Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.


Cultura e lazer

Pantanal Carioca, Praia do Secreto e mais passeios pela Zona Oeste do Rio

As ecobalsas fazem travessias até a praia ou o BarraShopping e oferecem um lounge para relaxar em meio à natureza - Renan Santos/Ecobalsas
As ecobalsas fazem travessias até a praia ou o BarraShopping e oferecem um lounge para relaxar em meio à natureza Imagem: Renan Santos/Ecobalsas

Laise Guedes

Colaboração para o Urban Taste, no Rio de Janeiro

17/02/2019 04h00

Quer fugir dos roteiros turísticos manjados do Rio de Janeiro? Então bora trocar o tradicional rolê da Zona Sul pelas atrações da Zona Oeste, nos bairros da Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá. Com o boom das Olimpíadas, a região atrai cada vez mais turistas e cariocas de outros pontos da cidade em busca de cultura, gastronomia e atrativos naturais.

Quer natureza? Então desbrave praias selvagens, faça trilhas ecológicas e conheça mirantes com paisagens deslumbrantes. Por lá tem a única praia de naturismo do Rio, a Abricó, onde dá para curtir a areia e o mar sem trajes de banho. E existe até mesmo um "pantanal carioca" -- complexo lagunar pouco conhecido, onde passeiam alguns barquinhos, pescadores e circulam aves, macacos saguis, capivaras, jacarés e garças.

Prefere algo mais cultural? A Zona Oeste abriga dois importantes tesouros do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), como a Casa do Pontal, de arte popular, e o Sítio Burle Marx, do mais famoso paisagista brasileiro. 

É passeio diferentão que você quer? Então confira a nossa seleção e divirta-se! 

*Informações, preços e serviços checados em janeiro de 2019

Parque Natural Municipal de Marapendi

Localizado em uma área de restinga e manguezal no entorno da Lagoa de Marapendi, o lugar é conhecido pelo turismo ecológico e faz visitas guiadas gratuitas para quem quer conhecer a fauna e flora do local, como jacarandás e pinheiros do Paraná, tucanos e bichos-preguiça. Entre os destaques estão as trilhas, o playground e as áreas para piquenique. Além disso, o parque promove educação ambiental por meio de uma biblioteca permanente e oficinas de arte e reciclagem, exposições e palestras.

Vai lá:
Avenida Alfredo Baltazar da Silveira, s/n, Recreio, Rio de Janeiro.
Segunda a sexta, das 9h às 17h.
Telefone: (21) 2503-2979

Pantanal Carioca

O Complexo Lagunar, conhecido como Pantanal Carioca, é considerado um dos maiores segredos escondidos do Rio. Ele fica fica em uma das regiões mais badaladas da cidade e é formado por quatro lagoas: Tijuca, Camorim, Jacarepaguá e Marapendi. Essa beleza se assemelha ao pantanal mato-grossense, e o mangue também está presente na sua vegetação. Lá os passeios e travessias de balsas são a melhor maneira de ver os animais e curtir a natureza. As ecobalsas partem de um píer no Espaço Eco Lounge, em frente à Praia da Barra, com rotas regulares que levam os moradores aos pontos de lazer, metrô, shoppings e clubes. Também há balsas operadas pela Barra Water Shuttle, que percorrem as lagoas da Tijuca e revelam a beleza natural rodeada de condomínios de apartamentos da região ao longo de três a quatro horas. Na orla das ilhas, em especial a Ilha de Gigoia e a Ilha Primeira, se concentram as atrações gastronômicas, com 12 estabelecimentos, por onde se tem acesso apenas pelos barqueiros.

Vai lá:
Espaço Eco Lounge - Avenida Lúcio Costa, 8300, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
Horários variam de acordo com as 11 balsas regulares e os diferentes pontos de partida. Consulte a tabela de horários aqui.
Mais informações no site.

Barra Water Shuttle - Ilha de Gigoia, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
Pontos de embarque variam de acordo com o roteiro.
Domingo a sábado, com saídas às 10h, 12h e 17h (passeio Sunset).
R$140 (adultos e a partir de 12 anos) e R$110 (idosos e crianças de até 12 anos).
Telefone: (21) 99925-2547
Mais informações pelo email info@bws.tur.br.

Praia do Secreto

Riotur / Divulgação
Imagem: Riotur / Divulgação
Uma piscina natural com água transparente incrustada em pedras. Para quem vai de carro, dá para estacionar no Mirante da Prainha e andar cerca de cinco minutos até a entrada da trilha que dá na praia. Mas cuidado: prefira ir com a maré baixa e fique atento à descida íngreme da trilha, pois pode estar escorregadia dependendo das condições. Para aproveitar com mais tranquilidade, vale a pena chegar bem cedo ou ir em dias de semana.

