PUBLICIDADE

Topo

Moda

Gola fofa, batom vermelho e cabelo retrô: Lanvin revisita glamour do passado em Paris

Bella Hadid desfila para a Lanvin durante a Semana de Moda de Paris - FRANCOIS GUILLOT/AFP
Bella Hadid desfila para a Lanvin durante a Semana de Moda de Paris Imagem: FRANCOIS GUILLOT/AFP

26/02/2020 18h36

Por Laetitia Volga

PARIS (Reuters) - O estilista da Lanvin Bruno Sialell apresentou nesta quarta-feira décadas de história da moda em um desfile "pronto para vestir" que se encaixa perfeitamente na casa de moda mais antiga da França.

Com a atriz francesa Isabelle Huppert e o rapper Tyga na primeira fila, o desfile de inverno 2020 da Lanvin celebrou o glamour das antigas, misturando modernidade com ícones de épocas passadas.

Um ano após sua nomeação como novo criador artístico, Sialelli se inspirou na herança da Lanvin com os tradicionais vestidos bordados e ternos sob medida.

A supermodelo Bella Hadid desfilou pela passarela com um casaco com gola fofa, batom avermelhado e um penteado retrô inspirado nos filmes norte-americanos dos anos 1950.

Sua irmã mais velha, Gigi, fechou o desfile na Paris Fashion Week com um vestido transparente com brilhantes envolto em um longo casaco azul-marinho e saltos prateados.

Sialelli adicionou à coleção luvas ultralongas, vestido curto dos anos 1960 com uma delicada estampa xadrez branca e faixas para a cabeça combinando com uma pequena bolsa tipo lancheira.

A Lanvin, comprada pela chinesa Fosun, está tentando uma reviravolta depois de entrar em crise com a saída do estilista Alber Elbaz em 2015.

A Paris Fashion Week é a quarta e última etapa da temporada de um mês de desfiles que começou em Nova York e também passou por Londres e Milão.

Moda