Topo

Cultura e lazer

Viva a cidade. Saboreie experiências.


Cultura e lazer

Drinque Sampaio Vidal destaca cachaça com canela e licor de sabugueiro

Drinque Sampaio Vidal, da Adega Santiago - Divulgação
Drinque Sampaio Vidal, da Adega Santiago Imagem: Divulgação

Luciana Mastrorosa

Colaboração para o Urban Taste, em São Paulo

18/01/2019 04h00

No bairro dos Jardins, na capital paulista, a Adega Santiago é o local para quem desejar provar as iguarias da gastronomia ibérica. Além dos bons vinhos, a carta de bebidas também destaca drinques autorais, como o Sampaio Vidal, que traz a cachaça envelhecida como base, aliada ao licor de flor de sabugueiro, suco de grapefruit e xarope artesanal de canela, trazendo um toque picante e refrescante ao mesmo tempo.

No início da operação, os autorais foram criados pelo bartender Marcio Silva, mas hoje quem comanda o bar é Eduardo Lima, que já vem trabalhando as tendências do verão, com muito gin tônica e spritz. "O Negroni e as especialidades criadas na casa são os drinques que mais saem, mas estamos trabalhando muito com esses mais frescos para o calor", diz ele.

Dentre as especialidades, destaca-se também o Melo Alves, batizado em homenagem ao endereço da Adega, com gin, licor de flor de sabugueiro, suco de limão siciliano, alecrim e xarope artesanal de açúcar. Outra opção interessante e mais fresca é o Highball de Gengibre, com base de vodca, mais suco de limão siciliano, xarope de gengibre e bitter. Para os amantes de gin tônica, vale experimentar o Dandy, bem refrescante, com gin, água tônica, fatia de pepino e um ramo de manjericão.

As tapas espanholas são uma boa pedida para petiscar junto com os coquetéis, como o polvo à vinagrete, os bolinhos de bacalhau com molho bravo e a tapa de alcachofra com pesto caseiro. As tostadas, com sabores bem ibéricos também agradam e harmonizam bem com as bebidas. Prove a de chorizo e cebola caramelada ou ainda a de tomate e queijo de cabra, mais leve.

Quem gosta de frutos do mar, pode pedir ainda a porção de ostras frescas (com meia dúzia), os gambas (camarões) à ajillo ou as boas sardinhas portuguesas assadas na grelha. Se a ideia for jantar, o cardápio traz desde opções tradicionais, como a paella negra ou a paella da casa, até o clássico picadinho da Adega, com arroz, ovo e pastel, além de diversos pratos de bacalhau e opções variadas da grelha, de bife de chorizo a espetadas do mar.

Na sobremesa, o sotaque luso-espanhol também dá o tom, com pastel de nata, creme catalão, churros com doce de leite e uma versão diferentona do Romeu e Julieta, com a goiabada servida com o queijo da Serra da Estrela, português, à base de leite de ovelha, mais intenso que o nosso queijo minas.

Aprenda a fazer

Sampaio Vidal, da Adega Santiago

Ingredientes:
50 ml de cachaça envelhecida
30 ml de licor St. Germain (base de flor de sabugueiro)
30 ml de suco de grapefruit
25 ml de xarope de canela artesanal
Pedras de gelo a gosto
Gomo de limão siciliano e pau de canela para decorar

Modo de preparo:
Coloque o suco, o xarope, o licor e a cachaça na coqueteleira. Encha de gelo, feche a coqueteleira e bata bem. Coe num copo longo com pedras de gelo a gosto. Decore com o limão e o pau de canela e sirva.
Dica: para fazer o xarope de canela artesanal, use 300 g de canela em pau, 1/2 litro de água e 1 kg de açúcar. Coloque a água em uma panela, espere ferver e adicione todo o açúcar. Mexa bem até dissolver tudo. Acrescente então a canela em pau, retire a mistura do fogo e deixe em infusão com a canela por 24 horas. Após esse período, coe o xarope numa peneira fina e reserve em um recipiente de vidro bem fechado.

Vai lá

Adega Santiago
Rua Dr. Melo Alves, 728, Jardins - São Paulo - SP 
 

Mais Cultura e lazer