PUBLICIDADE

Topo

Sexo

'Penetrar pouco', 'te ligo': por que homens insistem em mentir no sexo?

Segundo pesquisa do app Ysos, especializado em ménage a trois, homens continuam mentindo no sexo sobre ter ejaculado, entre outras questões - beavera/Getty Images/iStockphoto
Segundo pesquisa do app Ysos, especializado em ménage a trois, homens continuam mentindo no sexo sobre ter ejaculado, entre outras questões Imagem: beavera/Getty Images/iStockphoto

Nathália Geraldo

De Universa, em São Paulo

01/04/2022 04h00

O aplicativo Ysos, que conecta pessoas interessadas em ménage a trois, aproveitou o Dia da Mentira, comemorado 1º de abril, para fazer uma pesquisa sobre o tema. O levantamento mostrou que, na hora do sexo, mentiras sinceras interessam para o brasileiro e são mais comuns do que imaginamos. Segundo as 2.005 pessoas ouvidas, o ranking das coisas que são faladas da boca para fora está com os homens: para 38% dos entrevistados, a mentira que mais "dá certo" é "vou pôr só a cabecinha", seguida de "eu tiro antes de gozar" (30%) e "amanhã, eu te ligo" (25%).

Você já ouviu ou já falou alguma dessas expressões para o parceiro ou parceira? Para sexólogas ouvidas por Universa, quando o papo se dá entre casais heterossexuais, o que está por trás dessas afirmações falsas é o machismo. Entenda.

Mentiras no sexo têm machismo por trás, diz sexóloga

De acordo com a pesquisa, tanto no momento da conquista quanto no sexo, a sinceridade passa longe das relações: 81% dos entrevistados revelaram que já mentiram para não transar e 71% deles contaram uma história falsa só para ter um parceiro ou parceira do lado. O levantamento foi feito de 21 a 25 de março.

Seja para "aumentar o passe" ou para se sentir menos julgado, as sexólogas dizem que há, sim, diferenças na forma com que homens e mulheres inventam coisas na vida sexual.

A psicóloga e sexóloga Enylda Motta diz que as mentiras mais comuns mostram o quanto o machismo também está no sexo. "O homem mente para conquistar, fala que, por exemplo, não vai tirar a camisinha e tira [o que é crime, aliás]. Acontece que é comum que ele pense que só o prazer dele importa, e a mulher sofre muito com isso porque é doído ser vista como um objeto por ele".

Falta, diz a especialista, sensibilidade de quem está se envolvendo para que os relacionamentos sejam saudáveis e sinceros para os dois. "Muitos homens chegam no consultório até dizendo que querem dar prazer para a mulher; mas, vários mentem sobre isso: continuam tendo orgasmo e virando para o lado, sem nem entender como funciona o ciclo de resposta sexual da mulher".

Parece papo de revista feminina dos anos 1990, certo? Enylda aponta que avançar nessa discussão só é possível quando há conversa entre o casal, para que o homem não crie histórias enganosas e a mulher não se sinta passada para trás, principalmente no momento da transa. "Não tem como saber se ele vai mentir, mas dialogar e perguntar 'O que você quer neste momento?' é um caminho para construir mais confiança entre si".

Mulher também mente?

Sim, mulher também mente no sexo. Para a terapeuta e sexóloga Andréia Paro, no entanto, as motivações têm a ver com a cobrança social que recai sobre nós e faz com que seja comum mentir para não transar, falar que atingiu o orgasmo sem ter chegado ao ápice sexual ou afirmar que está superexcitada quando não está. Tudo para não ser julgada, seja na cama ou na vida cotidiana.

"A sociedade coloca a mulher como fácil se ela já teve vários parceiros sexuais, por isso, ela pode achar que precisa mentir e diminuir esse número. Do mesmo modo, pode manter um 'nunca fiz isso' para o parceiro, porque o comportamento sexual aceitável para mulheres é diferente do que se espera dos homens".

Segundo a sexóloga, a situação é ainda mais grave quando, na hora da transa, a mulher se sente acuada pelas mentiras ligadas à própria segurança e saúde. É o caso do parceiro forçar o coito interrompido ou dizer que não tem preservativo no momento do sexo. "Por vezes, a mulher acaba entrando no jogo e cede. Só que ela está constrangida com isso".

Como resolver essas questões? A especialista afirma que, por mais que seja desconfortável, conversar sobre os limites e as vontades pode ser uma saída, ainda que isso não garanta que o homem não é mentiroso só para conquistar. "É preciso falar quais são seus limites, ainda que no sexo casual", pontua Andréia.

Quer ouvir mais sobre sexo? Assista a gravação do podcast Sexoterapia, de Universa, com participação da atriz Deborah Secco:

Sexo