PUBLICIDADE

Topo

Direitos da mulher

Michelle Obama comenta decisão sobre aborto nos EUA: 'Coração partido'

Michelle Obama - AFP PHOTO / DEMOCRATIC NATIONAL CONVENTION
Michelle Obama Imagem: AFP PHOTO / DEMOCRATIC NATIONAL CONVENTION

De Universa, em São Paulo

24/06/2022 12h15

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama se pronunciou no Twitter sobre a decisão da Suprema Corte americana, nesta sexta-feira (24), que suspendeu o direito ao aborto no país, em vigor desde 1973.

"Estou com o coração partido hoje. Coração partido pelas pessoas deste país que perderam o direito fundamental de fazer decisões sobre seus próprios corpos", escreveu. "Agora, vamos aprender as difíceis lições de um período anterior a Roe vs. Wade, um tempo em que mulheres arriscavam suas vidas para fazer abortos ilegais", disse Michelle, em referência à decisão da Suprema Corte que permitia a interrupção da gravidez em todo o país.

Para a ex-primeira-dama, o país volta para a época em que o governo controlava os direitos reprodutivos das mulheres, forçando-as a continuarem com gestações que elas não queriam ter, e depois serem abandonadas assim que um bebê nascesse.

Ela classifica a decisão como "apavorante". "Terá consequências devastadoras", diz. Ainda pede às pessoas que usem sua tristeza para se manifestar e fazer do país um lugar melhor. "Temos muito pelo que lutar e sabemos que podemos fazer isso juntos."

Direitos da mulher