PUBLICIDADE

Topo

Podcast

Sexoterapia

A sexóloga Ana Canosa e a jornalista Marina Bessa conduzem o papo sobre sexo e relacionamento.


Sexoterapia

Sexoterapia #29: Depois de uma desilusão amorosa, ela virou uma atriz pornô de sucesso

Mais Sexoterapia
1 | 25
Siga a Universa no

11/09/2020 04h00

Quando tinha 21 anos, Mel Fire, teve uma desilusão amorosa com um ex-namorado, que divulgou na internet fotos íntimas que ela tinha feito para ele. Depois de passar um tempo trancada em casa chorando, Mel transformou a decepção em oportunidade. Resolveu aceitar uma das diversas propostas que recebeu em decorrência das fotos vazadas e começou a trabalhar como modelo fetichista e posando para revistas masculinas. "Eu já tinha certa curiosidade por esse universo, e achei que valeria a pena dar uma chance", lembra.

Antes de se tornar atriz pornô, Mel passou um tempo na Europa, onde estudou administração, trabalhou como modelo, terapeuta tântrica e dominatrix (especialidade que continua praticando na vida real também). Essas experiências contribuíram para que, passados quase dez anos, Mel seja hoje uma das atrizes mais requisitadas da indústria erótica, com alguns privilégios que poucas profissionais do segmento conseguem ter, como escolher as produções que irá filmar e com quem irá contracenar.

"Como eu nunca fui só atriz, tenho outras fontes de renda também, não topo qualquer tipo de filme e cena. Não faço nada que me agrida", conta. Mel, que se declara bissexual, diz que prefere contracenar com mulheres. "Acho que as cenas com mulheres têm mais sensualidade, mais erotismo", afirma. E nas poucas vezes em que topa fazer uma cena com atores, ela exige ter o mesmo poder que eles. "Não quero ser a coitadinha submissa, que topa fazer tudo para satisfazer o homem", diz.

Essa é uma máxima que Mel leva também para os seus relacionamentos na vida real. Atualmente ela mora com o namorado, com quem está junto há três anos, mas sua condição para que a relação funcione é que o parceiro aceite a sua profissão. "Já terminei muito relacionamento por causa de ciúme dos caras. Deixo muito claro que não vou parar de fazer o que eu gosto por causa de ninguém".

A história de Me Fire é contada em detalhes no 29 episódio do podcast Sexoterapia.

Para mergulhar no erotismo e saber mais sobre a indústria pornô

  • Livro Alfa Woman, Mel Fire, editora clube de autores
  • Documentário Hot Girls Wanted (Netlix)
  • Site de ajuda para dependentes de pornografia Instituto Delete
  • Aplicativo Dipsea (disponível na Apple Store e no Google Play)

Acompanhe o Sexoterapia

Swing é o tema do vigésimo sexto episódio do podcast Sexoterapia, que em sua quarta temporada vai mergulhar na história de uma única personagem.

Sexoterapia vai ao ar às sextas-feiras e está disponível no UOL, no Youtube de Universa e nas plataformas de podcasts, como Spotify, Apple Podcasts, no Castbox e Google Podcasts. A quarta temporada tem oito episódios.

Sexoterapia