PUBLICIDADE

Topo

Sexo

O que é o 'kit sexo' de Anitta e por que é importante que você também use?

Anitta falou em podcast sobre os produtos que sempre leva na bolsa e que formam um "kit sexo" - Reprodução/Instagram
Anitta falou em podcast sobre os produtos que sempre leva na bolsa e que formam um 'kit sexo' Imagem: Reprodução/Instagram

Nathália Geraldo

De Universa

04/12/2021 16h53

Se Anitta precisasse usar uma palavra para se descrever, quando o tema é sexo, possivelmente seria "prevenida". Na participação do podcast Podcats, a cantora revelou que sempre carrega na bolsa um kit de apenas dois itens para caso encontre alguém e as coisas esquentem mais: camisinhas e lubrificante.

Ao contar que foi à ginecologista e recebeu elogios pela "pepeca limpa e bem cuidada", a artista revelou às anfitriãs da atração, Camila Loures e Virgínia Fonseca, que mantém os cuidados com a saúde — quebrando o tabu de que colocar camisinha no parceiro acaba com o clima. Pelo contrário: sabendo criar uma "performance", a atitude pode ficar bem sexy. "Na maioria das vezes, é sexy e dizer: 'Eu trouxe camisinha', 'Eu sou limpinha'", brincou a famosa.

Especialistas ouvidas por Universa deram o recado: seguir o exemplo de Anitta e montar um "kit sexo" para chamar de seu é uma ótima estratégia para ser feliz com liberdade e sem correr riscos. Entenda por quê.

"Kit sexo" de Anitta: camisinha e lubrificante

camisinha - fizkes/Getty Images/iStockphoto - fizkes/Getty Images/iStockphoto
Médica e sexóloga recomendam que mulheres também estejam prevenidas, com os produtos dentro da bolsa
Imagem: fizkes/Getty Images/iStockphoto

Na entrevista, Anitta comentou que tem uma vida sexual bem ativa e que, além do DIU como método contraceptivo, não abre mão do uso de preservativos masculinos, uma das formas de proteção contra infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) além da camisinha feminina.

Se o boy nega colocar camisinha (infelizmente, algo comum na vida de muitas pessoas), a cantora diz que para tudo e cancela a transa. Por essa razão, aliás, ela anda com pacotes de preservativo, que diz ser de uma marca internacional, da qual não revelou o nome, aonde quer que vá.

'Diversão e prevenção caminham juntas'

Para a ginecologista e obstetra Mariana Rosário, é fundamental romper a ideia de que só os homens são responsáveis por levar os preservativos para garantir segurança na hora H.

Seguir o exemplo de Anitta, assim, é deixar de terceirizar o cuidado com a própria saúde e evitar que a falta da camisinha seja motivo para uma frustração e acabe com a excitação. "É importante se proteger, porque ela evita as ISTs, como HPV, HIV, sífilis, gonorreia. Por isso, se o homem quiser fazer sem e ela não quiser, é dizer não", pontua. "

A sexóloga Thais Plaza reforça que o "kit sexo" da famosa também é um jeito excitante de estimular o parceiro e de explorar diferentes experiências na cama. "As pessoas têm resistência a preservativo, mas é fundamental dizer que diversão e prevenção caminham juntas", analisa. "Sem contar que há uma variedade de sabores, texturas e tamanhos de camisinha e que colocá-la pode ser uma coisa excitante. Usando a boca, por exemplo, o casal já vai para a relação protegido".

O papel do lubrificante

Geralmente, a excitação e a lubrificação feminina andam juntas, mas isso não significa que o lubrificante industrializado não possa entrar na brincadeira para, literalmente, fazer as coisas deslizarem mais. Vale dizer que o produto não é só para sexo anal— já que a região do ânus não tem lubrificação natural—; ele também é indicado para quando os envolvidos vão fazer uma "maratoninha" do sexo, explica a ginecologista, e para dar mais conforto à mulher na penetração.

"Usar lubrificante serve para melhorar a fricção da pele que, feita de maneira excessiva, pode trazer dor e fissuras no introito da vagina. Com ele, o pênis desliza mais e se diminui o risco de ter uma lesão na área." Apesar de Anitta revelar que usa um produto que tem "cheirinho e sabor", a médica diz que o indicado é usar um gel lubrificante à base de água, sem alterações de aroma que podem desequilibrar o pH da região íntima feminina.

Ela aconselha ainda que, em sequências prolongadas de sexo, a mulher limpe a vulva com cuidado, para evitar lesões. "Lave com uma ducha e sabonete neutro para arejar o local, entre uma transa e outra."

Quer ouvir mais sobre o tema? Confira o Sexoterapia, podcast de Universa:

Sexo