Topo

Drinques


Drinques

Cepa recria Porto Tônica com limão cravo e tomilho, veja como fazer

Porto Tônica, do Cepa - Willian Pradro
Porto Tônica, do Cepa Imagem: Willian Pradro

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

24/05/2019 08h09

O bairro do Tatuapé tem apresentado cada vez mais novidades gastronômicas, transformando-se num novo polo da cidade para os amantes da boa comida e dos drinques caprichados. No novo Cepa, recém-inaugurado, o chef Lucas Dante comanda a cozinha com foco em alimentos naturais e receitas artesanais, preparando de tudo: dos embutidos ao pão da entrada. Na parte dos drinques e bebidas, a sommelière Gabrielli Fleming dá o tom, com uma carta volante de vinhos e foco nos coquetéis clássicos, com algumas pitadas autorais.

Veja também:

Festival Urban Taste Cultura de Boteco leva fãs de petiscos ao MCB
Conheça o Baretto Summer: cítrico, refrescante e "fácil de beber"
Nova geração de botecos recupera ambientes modestos e drinques clássicos

Dessa forma, nasceu uma versão diferente do Porto Tônica, preparado no Cepa com vinho do Porto branco, água tônica, licor, limão cravo e ramos de tomilho fresco para perfumar. Além desse, a casa criou também o Condessa, em que o vinho Jerez Manzanilla é combinado com suco de limão rosa, xarope de açúcar e bitter.

"Nosso foco é maior nos clássicos, mas estamos desenvolvendo receitas autorais também, sempre pensando em valorizar o vinho, que é o nosso diferencial", diz Gabrielli, que comanda o bar e seleciona os vinhos a dedo para combinar com os pratos oferecidos no dia. Para os que preferem drinques sem álcool, a opção é o cordial de gengibre, refrescante, que combina com os petiscos para começar os trabalhos.

O cardápio é diminuto, mas focado nos ingredientes da estação, preparados de forma a manter suas características e seu frescor. Um dos diferenciais da casa é trabalhar com fermentados e curas, que fazem parte de todo o menu. De entrada, vale pedir a porção dos "nossos curados", com copa, pancetta, papada e lardo suíno preparados artesanalmente na casa, acompanhado do bom pão de fermentação natural e picles caseiro. A torrada de cogumelos, pancetta crocante e emulsão de gema vale a mordida e dá para dividir em casal, pois é bem servida.

Dentre os pratos principais, a copa lombo de porco preto agrada, com o purê de maçã e brócolis para acompanhar. Além deste, há também outras criações do chef, como o dianteiro de angus servido com feijão branco no jerez ou o rigatoni com sálvia, abóbora e stracciatella, para quem prefere algo mais leve e focado nos vegetais.

De sobremesa, o bolo de chocolate é servido morno com sorvete de kefir (leite fermentado), e a compota de tangerina vem com ricota fresca, muito leve, perfeita para encerrar uma refeição acompanhada dos drinques da casa. Para os apreciadores de vinhos, vale conversar com a sommelière e ouvir as sugestões do dia, em garrafa, para dividir, ou em taça.

Aprenda a fazer:

Porto Tônica, do Cepa

Ingredientes:
50 ml de vinho do Porto branco
125 ml de água tônica
0,5 ml de licor fino
2 fatias de limão cravo
1 ramo de tomilho fresco
Pedras de gelo

Modo de preparo:
Adicione o vinho e o licor numa taça bojuda e encha com gelo. Acrescente a tônica e mexa delicadamente. Finalize com as fatias de limão e tomilho e sirva.

Vai lá:

Cepa
Rua Antonio Camardo, 895 (antigo 15), Tatuapé, São Paulo.

Mais Drinques