PUBLICIDADE

Topo

Universa

Em 2021, ela vai faturar R$ 5,7 milhões com micropigmentação de sobrancelha

A empresária Lu Rodrigues é apaixonada pelo universo da beleza desde os 9 anos - Divulgação
A empresária Lu Rodrigues é apaixonada pelo universo da beleza desde os 9 anos Imagem: Divulgação

Caroline Marino

Colaboração para Universa

25/08/2021 04h00

Coragem e persistência nunca faltaram a Lu Rodrigues, 44 anos, fundadora da Lu Make Up, estúdio de micropigmentação, e da Natural Pigmento, marca de pigmentos e produtos para micropigmentadores. Há mais de 20 anos nesse mercado, a empreendedora tem como propósito promover a autoestima e empoderar pessoas que passaram cirurgias como a de câncer de mama ou têm cicatrizes indesejadas.

A empresa nasceu em Treze Tílias, cidade de 8 mil habitantes no interior de Santa Catarina. Hoje a operação está espalhada pelo Brasil, com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte, Campinas e Alphaville, e tem clientes como Bruna Marquezine, Grazi Massafera e Giovanna Antonelli. A perspectiva é fechar 2021 com faturamento de R$ 5,7 milhões e 20 mil atendimentos.

Amor à primeira vista
"Entrei pela primeira vez num salão de beleza aos nove anos. Minha avó, que passava por um tratamento de câncer, me levou ao salão de uma amiga para que eu pudesse me distrair. O movimento me encantou", lembra. Ela passou a ir ao local todos os dias depois da escola e aprendeu a fazer de tudo: escova, tintura, unha, maquiagem. Aí, foi amor à primeira vista.

"Comecei entregando os materiais, como bases e sombras e, em pouco tempo, já estava dando palpites e preparando a pele das clientes". Ela passou a pesquisar sobre a área e, aos 14 anos, chegou à micropigmentação. "Como na época ainda não havia internet, comecei vendo fitas cassetes e pesquisando em revistas", conta.

Aos 16 anos, conquistou seus primeiros clientes e, aos 18, foi à Alemanha estudar na principal escola de dermopigmentação do mundo. Ela lembra que o procedimento era feito, na maior parte dos casos, em mulheres mais velhas e era um tanto artificial. "Percebi que ali havia uma oportunidade e o método poderia ser interessante para pessoas mais jovens também, para melhorar a autoestima", diz.

De volta ao Brasil, a empresária começou a fazer o procedimento em amigas e, no boca a boca, conquistou mais clientes na região, como em Videira, Chapecó e Jaraguá do Sul. Foi o boom do negócio. Com a alta demanda, ela resolveu treinar amigas para fazerem o procedimento e abriu um estúdio em sua cidade. Um pouco mais pra frente, já com 180 salões parceiros, expandiu os locais de atendimento. A partir daí, o negócio decolou. "Acredito que o empreendedorismo está dentro da gente. Você percebe uma necessidade e vai atrás de transformá-la em um negócio", diz.

Depois de cinco anos indo e vindo da Europa para se aprimorar, Lu começou a desenvolver técnicas próprias e exclusivas, e a se especializar para cuidar da gestão. Cursou administração, fez pós-graduação em cosmetologia e assuntos regulatórios e criou também a Natural Pigmento. Atualmente, está no segundo semestre de biomedicina.

Empresa de Lu Rodrigues tem operação em várias cidades do Brasil - Divulgação - Divulgação
Empresa de Lu Rodrigues tem operação em várias cidades do Brasil
Imagem: Divulgação

De Treze Tílias para São Paulo
O desejo de expandir os negócios e ir para São Paulo apareceu acompanhado de um certo medo. "Sempre morei em uma cidade pequena e tinha receio de mudar para um local tão populoso". No início, ela fazia os procedimentos em alguns salões e lojas de roupas de amigas apenas uma vez por mês. Com os pedidos crescendo, resolveu abrir uma unidade na capital paulista em 2014.

Atualmente, a clínica Lu Make Up fica na famosa Avenida Nove de Julho, em um local de dois andares e cerca de 40 colaboradores. Ela e sua equipe moldam sobrancelhas, delineiam o contorno dos olhos, preenchem falhas do couro cabeludo e fazem retoques para cobrir manchas, estrias e cicatrizes na pele. Além disso, reconstroem lábios leporinos e aréolas afetadas nas mastectomias.

Para ela, um dos segredos do sucesso é a atenção que deu ao planejamento financeiro e ao conhecimento constante. "Sempre dei muito valor ao dinheiro e isso me ajudou a chegar onde estou. Minha família é muito simples e tínhamos poucas condições financeiras. Tinha em mente nunca gastar além do que ganhava e não dar um passo maior do que a perna", diz.

Quando era para gastar em algo, o dinheiro tinha um único fim: cursos. "Comecei muito nova e não tinha formação acadêmica. Sabia que para avançar precisava adquirir mais conhecimento. Economizava o que ganhava para conseguir me desenvolver", afirma. Nesse sentido, começar cedo ajudou a construir essa educação financeira. "Guardava tudo o que ganhava no salão da amiga de minha avó. E levo isso até hoje", diz.

Antes de iniciar uma parceria sempre penso: quero construir uma história com essa pessoa?

Outro ponto é a persistência. "Quando comecei, a profissão não era reconhecida no Brasil e lidei com muito preconceito. As pessoas me questionavam sobre por que eu não era cabeleireira, não aceitavam aquele trabalho e diziam que eu não ganharia dinheiro. Mas isso não me abalou, pois sabia que era possível e tinha um propósito muito claro de ajudar as pessoas a se sentirem mais felizes".

Para crescer e manter seu propósito vivo, ela presta atenção em todas as contratações e nas pessoas com as quais se relaciona. "Uso minha intuição para me conectar com quem tem os mesmos valores que eu. Antes de iniciar uma parceria sempre penso: quero construir uma história com essa pessoa?".

Em 2019, consolidou um projeto de mais de dez anos, com a idealização do Reconstrua sua História, que doa procedimentos de reconstrução das aréolas e lábios leporinos e para reparação de marcas decorrentes de queimaduras e cicatrizes. Já são mais de mil procedimentos realizados. "Quero atingir cinco, dez, vinte mil", planeja.

Universa