PUBLICIDADE

Topo

Experimenta

Nossos repórteres passam pelas mais diversas experiências e contam como foi


Experimenta

'Piroca ou xoxota, moça?': fomos à padaria que vende waffles inusitados

La Putaria: padaria vende waffles em formatos inusitados - Imagem: Arquivo Pessoal
La Putaria: padaria vende waffles em formatos inusitados Imagem: Imagem: Arquivo Pessoal

Tatyane Malta

Colaboração para Universa

26/02/2022 04h00

No dia 19 de fevereiro, meu sextou começou diferente. Foi recheado de pirocas. Ou melhor: de pirocas recheadas. Conheci o La Putaria, empreendimento novo em Belo Horizonte que anda fazendo os mineiros darem uma pausa nos tradicionais pães de queijo e abrirem espaço para waffles em formato de pirocas e xoxotas.

No início do mês, de passagem pela Savassi —- região nobre e boêmia de BH —, uma fila que dobrava a esquina de um quarteirão me chamou a atenção. Em um primeiro momento, pensei ser para entrevista de emprego, mas acompanhando o fluxo me surpreendi com o que encontrei: uma loja rosa, com o logo de um coração entrelaçado com um pênis e a palavra "putaria" bem grande na fachada. Na hora pensei: "Seja o que for, isso já é um sucesso, tenho que conhecer".

No dia que visitei o lugar, a fila estava pequena, com um grupo de cinco a seis pessoas. O funcionário do caixa contou que é no horário das saídas de escola e trabalho que o fluxo se intensifica em dias de semana. Já aos finais de semana, a loja não fica vazia.

"Piroca ou xoxota, moça?"

Lembram o grupo que estava na minha frente? Jovens de uns 18 anos, saíram da escola e estavam dando altas gargalhadas no caixa. Cada uma escolheu uma piroca diferente e fizeram um troca-troca para tirar foto segurando os diferentes modelos de waffle.

No cantinho da loja, elas comeram os doces e foram embora. Fiquei com a sensação de que ali dentro podia, as fotos no Instagram podiam também, mas sair na rua com o aperitivo nas mãos já era demais.

La Putaria - Imagem: Arquivo Pessoal - Imagem: Arquivo Pessoal
"Padaria mais sexy": na La Putaria, cliente precisa decidir entre "piroca" e "xoxota"
Imagem: Imagem: Arquivo Pessoal

Chegou minha vez. Eu sabia aonde estava indo, mas não esperava que teria que escolher assim, no susto: "Piroca ou xoxota, moça?". E eu, com meus 33 anos também caí na risada.

"É, eu quero... hummm, qual sai mais?", perguntei. Descobri que as pirocas saem muito mais. E, independente do sabor ou da cobertura, a maioria das pessoas pede a mais realista possível.

"Piroffles" e "xoxoffles" custam de R$ 21 a R$ 26

No cardápio, os waffles são oferecidos como 'piroffles' e 'xoxoffles', e o preço vária entre R$21 e R$26 reais. O 'Tinder Date', de chocolate ao leite e chocolate branco, saía toda hora. Foi minha primeira escolha.

La Putaria - Imagem: Arquivo Pessoal - Imagem: Arquivo Pessoal
Doce em formato de pênis é o mais pedidos pelos clientes
Imagem: Imagem: Arquivo Pessoal

A massa de todos é igual, o que muda é se vai ou não recheio. O cliente escolhe entre creme de avelã ou doce de leite. Algumas coberturas também estão disponíveis para incrementar a guloseima, como spray dourado, chocolate granulado e amendoim. Para mim, o sem recheio já bastou.

Pausa para foto

Antes da lambida no chocolate da cabeça do 'piroffles', uma foto. A loja, que apesar de pequena e sem espaço para sentar e curtir o momento, tem uma parede instagramável. As pessoas fazem filas para tirar foto nos letreiros: "Não te engasgues", "maior do que o do teu namorado" e "better than your Tinder date" ("melhor do que seu paquera do Tinder").

