PUBLICIDADE

Topo

Mercúrio retrógrado finalmente chega ao fim: entenda o que isso quer dizer

Vincent Ledvina/Unsplash
Imagem: Vincent Ledvina/Unsplash

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

18/10/2021 04h00

Nunca antes vivemos uma retrogradação de Mercúrio tão falada como a que finda hoje, 18 de outubro. Em Libra, o astro trouxe à tona uma amostra de ajustes que são necessários na comunicação interpessoal. Mais do que isso, durante seu período retrógrado, tivemos uma queda mundial de Facebook, Instagram e Whatsapp, o que fez com que o fenômeno astrológico fosse apontado como o grande responsável.

De certa forma, Mercúrio retrógrado, por ter papel fundamental no que diz respeito à comunicação e tecnologia, pode ter influenciado tal fato. Porém, o astrólogo Carlos Falcão acredita que existem outros fatores envolvidos no acontecimento. "O que aconteceu teve, sim, participação de Mercúrio retrógrado, mas havia muito mais do que isso ocorrendo ao mesmo tempo. Um evento do porte da queda das redes sociais nunca seria apenas por conta de uma retrogradação do planeta", diz.

Segundo ele, a retrogradação de Mercúrio tem ficado mais famosa com o passar do tempo, o que ajuda a mistificar algo comum, que acontece três vezes ao ano e apenas exige, de cada um de nós, mais atenção e cuidado com as questões mundanas, bem como com processos de troca de informações de forma geral.

Polêmicas

"Essa retrogradação foi marcada por polêmicas devido ao fato de vivermos mundialmente uma queda de redes sociais importantíssimas. Esse acontecimento pode, por um lado, ajudar o entendimento astrológico do trânsito, mas atrapalhar por outro. Qualquer coisa desafiadora na astrologia é levada por alguns para uma percepção bastante radical, sendo que uma retrogradação é algo corriqueiro", defende.

O astrólogo lembra que há diversas situações astrológicas mais "negativas" ou desafiadoras do que uma retrogradação, o que nos permite perceber que, mesmo Mercúrio retrógrado sendo um trânsito conhecido e repleto de polêmicas, ele nos traz aprendizados e revisões de fatos que fazem parte da nossa rotina.

"O processo da retrogradação termina definitivamente apenas no dia 02 de novembro, quando Mercúrio direto sai dos graus de sombra que criou durante o movimento retrógrado. Até lá, teremos um campo de testes para perceber e solidificar aquilo que nossa nova consciência criou a partir dos aprendizados trazidos pela retrogradação. Pode ser sutil para alguns e bem nítido para outros", explica o astrólogo.

Carlos destaca que, durante a retrogradação, nos encontramos com nossas grosserias e, com essa nova consciência, agora podemos aprimorar o trato com o outro através de uma comunicação mais pacífica. As interações podem ficar menos reativas e há possibilidades de apaziguar relações sociais ou histórias amorosas que não haviam sido pontuadas e bem resolvidas.

O que vem por aí

Mesmo voltando a se movimentar para frente, Mercúrio continua no signo de Libra, oferecendo ingredientes para solidificarmos a pacificação das trocas sociais e da comunicação interpessoal. No final de novembro, ele se encontrará com o Sol, ambos em Sagitário. Até lá o astro ainda passará por Escorpião, trazendo densidade para o pensamento e mudando bastante o tom da comunicação.

"Escorpião é introspectivo e isso contrasta com a natureza social de Libra. Será o momento de olharmos para dentro do nosso pensamento, buscando eliminar ideias e posturas mentais que aparentemente nos protegem quando, na verdade, nos escondem das nossas próprias possibilidades", revela o astrólogo.

Na última semana de novembro, outra mudança drástica acontece no campo das comunicações, quando Mercúrio entra em Sagitário, signo mais social e desprovido da docilidade libriana. Será um período mais expansivo, de intercâmbios mais brutos, rudes e diretos.

Próxima retrogradação

Mercúrio fica novamente retrógrado em Aquário, no dia 14 de janeiro de 2022. Até lá, Carlos indica observar o próprio comportamento e a própria postura frente a situações difíceis de lidar, o que pode fazer com que elas sejam empurradas com a barriga.

"Essas questões podem ser resolvidas no presente para que se evite que venham à tona na próxima retrogradação. Em geral, o recomendado é buscar se organizar da melhor forma e interagir com o outro com amabilidade e cordialidade", finaliza o astrólogo.