PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Seis dicas de como estimular a vulva antes de chegar ao clitóris

A vulva toda é bastante sensível e estimulá-la pode aumentar ainda mais o seu prazer - Getty Images/iStockphoto
A vulva toda é bastante sensível e estimulá-la pode aumentar ainda mais o seu prazer Imagem: Getty Images/iStockphoto

Priscila Rodrigues

Colaboração com Universa

23/01/2022 04h00

O clitóris é, sem sobra de dúvida, a principal zona erógena do corpo feminino. Aliás, você sabia que ele é o único órgão da anatomia humana destinado exclusivamente ao prazer? Pois é, que sorte a nossa! Embora ocupe o papel de protagonista em muitos orgasmos, o fato é que, na hora de se masturbar, há todo um território ao redor que também merece ser explorado. A vulva toda é bastante sensível e estimulá-la pode aumentar ainda mais o prazer.

Universa ouviu especialistas em sexo para compartilhar alguns truques de como tirar o melhor proveito da região. Veja a seguir.

Na palma da mão

Em vez de partir para o sobe e desce com os dedos no clitóris, use a palma da mão toda para fazer esses movimentos, bem devagar. Para tornar a atividade mais gostosa, adote um lubrificante à base de água.

No chuveiro

Se você é do tipo que curte o momento do banho para se tocar, sente-se no chão do box e fique com as pernas entreabertas. Com uma mão procure abrir bem a vulva; com a outra, direcione o jato do chuveiro para a região. Evite se concentrar apenas no clitóris, a ideia é que toda a área receba a água. Prefira uma temperatura morna, mais agradável.

Com sex toy

O bullet é o brinquedinho sexual ideal para estimular a vulva. De tamanho diminuto, essa cápsula vibratória pode excitar o chamado Monte de Vênus (a parte acima do clitóris) e os grandes e pequenos lábios. Mais uma vez, é importante aplicar lubrificante para reduzir o atrito e tornar a prática confortável.

Truque da pinça

Faça uma pinça com os dedos, usando o polegar no lado de fora de um dos grandes lábios e a lateral do indicador na parte interna dele. Faça movimentos sutis, mas com uma leve pressão que seja possível sentir. Suba e desça o polegar, explorando a parte de cima e depois a de baixo, próxima ao ânus. Repita no outro grande lábio.

Atenção especial

Dedique carinhos intensivos aos pequenos lábios —com toques bem suaves, por favor, pois eles são delicados! Seu grau de sensibilidade é elevado, uma vez que da união deles surge o capuz do clitóris.

Antes do grand finale

Em vez de ir direto à glande do clitóris —aquela parte mais inchadinha—, massageie primeiro suas laterais usando a ponta do indicador e do polegar para pinçar o corpo do clitóris, mas não a "cabecinha". Depois, passe para a outra lateral. Faça devagar, sem pressa.

FONTES: Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga e consultora do site C-Date e fundadora da ABS (Associação Brasileira de Sexualidade); Tatiana Presser, psicóloga, sexóloga e autora do livro "Vem Transar Comigo" (Ed. Rocco), e Tiago Brumatti, terapeuta tântrico.

Sexo