PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Cabelos caem mais nos dias frios? Saiba como evitar esse problema

Baixas temperaturas afetam o couro cabeludo - Getty Images
Baixas temperaturas afetam o couro cabeludo Imagem: Getty Images

Karina Hollo

Colaboração para Universa, em São Paulo

02/06/2022 04h00

Muita gente reclama de queda de cabelo mais acentuada no outono-inverno. Isso pode acontecer, segundo a tricologista Viviane Coutinho, por causa de mudanças na rotina dos cuidados com os fios —como a diminuição do número de lavagens, banho mais quente, uso frequente de secadores e de acessórios como gorros e boinas (que podem aumentar a oleosidade da área, principalmente, se o cabelo estiver sujo). "Esses hábitos podem ocasionar dermatite seborreica (caspa) e outras disfunções do couro cabeludo, que acabam levando à queda dos fios", explica.

Realmente o problema ocorre por vários fatores, diretos e indiretos. "A queda natural pelo próprio ciclo dos fios é um deles: no inverno, os dias são mais curtos provocando uma menor exposição ao sol do couro cabeludo e dos fios de cabelo, ocorrendo uma diminuição da fotobioestimulação dos folículos capilares, diminuindo a multiplicação celular e levando a um encurtamento do ciclo capilar, aumentando a queda", diz o médico e tricologista Luciano Barsanti, presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia e Diretor Médico do Instituto do Cabelo.

O que pode atrapalhar também são as mudanças de hábitos que ocorrem durante a estação, como a ingestão de alimentos mais gordurosos e os banhos com água mais quente", ressalta. "Com essa alimentação mais calórica, há um aumento da produção das glândulas sebáceas, assim como os banhos quentes, o que leva à dermatite seborreica. E com o calor há uma dilatação do óstio, que é o poro por onde emerge o fio que vem da raiz capilar", explica ele.

Cabelos cacheados - Getty Images/EyeEm - Getty Images/EyeEm
Evitar banho muito quente e manter a frequência de lavagens ajudam a manter a saúde dos fios
Imagem: Getty Images/EyeEm

Couro cabeludo saudável

Para começar, não lave os cabelos com água quente. "Ela tira toda a oleosidade natural do couro cabeludo, o que o leva a produzir uma maior quantidade de sebo para se defender, ocasionando inflamação e dermatite seborreica. Além disso, a água aquecida resseca os fios, que ficam ásperos", alerta Viviane.

Ainda sobre o banho, é importante lavar os cabelos com frequência, mesmo no frio, para não deixar acumular resíduos no couro cabeludo e manter a região higienizada. "E lembe de sempre aplicar o shampoo no couro cabeludo massageando suavemente e deixando uns 2 minutos de pausa."

Menos secador é mais

Seque o cabelo ao natural. Exagerar no uso de secador, chapinhas e babyliss prejudica a saúde do couro cabeludo e ainda danifica o fio, deixando-o mais frágil e quebradiço, o que pode causar mais perda de cabelo. "Caso faça uso do secador, coloque em temperatura morna, mantendo uma distância de cerca de 30 cm da cabeça e não deixe de usar o protetor térmico."

Não durma com os cabelos molhados

No outono-inverno, os fios demoram mais a secar. Mas dormir com o cabelo pode causar dermatite seborreica, doença inflamatória caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas no couro cabeludo —que pode levar à queda.

Chás e cafés na medida

Diretamente o café até faz bem para o cabelo, porque é antioxidante. "Mas, em excesso, pode causar ansiedade, por ser estimulante e aumentar a produção de cortisol, que causa queda de cabelo", pontua Luciano.

Cabelo ruivo; franja - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Queda intensa

Ao notar perda de volume do cabelo, do rabo de cavalo ou de alguma região específica da cabeça (entradas, testa, têmporas, costeletas, sobrancelhas, alto da cabeça), um halo claro, um partido muito largo e falho ou transparência acentuada dos fios na linha de frente dos cabelos, acima da testa; quando ficar comum ver fios no travesseiro, na escova, na pia, ou na roupa é hora de procurar ajuda médica. "O tratamento vai depender sempre da causa, do diagnóstico correto, com uso principalmente de medicamentos tomados por via oral ou passados por via tópica", avisa Marcelo Pitchon, médico cirurgião especializado em transplante capilar.

