PUBLICIDADE

Topo

Relacionamentos

Arthur diz que Mayra toparia: como incluir uma terceira pessoa na relação?

Mayra Cardi já expôs traições de Arthur nas redes sociais  - Reprodução/Instagram
Mayra Cardi já expôs traições de Arthur nas redes sociais Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

22/01/2022 12h49

A noite da sexta-feira (21) foi de conversas intensas no "BBB 22". Durante um papo com a cantora Naiara Azevedo, o ator Arthur Aguiar falou sobre as traições que cometeu no casamento com a empresária Mayra Cardi, com quem tem uma filha de três anos. Segundo ele, Mayra estava disposta a incluir uma terceira pessoa no casamento, mas ele preferiu ficar com outras mulheres em sigilo.

"Ela sempre falou, desde o início, para mim: 'Se um dia você se sentir atraído por uma outra mulher, fala para mim, a gente pode trazer ela pra dentro do relacionamento, fazer uma experiência' (...) Ela se colocou nesse lugar, e o que machucou foi eu não ter sido leal com ela", resumiu.

Na prática, até mesmo propor a inclusão de uma terceira pessoa relação — seja para sexo ou para namoro — costuma ser um assunto delicado para muitos casais. A seguir, a influenciadora Sanny Rodrigues, do perfil "Amor de Trisal", dá dicas para quem tem esse desejo:

1. Chegar a um denominador comum

O casal deve ter um diálogo franco, no qual ambos possam expor suas vontades sem julgamento, para em seguida chegarem a um acordo do que pode ser feito, respeitando os limites de cada um.

2. Ter motivações sinceras

Não devem ser feitas imposições e nem concessões somente para salvar uma relação que já está caminhando para o final. "Achar que uma terceira pessoa pode resolver um compromisso falido é um grande erro, pois a sintonia é essencial para que o processo funcione", alerta.

3. Definir as expectativas

Ambas as partes devem dizer o que se sentem confortáveis em fazer e o que preferem que não aconteça. "Se a ideia é fazer apenas um ménage, por exemplo, alguém da convivência próxima do casal pode até topar, mas os laços vão continuar existindo depois experiência, o que pode gerar ciúmes", aponta. Muitas vezes, um caminho mais seguro é buscar alguém desconhecido.

Já se a intenção é se abrir para o poliamor, investindo na formação de um trisal, ambos devem pensar nas características que gostariam de encontrar em um(a) namorado(a). "Ter afinidades com ambos é essencial. Por exemplo: o casal pode preferir alguém sem vícios, que seja extrovertido e goste de sair, ou o oposto disso. Tudo deve ser conversado", aconselha.

4. Traçar as estratégias

Uma vez definidos os objetivos, devem ser traçadas as estratégias para encontrar o match perfeito. "Apps de relacionamento, como o 'Tinder', podem ajudar. Existem também outros, como '3 Fun' e 'Pitanga', próprios para quem está na busca por um terceiro elemento.

O próprio trisal do qual Sanny faz parte usa o Instagram para promover posts que ajudam nesta busca. "Lá, a pessoa deve comentar onde vive e o que procura em termos de relacionamento", explica. Inclusive, deixar as intenções do casal claras para a terceira pessoa é essencial, para que ela possa criar expectativas compatíveis com a realidade.

Relacionamentos