Weisse com abacaxi, manga e pêssego.

Vai lá:

Rua Cunha Gago, 129 - Pinheiros
Segunda das 12h às 15h e 17h às 22h45, terça e quarta das 12h às 23h45, quinta a sábado das 12h às 0h45
Mais informações pelo site.

Let's Beer

Em meio aos muitos bares e restaurantes da Rua Joaquim Távora, na Vila Mariana, fica o Let's Beer, bar e empório de cervejas nacionais e importadas, que desde o final do ano passado divide espaço com a Cervejaria Vaia. São 12 torneiras de chopes e mais de 150 rótulos espalhados pelas prateleiras do local. E não faltam sours brasileiras por lá, no chope é possível degustar a já citada Push the Boundaries (R$ 14, 250ml), a Sorachi Berliner (R$ 14, 250ml), da Perro Libre, uma Berliner feita com o lúpulo japonês Sorachi Ace e cascas de limão siciliano, e a Half Blind Peach Gose (R$ 62, 1 litro no delivery), da nano cervejaria Narcose em colaboração com a Synergy Brewing Company, uma Gose com pêssego. Da Bold Brewing, de Fortaleza (CE), o Let's Beer tem a Brewing Slush Sour (R$ 38,90, lata com 473ml), uma sour com amora, morango, framboesa, mirtilo e lactose, e a Quimera Guava (R$ 44,90, lata com 473ml), uma sour IPA com goiaba. Entre as garrafas, se destacam a Ybyrá Ajucá (R$ 45,90, 375ml), da Zalaz, uma sour que traz um blend de cervejas envelhecidas em barricas de carvalho americano que continham bourbon e depois cachaça; e a Sour Blonde Sassafrás (R$ 39,90, 375ml), da cervejaria Treze, uma Belgian Blonde Sour envelhecida em barris de Sassafrás da cachaçaria Pardin.

Vai lá:

Rua Joaquim Távora, 961 - Vila Mariana
Terça e quarta das 18h às 0h, quinta e sexta das 17h às 1h, sábado das 13h às 1h, domingo das 13h às 22h
Mais informações pelo site.

Cervejaria Central

Pra quem curte tomar cerveja direto da fábrica, a Cervejaria Central é uma bela opção. Seu brewpub foi inaugurado em 2017, na Vila Buarque, e tem sido, ao lado da Cervejaria Dogma, responsável pela proliferação de lugares para se beber cerveja artesanal no centro de São Paulo. A casa oferece dez tipos de chopes de fabricação própria. Entre eles, a Goiabeira (R$ 15, 330ml), uma Sour Ale com adição de maracujá, abacaxi e goiaba, fruta que predomina no aroma.

Vai lá:

Rua Jesuíno Pascoal, 101 - Vila Buarque
Terça a sexta das 18h às 0h, e sábado das 13h às 23h.
Mais informações pelo Instagram.

Tap Tap

Localizado em um dos pontos de maior movimento da noite do centro de São Paulo, esquina da Praça Roosevelt com a Rua da Consolação, o Tap Tap conta com 16 torneiras de chopes de diferentes partes do Brasil e sempre tem pelo menos uma opção de sour engatada. Atualmente, três opções nacionais são encontradas por lá: O Começo do Descontrole #2 (R$ 102, garrafa de 750ml), da micro cervejaria Devaneio do Velhaco, fermentada em barril de vinho do Porto; Bawnjorno (R$ 15, 190ml), da Suricato, uma Berliner Weisse com manga, maracujá, goiaba e lactose; e a Framboise Lambic (R$ 19, 190ml), da Cervejaria Imigração, com framboesa.

Vai lá:

Rua da Consolação, 455 - Consolação
Segunda-feira das 16h às 1h, terça a sábado das 12h às 1h, domingo das 12h às 21h.
Mais informações pelo Instagram.

Mad Dwarf Tap House

No final do mês de abril, a Mad Dwarf Brewing Ideas, de Joinville (SC), abriu uma Tap House em São Paulo, na Vila Madalena, com 20 torneiras dedicadas às suas invenções ousadas. Quando o assunto são cervejas extremas, azedas e ácidas, o "Anão Maluco" não decepciona. Na capital paulista é possível tomar cinco variações de sours em chope: MD Fruit Berliner acerola (R$13, 210ml), uma Berliner Weisse com polpa de acerola; MD Black Sour Cherry & Berry (R$ 20, 210ml), uma black sour com adição de framboesa e cereja; MD Flemish (R$ 20, 210ml), uma red ale de flanders maturada por dois anos em barril de carvalho francês usado para vinho cabernet sauvignon; MD Black Sour Framboesa Oak Aged (R$ 25, 110ml), versão da Black Sour envelhecida em barris de carvalho com framboesa; e a MD Follie Frutas Vermelhas (R$ 25, 110ml), uma Gose com frutas vermelhas como amora, cereja e framboesa.