Fotos tiradas, devidamente enviadas nos grupos das amigas e pronto: chegou a hora de cair de boca na piroca escolhida por mim. Tirando o formato, o sabor é o mesmo de qualquer outro waffle lambuzado de chocolate.

La Putaria - Imagem: Arquivo Pessoal - Imagem: Arquivo Pessoal
Parede instagramável para registrar os waffles
Imagem: Imagem: Arquivo Pessoal

Como estava próxima do trabalho do meu noivo, o convidei para conhecer uma pepeca diferente. Ele não entendeu, mas foi correndo. Chegando lá, também deu risada da pergunta direta da atendente e escolheu a sua "xoxoffles".

Pediu uma coberta por chocolate com sabor de morango, com um fio de chocolate branco — o famoso final feliz. Nisso, um casal na faixa de uns 50 anos havia comprado uma de cada, o homem, então, se virou para nós e brincou: "Vê se pode? ainda quer que eu tire foto dela com isso na mão".

Happy Hour

Enquanto era a nossa vez de ficar no cantinho comendo, um grupo de cinco mulheres, entre 40 e 50 anos, recém-saídas do trabalho faziam a festa: "Olha a minha piroca, dá até para ver umas veias", sinalizou uma delas.

Me ofereci para fotografar o grupo. Elas se juntaram, colocaram suas "piroffles" na boca e posaram. Uma delas contou que o "happy hour" estava sendo planejado a semana toda no escritório, mas que guardaram segredo do restante da equipe.

La Putaria - Arquivo: Imagem Pessoal - Arquivo: Imagem Pessoal
Recheios e coberturas podem ser escolhidos por cada um para complementar o waffle
Imagem: Arquivo: Imagem Pessoal

As fotos também ficaram em segredo. Enquanto posavam, três delas sinalizaram: "Não esqueçam, nada de postar isso". Uma delas não aguentou mais o lanche inusitado, mas também não podia o levar para casa: "Ninguém tem um potinho aí? Vou jogar a embalagem fora, picar e levar para casa", disse.

Fiquei me perguntando: por que será que a piroca precisava ser descaracterizada antes de chegar em casa?

O meu final feliz

Enquanto para a cliente ao meu lado o waffle poderia ser um problema em casa, para mim foi um esquenta não planejado para o final de semana. Quando eu poderia imaginar que ver meu noivo lambendo uma pepeca comestível garantiria mais intimidade para nós, como casal?

Pois bem, garantiu. "É assim que você vai fazer lá em casa?", brincou ele, enquanto tirava minha foto em um dos letreiros.

La Putaria - Imagem: Arquivo Pessoal - Imagem: Arquivo Pessoal
Doces divertem não só pelo formato, mas pelas cores das coberturas
Imagem: Imagem: Arquivo Pessoal

"O povo gosta é de putaria"

Dividindo parede com a La Putaria há uma lanchonete de pão de queijo — tradicional lanche da capital mineira — que vende o salgado por R$1. No dia da minha visita, estava vazia. Parece mesmo que os belorizontinos aceitaram renunciar a tradição para conhecer uma novidade sexy e gostosa.

A La Putaria é uma filial de uma padaria de Portugal, fundada lá por uma mineira. Em São Paulo, também há uma opção parecida: o Assanhadxs, na famosa rua Augusta, vende crepes em formatos de pênis e vulvas e também tem feito sucesso.

Como disse o homem responsável pela minha última risada no lugar: "O povo gosta mesmo é de putaria", afirmou o transeunte, enquanto a fila para comer os waffles só crescia.

La Putaria - Imagem: Arquivo Pessoal - Imagem: Arquivo Pessoal
"Xoxoffles" são vendidos em formato de vulva
Imagem: Imagem: Arquivo Pessoal

Experimenta