PUBLICIDADE

Topo

Mulher finge ligar para hamburgueria para denunciar estupro no DF

De Universa, em São Paulo

19/10/2021 15h20Atualizada em 19/10/2021 15h20

Uma mulher de 19 anos ligou para a Polícia Militar do Distrito Federal e fingiu fazer um pedido em uma hamburgueria para denunciar que estava sendo mantida em cárcere privado e estuprada desde o sábado (16). A polícia entendeu o pedido de socorro e prendeu o suspeito, um homem de 32 anos, em flagrante na manhã de ontem. O caso ocorreu na QR 402 de Samambaia.

Segundo informou a corporação, o operador do telefone ouviu a voz de um homem ao fundo, percebendo que ele estava ameaçando-a. Ao chegar no local, a polícia encontrou a vítima chorando bastante.

Ela relatou que era amiga do homem, que também era proprietário da residência, e que tinha ido para a casa dele no sábado, quando foi submetida à violência sexual durante todo o fim de semana.

O homem teria impedido ela de sair ou fazer contato com terceiros e a vítima só conseguiu pedir ajuda quando fez a ligação fingindo pedir um hambúrguer.

Ainda, de acordo com a polícia, o agressor estava em prisão domiciliar por delitos anteriores. Ele foi detido e autuado pelos crimes de estupro e cárcere privado na 26ª DP.