Queda pós-covid

Queda de cabelo pós-covid e mudança de estrutura e fibra do cabelo, seja naqueles que já contraíram o vírus ou mesmo naqueles que estão sofrendo as consequências da pandemia são reclamação frequente. Segundo um estudo realizado em 2021 por pesquisadores dos Estados Unidos, México e Suécia, a queda de cabelo esteve entre os cincos sintomas mais apresentados por pacientes na recuperação da doença.

"Outra razão para a queda capilar ligada ao vírus se dá quando ele continua por um tempo nas extremidades, como mãos, pés e couro cabeludo, causando uma vasculite, uma micro inflamação dos vasos mais sensíveis da pele. A dificuldade de oxigenação e fluxo sanguíneo nesses vasos ocasiona a queda", explica Ana Carina Junqueira, especialista em tricologia e fundadora do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas em Medicina Capilar. "Existem protocolos capazes de blindar a queda de cabelos, com ação anti-inflamatória. Por isso, ao notar a queda fora do normal, é fundamental buscar uma avaliação especializada, acrescenta.

Para experimentar:

 Sérum Amend Redensifica & Encorpa - Divulgação - Divulgação
Sérum Redensifica & Encorpa, Amend
Imagem: Divulgação

Sérum Redensifica & Encorpa, Amend, R$ 43,27

Combina peptídeos e aminoácidos biofuncionais que aumentam em até 8% o diâmetro dos fios, deixando-os mais encorpados, brilhantes e resistentes.

Strengthening Hair Serum, Sephora Collection - Divulgação - Divulgação
Strengthening Hair Serum, Sephora Collection
Imagem: Divulgação

Strengthening Hair Serum, Sephora Collection, R$ 139

Enriquecido com biotina e proteínas vegetais estruturalmente semelhantes à queratina, este sérum fortificante é o aliado para cabelos mais fortes e grossos.

Shampoo Detox, BOB - Divulgação - Divulgação
Shampoo Detox, BOB
Imagem: Divulgação

Shampoo Detox, BOB, R$ 45,50

Com carvão ativado, argila preta e óleo essencial de eucalipto ajuda no controle de descamação excessiva e melhora a circulação sanguínea, prevenindo a queda e estimulando o crescimento dos fios.

Anaphase+ Shampoo Fortalecedor Antiqueda, Ducray - Divulgação - Divulgação
Anaphase+ Shampoo Fortalecedor Antiqueda, Ducray
Imagem: Divulgação

Anaphase+ Shampoo Fortalecedor Antiqueda, Ducray, R$ 57,00


Com uma combinação exclusiva de ativos --Ruscus, Monolaurina, Biotina, Vitamina B-6, D-Panthenol - atua diretamente no couro cabeludo, aumentando a vasodilatação e a área de penetração dos ativos. Pode ser usado em monoterapia, diminuindo 88% da queda, ou em terapia combinada com outros tratamentos, aumentando em até 6x a absorção do Minoxidil 5%.

Linha Bomba de Vitaminas, Skala Expert,  - Reprodução - Reprodução
Linha Bomba de Vitaminas, Skala Expert,
Imagem: Reprodução

Linha Bomba de Vitaminas, Skala Expert, R$ 7

Com Óleo de Rícino, que fortalece e auxilia no combate a queda por quebra dos fios; vitamina A, que ajuda no crescimento saudável; e previne a queda.



Shampoo Monange Boost de Crescimento - Divulgação - Divulgação
Shampoo Monange Boost de Crescimento
Imagem: Divulgação

Shampoo Monange Boost de Crescimento, R$ 8,09

Contém argila verde, alecrim e babosa, ingredientes que têm um alto poder de nutrição, contribuindo para o fortalecimento dos fios, auxiliando no crescimento saudável e prevenindo quedas.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.

Beleza