PUBLICIDADE

Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Stalkeadas

Prestes a ficar livre, Britney Spears celebra nova fase sem medo do cringe

Audiência que deve libertar Britney da tutela do pai é amanhã - Reprodução/Instagram
Audiência que deve libertar Britney da tutela do pai é amanhã Imagem: Reprodução/Instagram

Anahi Martinho

Colaboração para Universa

28/09/2021 04h00

Britney Spears já está ouvindo a liberdade cantar. Prestes a retomar totalmente o controle da própria carreira e vida pessoal após passar 13 anos sob a tutela do pai, Jamie Spears, a princesa do pop está plena, com a saúde mental em dia e faz questão de exaltar isso nas redes sociais.

Quase no fim da batalha judicial contra seu pai, que inspirou o documentário "Britney x Spears", lançamento de hoje na Netflix, Britney está mergulhando em uma jornada de autoconhecimento, celebração de si e cheia expectativas para a nova fase da vida.

Amanhã (29), ela terá a audiência judicial que deve determinar o fim do acordo de tutela. Se o juiz decidir mesmo pelo fim do acordo, Britney retomará, aos 39 anos, o poder sobre os próprios bens, a carreira e as decisões de sua vida particular.

Noiva de Sam Ashgari, de 27, com quem namora desde 2016, ela finalmente poderá se casar com o ator e já afirmou que pretende ter mais um filho. Sob a tutela do pai, Britney estava impedida de casar e até de tomar decisões sobre a própria saúde reprodutiva, como remover o contraceptivo DIU (dispositivo intrauterino).

Há duas semanas, quando revelou no Instagram que estava noiva, Britney rapidamente foi alertada por fãs preocupados: "Faça um acordo pré-nupcial, por favor. Se proteja, garota", disseram alguns seguidores, com medo de que Britney se envolva em mais uma disputa judicial no futuro.

Se a cantora ainda tem alguma espécie de curatela, aliás, é dos fãs mais zelosos, que tentam a todo custo alertar a princesa contra comportamentos "cringe" ou censurar suas postagens mais ousadas.

Em outra postagem recente, ela foi desmascarada pelos seguidores por publicar uma foto antiga com legenda atual. "Rainha, você postou isso em fevereiro", avisou um fã atento.

Mas Britney parece não estar nem aí. Depois de enfrentar a pior fase de sua vida, perder a guarda dos filhos Sean Preston, 15, e Jayden James, 14, ser ridicularizada pela mídia no auge de uma grave crise de saúde mental e acabar internada à força pelo pai, o menor de seus temores é passar vergonha na internet.

No maior estilo "livre, leve e solta", Britney dá piruetas no quarto fazendo carão (deixando claro que rodopia 'porque pode'), posta foto do bumbum usando um pau de selfie, exalta a beleza do namorado, ri de si mesma, reposta frases motivacionais e publica até pequenas peças literárias escritas por ela no bloco de notas do celular.

Ela também relata como é ver os filhos crescendo. "Eu preciso pedir a permissão deles para postar [sobre o aniversário dos meninos] porque eles são homenzinhos extremamente independentes", conta. "Eles foram a um evento na semana passada e chorei por dois dias. Meus bebês de terno! E garotas, preparem-se, porque meus filhos são muito lindos", brincou. "Se eles estiverem lendo isso, o que tenho certeza que não estão, eu amo meus dois diabinhos demais!

Sobre o novo documentário, Britney afirmou que "muita coisa não é verdade". "Odeio informar, mas muito do que vocês ouviram não é verdade. Eu realmente tento me desassociar do drama. E eles usaram as imagens mais lindas de mim no mundo", disse, com ironia.

Há cerca de um mês, James Spears se declarou disposto a renunciar à tutela da filha, em meio às proporções escandalosas que o caso tomou. Desde 2008, ele controla não só a carreira, mas todos os detalhes da vida pessoal de Britney, impedindo-a de ter acesso à própria conta bancária e bens, tomar decisões sobre a carreira e inclusive de contratar o próprio advogado.

Em 2019, os fãs da cantora iniciaram a campanha #FreeBritney, chamando atenção do mundo inteiro para a tutela abusiva de Jamie Spears e a situação de privação de liberdade na qual a cantora se encontrava.

Em 23 de junho desde ano, Britney falou em uma audiência que o pai era abusivo e implorou para que a tutela fosse encerrada, para que pudesse recuperar seus bens e o controle da própria vida.

"Britney x Spears" é o terceiro documentário lançado neste ano sobre a cantora. Em fevereiro, o New York Times lançou o "Framing Britney Spears", disponível na Globo Play, e há uma semana estreou a segunda parte, "Controlling Britney Spears", que revelou que Jamie mantinha escutas no quarto da filha e grampeava todas as suas chamadas telefônicas.

Stalkeadas