Vai lá: 
Avenida Estado da Guanabara, 1102, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro.

Praia do Abricó

Na praia do Abricó, apenas naturistas são aceitos aos fins de semana - Ana Carolina Fernandes/ Folhapress
Na praia do Abricó, apenas naturistas são aceitos aos fins de semana
Imagem: Ana Carolina Fernandes/ Folhapress
Localizada no Parque do Grumari, em uma área de proteção ambiental da Barra da Tijuca, é a primeira e única praia nudista da capital. A sua praia de areia branca é um verdadeiro paraíso natural e uma das mais tranquilas da cidade. Os dias de visitação mais recomendados são os fins de semana, quando apenas banhistas nus podem permanecer na praia e a associação Abricó mantém segurança particular de plantão. Chegue cedo, porque o estacionamento é disputado.

Vai lá:
Parque Municipal de Grumari -- Rua Professora Francisca Caldeira, 2, Barra de Guaratiba, Rio de Janeiro.
O ponto fica após a Prainha e junto da praia de Grumari.
Sábado, domingo e feriados, das 9h às 18h (horário recomendado pela associação local).

Pedra Bonita

Salto de asa delta na Pedra Bonita, no Rio - Paulo Alvadia / Ag. O Dia
Salto de asa delta na Pedra Bonita, no Rio
Imagem: Paulo Alvadia / Ag. O Dia
A trilha da Pedra Bonita faz parte do Parque Nacional da Tijuca, entre os bairros de São Conrado e Barra da Tijuca. Não é um passeio tão desconhecido, mas vale a pena. Sua fama mundial vem da sua rampa de voo livre, de onde saem parapentes e asas-deltas, com os voos mais bonitos das modalidades. Para chegar ao seu topo, dá para fazer uma trilha que apesar de íngreme, é relativamente fácil e dura cerca de 40 minutos. Ao final, a recompensa é a vista exuberante para a Floresta da Tijuca, Pedra da Gávea e parte da Zona Sul, de onde dá para assistir aos voos de asa-delta de camarote. Vale lembrar que as condições de segurança das trilhas do Rio estão sempre mudando, então antes de ir é importante checar qual é a situação atual do trajeto com clubes de montanhistas e a organização do parque.

Vai lá:
Parque Nacional da Tijuca - Estrada da Pedra Bonita, s/n, setor C, São Conrado, Rio de Janeiro.
Domingo a sábado, das 8h às 17h (até as 18h no verão; só é permitido iniciar a trilha até as 15h).
Entrada gratuita.
Telefones: (21) 2492-2250 / 2492-2253 / 3883-8800

Parque Natural Municipal da Prainha

O parque fica logo ao lado da Prainha, uma das mais bonitas do Rio. Dos mirantes dá para avistar as praias da Barra, do Recreio, da Macumba e do Secreto, e as trilhas ecológicas revelam paisagens selvagens do Recreio dos Bandeirantes. O parque é recoberto por diferentes formações vegetais típicas da Mata Atlântica, com mais de 250 espécies de vegetais, e abriga animais ameaçados de extinção como o mico estrela e o gato-do-mato. O projeto Conhecendo o Rio a Pé faz passeios de aventura gratuitos ou com valores simbólicos.

Vai lá: 
Avenida Estado da Guanabara, 58, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro.
Domingo a sábado, das 8h às 17h e até as 18h no horário de verão.
As inscrições podem ser feitas pelo site dos Amigos da Zona Oeste.
Entrada gratuita.
Telefone: (11) 96422-5696

Parque Natural Municipal Bosque da Barra

Este bosque abriga a área verde mais visitada da região, onde estão preservadas a vegetação natural e animais das áreas originais da Barra da Tijuca. O parque é plano e tem mais de três quilômetros de alamedas com arbustos da vegetação de restinga e mangue, que podem ser percorridos de bike, em corridas ou caminhadas. É comum ver pessoas caminhando com cestas e bolsas para fazer piquenique. A dica é se sentar ao redor do lago, onde capivaras e aves passeiam por entre os visitantes, com vista para as silhuetas da Pedra Bonita e Pedra da Gávea.

Vai lá:
Avenida das Américas, 6000 ou quilômetro 6, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
Terça a domingo, das 7h às 17h.
Entrada gratuita.
Mais informações pelo email gestor.bosquedabarra@gmail.com.

