Bela Gil revela o que causou fim do casamento: 'Tive que ter muita coragem'

Convidada do "Desculpa Alguma Coisa", videocast de Universa com Tati Bernardi, a chef e apresentadora Bela Gil fala sobre o fim de seu casamento de 19 anos com o empresário João Paulo Demasi, o JP, e revela os motivos que levaram à decisão.

Ela exalta os anos ao lado do ex-marido e fala que se apaixonou "perdidamente" por ele quando tinha 15 anos. "Nossa história é muito maravilhosa, é muito linda. Ele é esse deus grego maravilhoso, fui atrás dele. Isso durou 19 anos. Ele é uma pessoa fundamental pra minha vida. Se não fosse ele, eu não faria um terço do que eu fiz".

Bela conta o que levou à separação e diz que viveu luto ainda dentro do relacionamento. "O tempo do luto dos dois foi diferente. Eu tive que ter muita coragem pra falar: 'não é isso que eu quero'. Um dos motivos da separação foi a vontade de ir ao encontro de mim mesma. Eu estava com saudade de mim. Queria chegar em casa e não ter que compartilhar. Escolher o que vou comer".

Foi um momento, a primeira vez na minha vida, que me coloquei à frente. Os meus desejos, a minha vontade. Mas é difícil.
Bela Gil

Bela Gil diz que família se dá bem, mas que tem 'treta' e 'debochezinho'

Bela conta como é a relação da família Gil. "A nossa é um pouco fora do padrão no sentido de quantidade, é muita gente. Mas assim, a gente treta no sentido de que sabe como cada um é e respeita. A gente se sacaneia, a gente gosta de um debochezinho. É tudo na paz. A minha família não tem um bolsonarista, olha que alegria".

Bela Gil diz como encarou peito murcho e caído após ser mãe: 'Consegui me olhar e ficar satisfeita'

A chef comenta sobre o padrão de beleza imposto às mulheres e diz como encarou a relação com o corpo após a maternidade. "É uma padronização de rostos, é tudo igual. É um padrão eurocêntrico e as pessoas querem estar lá e se sentirem valorizadas. Não julgo a pessoa querer estar lá, acho ruim ela ter que passar por um procedimento para chegar a isso. Acho uma tristeza. O meu peito caiu e murchou depois da amamentação. Para mim é como se fosse uma tatuagem, é minha identidade, é minha história".

Continua após a publicidade

Bela Gil brinca sobre assédio de mulheres ao ex-marido, JP: 'Acham que ele é milionário

Bela revela que o ex-marido, o empresário João Paulo Demasi, passou a ser bastante cobiçado após o fim do casamento. "Somos um ex-casal que se dá muito bem, a gente continua com uma parceria no trabalho, temos dois filhos. Acham [as mulheres que flertam com ele] que ele é milionário, coitado. Que ele é super-rico, potencial de pai. Eu falo: 'Todas as mulheres que chegarem nele vão ter que me agradecer. Eu peguei um carvão bruto e lapidei, virou esse diamante'".

Bela Gil diz que abrir casamento foi 'natural': 'Muita gente quer e não consegue'

A chef conta como foi a decisão de abrir o casamento com o ex-marido, JP, quando estavam juntos. "Eu fui muito criticada. A minha relação com o JP foi por esse caminho de uma forma natural. Sou meio desprovida de posse, ciúme. Isso facilita bastante nesse lugar. Quando a pessoa está comigo, se ela está inteira, por amor, respeito, afeto, isso me satisfaz. Se viajou, quer sair, e eu não tô afim, tudo bem. Ele sempre foi muito de festa e eu não. Essa abertura traz uma segurança muito forte para o casal".

Continua após a publicidade

Bela Gil conta que ficou um ano sem transar após parto: 'Doía muito'

Bela fala sobre sofrimento no puerpério e diz como foi lidar com o marido e a sexualidade. "Sofri aquele corte no períneo, que afetou minha relação sexual. Não conseguia transar, foi praticamente um ano, doía muito. E eu entendia a necessidade de um ser humano de querer transar. Eu dizia: 'Cara, não vai dar aqui e você sabe que tem toda a liberdade de fazer a hora que você quiser, com quem você quiser, mas me deixa aqui, me respeita nesse momento'".

Bela Gil revela que se apaixonou por outra pessoa durante casamento aberto

A chef também revela como foi viver outra paixão durante o casamento aberto com o ex-marido, JP. "Vivi isso e fui muito feliz. A gente [ela e o JP] não conversava sobre isso. A gente preferia se isentar desse lugar. Porque ele é mais ciumento, pra ele era mais difícil. Quando você ama muito uma pessoa, você faz concessões. Eu sempre prezei minha liberdade, mas se ela chegava num lugar que atingia ele negativamente, eu preferia recuar. Porque eu amava ele. Ainda amo, mas de outro jeito".

Continua após a publicidade

Bela Gil responde a nove perguntas e meia de amor no 'Desculpa Alguma Coisa'

Íntegra

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes