PUBLICIDADE

Topo

Universa

Você tem os "pés no chão"?

Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Imagine como você agiria em diferentes situações e avalie a sua capacidade de reflexão respondendo ao teste elaborado com consultoria da psicóloga Blenda de Oliveira, da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo.

  • Pés no chão

    Thinkstock

    Parabéns! Você busca trilhar o caminho do equilíbrio e da sensatez. É muito observador, se preocupa em ouvir e tenta compreender o outro. Antes de tomar qualquer atitude, considera os diversos aspectos da situação e as consequências de suas decisões hoje e no futuro. Paciência e tolerância são outras virtudes associadas a esse temperamento. Continuando nesse caminho, dificilmente você tomará decisões que lhe causarão arrependimentos no futuro.

    Gostou do resultado? Compartilhe!

  • Cabeça nas nuvens

    ThinkstockThinkstock

    Excesso de otimismo e, muitas vezes, desatenção ao que ocorre ao redor, podem levá-lo a tomar decisões desastrosas. Daqui em diante, tente continuar vivendo o momento presente, mas não se deixe levar apenas pelas emoções e pelos sonhos que tem: procure fincar o pé na realidade e analisar mais dados objetivos antes de se posicionar. Bom senso é uma qualidade que se pode aprimorar, a partir do autoconhecimento.

    Gostou do resultado? Compartilhe!

  • Cabeça-quente

    Thinkstock

    Você muitas vezes age movido pelo impulso e corre o risco de fazer julgamentos precipitados e de tomar atitudes equivocadas, que lhe trarão consequências ruins no presente e no futuro. O bom senso requer a disponibilidade de considerar um problema em suas múltiplas facetas e, por isso, não subsiste ao preconceito e à passionalidade. Diante de qualquer situação, respire fundo: as melhores decisões são tomadas quando há tempo para uma análise.

    Gostou do resultado? Compartilhe!

  • Pés enterrados no chão

    Thinkstock

    Pés no chão? Não, os seus estão enraizados no solo, tamanha é a sua dificuldade de aceitar mudanças. É verdade que o bom senso exige reflexão. Contudo, a dificuldade de mudar em qualquer situação costuma ter mais relação com excesso de cautela e medo do que com prudência. Daqui em diante, procure ser mais flexível e ficar mais aberto às oportunidades que surgem na sua vida profissional e pessoal.

    Gostou do resultado? Compartilhe!

Universa