Parque Natural Municipal Bosque da Freguesia

Antes de ser um parque natural, a área que compreende o Bosque da Freguesia era uma fazenda. Hoje é um dos poucos redutos de área verde preservada da Baixada de Jacarepaguá, com mais de dois quilômetros de trilhas. Para quem curte práticas esportivas, o parque tem campo de futebol, quadras e aparelhos de ginástica. Já os pequenos podem se divertir no parquinho, com diversas mesas de jogos. Há, também, um anfiteatro e um auditório para exposições.

Vai lá:
Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão, s/n, Freguesia (Jacarepaguá), Rio de Janeiro.
Domingo a sábado, das 7h às 17h.
Entrada gratuita.
Mais informações pelo email verabaldner@gmail.com.

Mirantes da Zona Oeste

A Zona Oeste possui muitas trilhas e mirantes que ainda não são tão famosos entre os moradores da própria cidade. Entre eles, o Mirante do Caeté tem uma vista panorâmica de tirar o fôlego. De cima, você avista a Prainha com a Pedra do Pontal, a Praia da Macumba e a Praia do Recreio, alcançando até a Praia da Barra. Para chegar lá, é preciso subir uma trilha de 40 minutos que leva até o topo. Já quem passa pelo Mirante do Roncador, no Recreio dos Bandeirantes, não resiste a uma parada para observar a Orla do Recreio e da Barra. Pouco explorado por turistas, tem uma beleza encantadora e tem fácil acesso: basta seguir na direção da Prainha para avistar a área do mirante. Construído entre a Barra de Guaratiba e Grumari, o Mirante de Grumari oferece uma bela vista da praia que leva seu nome. O acesso é feito de carro.

Vai lá:
Mirante do Caeté - Avenida Estado da Guanabara, 1185, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro.
Terça a domingo, das 8h às 18h.

Mirante do Roncador - Avenida Estado da Guanabara, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro.
Domingo a sábado, aberto 24 horas.

Mirante de Grumari - Estrada do Grumari, S/N, Grumari, Rio de Janeiro.
Domingo a sábado, aberto 24 horas.
Entrada gratuita.

Museu Casa do Pontal

O museu é considerado o maior e mais completo de arte popular do país. Seu acervo, com mais de 8 mil peças de 300 artistas brasileiros, é resultado de quarenta anos de pesquisas e viagens do designer francês Jacques Van de Beuque. A exposição permanente exibe obras da cultura rural e urbana, que abrange atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas do país. Também abriga uma cafeteria e salas de exposições temporárias. A instalação "O Bunker", dos artistas Os Gêmeos, foi feita especialmente para a Casa do Pontal e ficará em exposição até o fim do ano. 

Vai lá:
Estrada do Pontal, 3295, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro.
Terça a domingo, das 9h30 às 17h, inclusive feriados.
R$ 12 (adultos e crianças a partir de 6 anos), R$ 6 (estudantes, idosos) ou grátis para crianças de até 6 anos.
Telefones: (21) 2490-2429 e (21) 2490-4013

Centro Cultural Sítio Roberto Burle Marx

O Sítio Burle Marx, localizado em Barra de Guaratiba, tem uma área de mais de 400 mil metros quadrados, cercada por paisagem tropical - Divulgação
O Sítio Burle Marx, localizado em Barra de Guaratiba, tem uma área de mais de 400 mil metros quadrados, cercada por paisagem tropical
Imagem: Divulgação

Construído pelo paisagista e arquiteto Roberto Burle Marx, foi onde ele morou de 1973 a 1985, quando doou a propriedade ao Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Detém um acervo botânico e paisagístico com mais de 3.500 espécies cultivadas, com destaque para plantas tropicais. O sítio também organiza atividades culturais como concertos, jornadas e exposições. Ao longo do passeio pelo museu-casa, dá para visitar a capela, a cozinha de pedra e o ateliê de pintura. A visita só é possível mediante um agendamento prévio, que pode ser feito por telefone. 

Vai lá:
Estrada Roberto Burle Marx, 2019, Barra Guaratiba, Rio de Janeiro.
Terça a sábado, das 9h30 às 13h30, apenas com horário agendado.
R$ 10 (adultos e crianças a partir de 6 anos), R$ 5 (idosos e estudantes) e grátis para crianças até 5 anos.
Telefone: (21) 2410-1412 

Sabe de outro passeio pouco explorado na Zona Oeste da cidade que vale a pena conhecer? Compartilha com a gente nos comentários abaixo!

Mais Cultura e lazer