Vai lá:

Rua Wisard, 213 - Vila Madalena
Terça e quinta das 17h às 23h, quarta das 17h às 0h, sexta das 17h às 1h, sábado das 15h às 1h, domingo das 15h às 21h
Mais informações pelo Instagram

Vórtex BrewHouse

Novidade na Zona Sul de São Paulo, na Chácara Santo Antônio, o Vórtex BrewHouse foi inaugurado em março e tem 20 torneiras com chopes. Neste momento são 13 de fabricação própria e outros sete de cervejarias convidadas. As cervejas são feitas ali mesmo, o Vórtex é mais uma opção de brewpub da capital paulista, e atualmente conta com duas opções de sour engatadas: a Zonda Sour (R$ 14, 330ml), uma Berliner Weisse, e a Physalisour (R$ 22, 330ml), da convidada 3 Orelhas, uma Berliner com physalis ("fisális", em português), frutinha bastante exótica, típica da Colômbia.

Vai lá:

Rua Alexandre Dumas, 1129 - Chácara Santo Antônio
Terça a sexta das 17h às 0h, sábado das 12h às 0h, domingo das 12h às 20h
Mais informações pelo Instagram

Cerveja a Granel

A Rua Barão de Tatuí, na Santa Cecília, tem se tornado um verdadeiro centro gastronômico da região, com bares e restaurantes. Pra quem busca cerveja boa e barata, lá está localizado o Cerveja a Granel. O local conta com esquema de autosserviço, o cliente usa um cartão e, a cada mililitro despejado tirado da torneira, o valor vai aparecendo na tela. São 19 torneiras com chopes nacionais e internacionais que mudam toda semana. Entre as sours engatadas por lá estão a já citada Atomic Gold, da Oceânica (R$ 8,50, 100ml); e a Gose de Frutas (R$ 6,20, 100ml), da cervejaria Bodoque, uma Gose com adição de lactose, sal e frutas: bergamota, goiaba, manga e pêssego. Na "geladeira", como eles gostam de falar, ainda tem outras três opções: New Dawn, colaborativa da Three Monkeys Beer com a Hocus Pocus, uma Berliner com mate e limão; Ukiyo, da Japas Cervejaria com a Cervejaria Dádiva, uma American Wild Ale envelhecida em barril de carvalho com adição de uvas Beni Izu e Bordô; e a Ybyrá Iandé, da ZalaZ, uma sour que traz um blend de cervejas escuras envelhecidas em barris com nibs de cacau e café.

Vai lá:

Rua Barão de Tatuí, 402 - Santa Cecília
Quarta a sexta das 17h às 0h, sábado das 13h às 0h, e domingo das 13h às 21h
Mais informações pelo Instagram

Beer4u

A Beer4u é uma rede de lojas que já se espalhou por diferentes bairros de São Paulo. Em algumas unidades é possível não só comprar rótulos nacionais e importados, como também possuem torneiras para beber ali mesmo ou levar pra casa em growlers. Atualmente são seis lojas, mas uma sétima deve ser inaugurada em breve na Vila Olímpia. É fácil encontrar em suas prateleiras sours como a Lógica Absurda (R$ 24,99, garrafa de 310ml), da Tupiniquim, uma Berliner Weisse com adição de ameixa vermelha e framboesa. Branca de Brett (R$ 79,99, garrafa de 750ml), da Cervejaria Dogma, American Wild Ale com blend de Brettanomyces, abacaxi e manga; e dois rótulos da 5 Elementos: Isaac The Mango Sour (R$ 39,99, garrafa de 510ml), American Wild Ale com lúpulo Citra e manga; e a Sara Sour Graviola (R$ 39,99, garrafa de 510ml), American Wild Ale com graviola.

* Preços e rótulos consultados na unidade da Vila Madalena.

Vai lá:

Beer4u (Vila Madalena)
Rua Cristovão de Burgos, 74 - Loja 04
Segunda a sexta das 10h às 23h, sábado das 10h às 20h.
Mais informações e unidades pelo site.

Mais Cultura e lazer